segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

.: 15 anos: Circuladô de Fulô convida artistas para álbum de releituras

Uma das bandas de maior êxito em seu gênero, o Circuladô de Fulô foi responsável por diversos hits que contribuíram para levar o forró às rádios de todo Brasil e torná-lo um ritmo frequente no mainstream. Agora, o trio busca resgatar esses sucessos no CD “Circuladô de Fulô 15 Anos”, num lançamento da gravadora Deck. Na novidade - disponível em todas as plataformas digitais desde sexta-feira, dia 15 de fevereiro - o grupo revisita o próprio repertório, convida artistas amigos para participações especiais e ainda homenageia ídolos com versões de clássicos do rock e MPB.

O conjunto, formado por Gustavo Brunatti (voz), Gustavo Bortoleto (zambumba) e Eduardo Wenceslau (guitarra e violão), decidiu ir além de uma simples coletânea, escolhendo regravar, com arranjos inéditos, pontos altos de sua trajetória. Para isso, entraram em estúdio e, com produção própria, convidaram diversos nomes influentes da música nacional para emprestarem suas vozes em diferentes faixas. “Como se trata de um álbum comemorativo a gente quis marcar o clima de festa pensando não só nos amigos do forró. Desse modo, já que a música não possui barreiras, procuramos chamar artistas de vários segmentos: samba, reggae e o maior número de gêneros possíveis. Ficamos muito felizes com as participações e pudemos transmitir essa ideia da arte atravessando os limites impostos”, explicou Edu Wenceslau.

O registro contém três singles previamente lançados: além da releitura de “Águas Mansas”, a versão de “O Sol, a Lis e o Beija-Flor” com participação de Tales (Maneva) e “Levitar” com Tato (Falamansa) já estão disponíveis online. A lista de convidados no álbum inclui ainda Bruno Cardoso (Sorriso Maroto), Zeider (Planta e Raiz), Gabriel Elias e Sandami (ex-Sambô). O Circuladô também reservou espaço para homenagear artistas que influenciaram os integrantes. Assim, o trio prestou tributo ao Charlie Brown Jr. e a Legião Urbana em um medley de “Dias de Luta, Dias de Glória”/“Tempo Perdido”. A versão digital possui ainda releituras de “Telegrama” (Zeca Baleiro), “Tudo Azul” (Lulu Santos) e “Uma Brasileira” (Paralamas do Sucesso), além das faixas “Pra Se Misturar Gostoso”, “Deixa Essa Mulher/Ao Meu É O Seu Lugar” e “Linda Menina” (Junior Ferraz)/“Onde Você Mora” (Marisa Monte/Nando Reis)/”Meu Erro” (Herbert Vianna).

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.