sexta-feira, 9 de novembro de 2018

.: 60º Prêmio Jabuti vai para o autor independente Mailson Furtado

Vencedores das 18 categorias da premiação foram revelados em cerimônia no Auditório Ibirapuera, em São Paulo. Poeta amazonense Thiago de Mello foi homenageado como ‘personalidade literária’ do ano

Foto: Divulgação

A Câmara Brasileira do Livro (CBL) anunciou os vencedores do 60º Prêmio Jabuti, em cerimônia realizada no Auditório Ibirapuera, em São Paulo. “À Cidade”, do poeta cearense Mailson Furtado, é o Livro do Ano. O autor levou para casa a estatueta do Jabuti e o prêmio em dinheiro de R$ 100 mil.

Furtado vive em Varjota, cidade de menos de 20 mil habitantes do interior do Ceará. “Fiz o livro na mão, até a capa foi desenhada por mim. Espero que esse prêmio abra essa janela para todas as editoras e autores de qualidade que não tem espaço ou condições financeiras de lançar um livro. Esse prêmio não é meu, é nosso”, diz Furtado.

Na cerimônia comemorativa dos 60 anos do Prêmio, também foram conhecidos os ganhadores das 18 categorias do Jabuti, que receberam o troféu e R$ 5 mil - com exceção da categoria Livro Brasileiro Publicado no Exterior, premiada apenas com a estatueta. A relação de vencedores está disponível em www.premiojabuti.org.br.

Concorriam em cada categoria 10 finalistas, divulgados no dia 4 de outubro. As obras foram avaliadas por três jurados especialistas de cada categoria, indicados pelos leitores, mercado editorial e validados pelo Conselho Curador do Prêmio Jabuti. Já para o prêmio máximo da noite, o Livro do Ano, concorreram as obras vencedoras dos Eixos Literatura e Ensaios.

O prêmio de Personalidade Literária foi conferido ao poeta Thiago de Mello pelo conjunto de sua obra. Ele recebeu uma homenagem em vídeo, com depoimentos de grandes autores e profissionais do mercado. Devido a problemas de saúde, o poeta não pôde comparecer e foi representado por sua esposa, Pollyanna Furtado, e pelo seu filho, o compositor Thiago de Mello.

Em 2018, diferentemente dos anos anteriores, os vencedores foram conhecidos somente durante a cerimônia de premiação, quando o envelope da auditoria responsável pela apuração das notas e pelo sigilo dos resultados foi entregue para ser aberto.

Nesta edição, o Prêmio Jabuti anunciou diversas mudanças voltadas ao leitor e ao mercado. Entre as novidades estão: a reorganização das categorias em quatro eixos: Literatura, Ensaios, Livro e Inovação; a criação da categoria Formação de Novos Leitores, dedicada a ações de incentivo à leitura; as inscrições com preços mais acessíveis para autores independentes.

Luís Antonio Torelli, presidente da Câmara Brasileira do Livro, comemora o sucesso da premiação. “A escolha de um autor independente mostra a força e capacidade do prêmio em representar o escritor brasileiro. Desejo muito sucesso para Mailson Furtado e todos os homens de Letras espalhados pelo nosso país”, acrescenta Torelli.

A 60ª edição do Prêmio Jabuti conta com o patrocínio ‘Apresenta’ da Suzano Papel e Celulose e os apoios da Prefeitura de São Paulo, Itaú Cultural, Microsoft, BMF Gráfica, 3uS! e Ragazzo Café.

Conheça a relação de vencedores:
Livro do Ano: À Cidade - Autor: Mailson Furtado, autor independente

Eixo Literatura
Categoria Conto: Enfim, Imperatriz - Autora: Maria Fernanda Elias Maglio, Editora Patuá
Categoria Crônica: O poeta e outras crônicas de literatura e vida - Autores: Rubem Braga, André Seffrin, Gustavo Henrique Tuna, Global Editora
Categoria HQ: Angola Janga | Autor: Marcelo D'Salete, Editora Veneta
Categoria Infantil e Juvenil: O Brasil dos Dinossauros - Autores: Luiz Eduardo Anelli, Rodolfo Nogueira, Editora Marte Cultura e Educação
Categoria Poesia: À Cidade - Autor: Mailson Furtado, autor independente
Categoria Romance: O clube dos jardineiros de fumaça - Autora: Carol Bensimon Editora Companhia das Letras
Categoria Tradução: Título: Poemas - Tradutor: Geraldo Holanda Cavalcanti, Editora da Universidade de São Paulo
Título: O macaco e a essência- Tradutor: Fábio Bonillo, Editora Biblioteca Azul

Eixo Ensaios
Categoria Artes: Título: Imaginai! O teatro de Gabriel Villela - Autores: Rodrigo Louçana Audi, Dib Carneiro Neto, Edições Sesc São Paulo
Categoria Biografia: Roquette-Pinto: o corpo a corpo com o Brasil - Autor: Cláudio Bojunga, Editora Casa da Palavra
Categoria Ciências: As Maravilhosas Utilidades da Geometria: da pré-história à era espacial - Autor: Adalberto Ramon Valderrama Gerbasi, Editora Marcelino Champagnat - PUCPRESS
Categoria Economia Criativa: Design de Capas do Livro Didático: A Editora Ática nos Anos 1970 e 1980 - Autor: Didier Dias de Moraes, Editora da Universidade de São Paulo
Categoria Humanidades: Democracia Tropical - Autor: Fernando Gabeira, Editora Estação Brasil

Eixo Livro
Categoria Capa: O Corego: Texto Anônimo do Século XVII sobre a Arte da Encenação - Capista: Carla Fernanda Fontana, Editora da Universidade de São Paulo
Categoria Ilustração: Os trabalhos da mão - Ilustrador: Nelson Cruz, Editora Positivo
Categoria Impressão: Bruno Dunley - Responsável: Ipsis (Jesué Pires), Editora Associação para o Patronato Contemporâneo
Categoria Projeto Gráfico: Conflitos: fotografia e violência política no Brasil- 1889-1964 -Responsável: Luciana Facchini, Editora Instituto Moreira Salles

Eixo Inovação
Categoria Formação de Novos Leitores: Psicanálise e literatura - Freud e os clássicos Responsável: Ingrid de Mello Vorsatz
Categoria Livro Brasileiro Publicado no Exterior: Fim | Autora: Fernanda Torres, Editora Companhia das Letras

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.