quinta-feira, 24 de setembro de 2015

.: Em 1º de outubro, participe da ação "Dia de Ler. Todo Dia!"

Mobilização acontece no dia 1º de outubro e envolve mais de 200 cidades no País. Bibliotecas São Paulo e Parque-Villa Lobos, Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas (SisEB), Museus, Projeto Guri, Fábricas de Cultura e a própria Secretaria da Cultura realizarão ações internas e externas para incentivar o hábito da leitura
  
  
Que tal mostrar o seu interesse pela leitura e incentivar outras pessoas a desenvolverem este hábito, que promove cultura, conhecimento e cidadania? Essa é a proposta do "Dia de Ler. Todo Dia!", ação que acontece no dia 1º de outubro com o intuito de mobilizar milhares de pessoas em todo o País em atividades individuais ou coletivas de leitura. A Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo aderiu à ação, criada pela Prefeitura de Barueri, e promoverá atividades especiais em seus espaços culturais – Bibliotecas, Museus, Projeto Guri, Fábricas de Cultura e na própria sede do órgão. Para potencializar a iniciativa, os participantes são convidados a postar mensagens, fotos e vídeos nas redes sociais utilizando a hashtag #diadelertododia.
  
Qualquer pessoa, empresa ou entidade pode participar da ação, bastando que promova ou se envolva em uma atividade com leitura – individual ou em grupo. Por todo o Estado, alunos de 366 pólos do Projeto Guri em 314 cidades farão leituras durante as aulas; nasFábricas de Cultura da Zona Leste, diversas atividades serão realizadas nas bibliotecas e nos ateliês, incluindo performances poéticas. Mais de 200 municípios no País já confirmaram a participação no evento que, em São Paulo, terá como destaque a programação daBiblioteca de São Paulo (no Parque da Juventude) e Biblioteca Parque Villa-Lobos, ambas da Secretaria da Cultura do Estado. No dia 1º de outubro, elas promoverão atividades para adultos e crianças ao longo do dia.   
  
Para inspirar os visitantes, os funcionários do atendimento estarão caracterizados como grandes autores ou personagens da literatura. Às 12h30 na Biblioteca de São Paulo e às 14h na Biblioteca Parque Villa-Lobos será realizado o Sarau Poético em homenagem a Carlos Drummond de Andrade. Os visitantes também poderão participar de atividades e oficinas de construção literária coletiva, contação de histórias para o público infantil, com a atividade “Hora do Conto”, e palestra com Alonso Alvares, autor dos romances juvenis 1002ª Manhã, O Encanto da Lua Nova e As Horas Claras. Para conferir a programação completa, acesse os sites www.bvl.org.br ewww.bsp.org.br. 
  
Veja outras adesões ao Dia de Ler. Todo Dia!: 
  
Projeto Guri: Pólos do Projeto Guri espalhados por todo o Estado realizarão atividades socioeducativas ao longo de todo o mês de setembro, para envolver não só os alunos, mas também seus familiares, na ação de incentivo à leitura. No dia 1º de Outubro serão realizadas atividades com interpretação de textos durante as aulas, como forma diferente de complementar a educação musical. Nesta data, os funcionários da Associação de Amigos do Projeto Guri farão um sarau em sua sede, na Capital.   

Fábricas de Cultura: Ao longo de todo o dia 1º/10, as Bibliotecas das cinco Fábricas de Cultura localizadas na Zona Leste da capital vão realizar atividades diversas para envolver o público. Rodas de leitura, conversa com autores, leituras públicas e contação de histórias são algumas das ações programadas. Nos ateliês dos diversos cursos, os alunos também farão um dia de leitura, para discutir trechos de textos selecionados pelos educadores. No turno da noite, os aprendizes adultos serão recebidos com performances poéticas realizadas pelas equipes das Fábricas, que também vão distribuir trechos de poemas. 
  
Museu da Diversidade Sexual: Localizado na Estação República do Metrô, o Museu da Diversidade Sexual realizará, a partir das 18h00, leituras dos fanzines do projetoLampioa, que faz parte da 1ª Mostra Diversa, em cartaz no Museu. Inspirado no imaginário da literatura de cordel, Lampioa é composto por fanzines colecionáveis e apresenta o cotidiano LGBT contemporâneo com poesias e palavras rimadas.  O público poderá participar lendo trechos em voz alta ou de maneira silenciosa. 
  
Memorial da Resistência: Durante todos os horários das visitas mediadas (10h, 11h, 13h30 e 15h), o educador, juntamente com o público visitante, fará a leitura de cartas de ex-presos políticos, poesias, letras de música e trechos de livros relacionados ao tema tratado pelo Museu. Na visita mediada das 16 horas, um ex-preso político lerá um texto de sua produção e conversará com o público sobre suas experiências no período da Ditadura Civil-Militar. 
  
Museu da Imigração: A entidade Ritmos do Coração, voltada às pessoas com deficiência, faz uma visita guiada ao Museu da Imigração com alunos da Escola Municipal de Educação Especial Anne Sullivan. Às 11h00, os alunos vão ler trechos de cartas e outros textos escritos por imigrantes que fazem parte do acervo do Museu. 

Museu Casa de Portinari - Brodowski: A partir das 9h, os visitantes participarão da leitura de poemas do pintor Candido Portinari, que também escrevia, além de textos relacionados à obra do artista. Além de contação de histórias para o público e leitura de contos entre os funcionários, a programação também inclui uma “banca” que será montada na esplanada em frente ao museu para que os passantes escolham um livro para ler. Esta ação será realizada com apoio do Lions Club de Brodowski. 
  
Museu Felícia Leirner – Campos do Jordão: No dia 1º de outubro, os visitantes encontrarão uma “árvore da poesia” nos jardins do museu, onde poderão colher versos. Às 20h, haverá o lançamento do projeto A cada livro perdido, um leitor encontrado, que incentiva a democratização da leitura através da dispersão de livros, prática conhecida como bookcrossing. O leitor pode levar embora o volume que lhe interessar, sem nenhum tipo de burocracia, e poderá dar a ele o destino que quiser. Às 19h haverá uma palestra sobre Clarice Lispector no auditório - como ingresso, o visitante deve doar um livro para o bookcrossing. 

Museu Índia Vanuíre – Tupã: O Museu realizará com seus visitantes várias atividades envolvendo a leitura referente à cultura indígena, a exemplo das lendas indígenas Karajá. Durante todo o dia, o Museu oferecerá empréstimo livros de literatura indígena voltados para crianças, jovens e interessados no tema. 
  
Museu da Língua Portuguesa: Os grupos agendados participarão de atividades com leitura, com textos literários pertinente à visita e faixa etária.   
Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas (SisEB): Com cerca de 840 bibliotecas públicas municipais cadastradas em todo o Estado de São Paulo, o SisEB lançou o Desafio Dia de Ler. Todo Dia! para toda a rede, sendo que a biblioteca que apresentar a iniciativa mais criativa será premiada com um kit especial de  livros, composto por títulos dos finalistas do Prêmio São Paulo de Literatura 2015. 
  
Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo: Diversas ações voltadas aos funcionários da Secretaria da Cultura serão realizadas no dia 1º, entre elas a criação de um espaço para empréstimo de livros no modelo “ponto de bookcrossing”. Ali, os funcionários poderão ler e retirar os livros livremente, se comprometendo a devolvê-los para que outras pessoas também possam utilizá-los. Essa biblioteca será feita com o apoio dos próprios funcionários, convidados a trazer livros que possam ser doados para o espaço de leitura. Uma equipe da Biblioteca de São Paulo estará presente no dia, apresentando a programação mensal da instituição e realizando cadastro de novos associados.   Para finalizar, um grupo de alunos da Organização Não-Governamental Bem-Me-Quer, em parceria com a Assessoria de Cultura para Gêneros e Etnias, irá ler trechos de Tarsila do Amaral para os funcionários da Secretaria. 
  
Para mais informações sobre o Dia de Ler Todo Dia, acesse o site www.diadelertododia.com

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.