quarta-feira, 2 de janeiro de 2019

.: Leia um trecho do best-seller "Minha História", de Michelle Obama


Sucesso mundial, lançado em 13 de novembro deste ano, "Minha História" é o livro de memórias de Michelle Obama, ex-primeira-dama americana. O livro já ultrapassou a marca de 2 milhões de cópias desde a sua chegada às livrarias. 

Além de Estados Unidos e Reino Unido, a obra alcançou o primeiro lugar na lista dos mais vendidos em outros nove países, incluindo Alemanha, França, Espanha e Itália. No Brasil, o livro também entrou nas listas de não ficção da Veja e do PublishNews. Com os números recém-divulgados pela Penguin Random House, "Minha História" já é o livro mais vendido de 2018.

No livro, Michelle conta em detalhes a infância em uma região pobre de Chicago, a relação com a família e a formação de sua personalidade. Narra também a entrada para a Universidade Princeton, a adaptação numa universidade de maioria branca, o primeiro emprego como advogada em uma renomada firma de advocacia, onde conheceu e iniciou o relacionamento com Barack Obama.



Com franqueza e delicadeza, a ex-primeira-dama relata ainda o casamento com Obama, a rotina atribulada do marido e a dificuldade em engravidar. O nascimento das filhas Malia e Sasha e a decisão de Obama em concorrer à presidência dos Estados Unidos reúnem alguns dos momentos mais reveladores do livro. Os oito anos passados na Casa Branca e os desafios de estar sempre nos holofotes são abordados com impressionante lucidez.

Michelle também não se esquiva de analisar o fim do mandato de Obama e a transição para o governo de Donald Trump. Sem perder o otimismo, fala dos planos para o futuro, emite sua opinião sobre a gestão do presidente americano atual e reforça a mensagem de esperança que permeia todo o livro. "Becoming", o título em inglês, sugere justamente a ideia de transformação pessoal, e Michelle Obama ensina a todos que é possível construir a sua própria história.



Um relato íntimo, poderoso e inspirador
Em suas memórias, um trabalho de profunda reflexão e com uma narrativa envolvente, Michelle Obama convida os leitores a conhecer seu mundo, recontando as experiências que a moldaram — da infância na região de South Side, em Chicago, e os seus anos como executiva tentando equilibrar as demandas da maternidade e do trabalho, ao período em que passou no endereço mais famoso do mundo. 

Com honestidade e uma inteligência aguçada, ela descreve seus triunfos e suas decepções, tanto públicas quanto privadas, e conta toda a sua história, conforme a viveu — em suas próprias palavras e em seus próprios termos. Reconfortante, sábio e revelador, Minha história traz um relato íntimo e singular, de uma mulher com alma e consistência que desafiou constantemente as expectativas — e cuja história nos inspira a fazer o mesmo.

Com elegância, bom humor e uma sinceridade incomum, Michelle Obama nos apresenta um relato vívido dos bastidores da chegada histórica da família ao centro das atenções mundiais. Minha história traz também uma série de fotografias que ilustram a trajetória pessoal da ex-primeira-dama.

Trecho do livro

A noite da eleição de Barack Obama, o primeiro presidente negro dos Estados Unidos
“Pouco me lembro do discurso [da vitória] de Barack naquela noite. Sasha, Malia e eu ficamos assistindo dos bastidores, cercadas pelo escudo de vidro, por nossa cidade e pelo conforto dos mais de 69 milhões de votos. O que permaneceu comigo foi aquela sensação de calma, a tranquilidade incomum daquela noite à beira do lago, em Chicago, num calor incomum para novembro. 

Depois de tantos meses em comícios cheios de energia, com plateias estimuladas a entrar em um frenesi de gritos e cantos, a atmosfera no Grant Park era marcadamente distinta. Estávamos diante de uma gigantesca massa exultante de americanos que também estava palpavelmente reflexiva. O que ouvi me pareceu silêncio. Era quase como se conseguisse distinguir todos os rostos na multidão. Lágrimas brotavam em muitos olhos.

Talvez essa tranquilidade tenha sido fruto da minha imaginação, ou talvez fosse, para todos nós, mero produto da hora avançada. Era quase meia-noite, afinal. E todos estavam à espera. Estávamos à espera fazia muito, muito tempo.”



← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.