segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019

.: Gilberto Freyre em 26 crônicas para o público jovem, nove inéditas em livro


"Gilberto Freyre – Crônicas Para Jovens" é uma antologia de textos do autor que tocam em temas cotidianos como a modernização das cidades, alimentação, gastronomia, ecologia, infância e outros. A seleção e o prefácio são de Gustavo Henrique Tuna, doutor em História Social pela Universidade de São Paulo e especialista na obra de Gilberto Freyre. 

No prefácio, Tuna assinala que “o leitor deste conjunto de textos de Gilberto Freyre poderá vê lo em ação exercitando seu pensamento em poucas linhas, diferentemente dos longos ensaios e livros que o tornaram célebre. Nestas reflexões breves, contudo, é possível apreender como ele captava e compreendia as lições do passado e as dinâmicas sociais de seu tempo.”

As 26 crônicas selecionadas para este livro, sendo 9 delas inéditas em livro, permitem que os leitores vislumbrem a percepção luminosa de Gilberto Freyre sobre a vida em movimento. Temos aqui um dos maiores intérpretes do Brasil expondo sua visão sobre culturas, experiências e dilemas, sempre oferecendo a fértil perspectiva de um observador perspicaz da ação humana.

Sobre Gilberto Freyre 
Gilberto Freyre nasceu no Recife, Pernambuco, em 1900. Foi sociólogo, antropólogo, historiador, romancista, poeta e jornalista. Estudou nos Estados Unidos, onde se formou bacharel em Artes Liberais pela Universidade de Baylor, Texas, em 1920, e Master of Arts pela Universidade de Columbia, Nova York, em 1922. 

Em 1933, seu livro "Casa-grande & Senzala" imprimiria novos rumos nos estudos do passado nacional. Nele, Freyre realçou o papel que a miscigenação racial teria exercido na formação histórica brasileira, destacando a presença ativa do escravo negro africano nesse processo. Lançando mão de uma ampla gama de documentos, o sociólogo pernambucano construiu uma interpretação inovadora a respeito do passado da nação, realçando os elementos do cotidiano dos povos. Ao longo de sua vida, Freyre recebeu muitos prêmios e títulos nacionais e internacionais. Lecionou em universidades europeias e norte-americanas, e teve muitos de seus livros traduzidos para diversos idiomas. Faleceu no Recife, em 1987.

Sobre o selecionador 
Gustavo Henrique Tuna é doutor em História Social pela USP e mestre em História Cultural pela Unicamp, onde defendeu em 2003 a dissertação de mestrado "Viagens e Viajantes em Gilberto Freyre". Foi autor das notas ao livro "De Menino a Homem", de Gilberto Freyre (vencedor na categoria Biografia do Prêmio Jabuti 2011) e responsável pela seleção e prefácio do livro de "Rubem Braga O Poeta e Outras Crônicas de Literatura e Vida" (vencedor na categoria Crônica do Prêmio Jabuti 2018).

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.