sexta-feira, 13 de novembro de 2015

.: Jovens da Querô transformam geladeiras em bibliotecas

Alimente-se de conhecimento! Foi com essa ideologia que os jovens das Oficinas Querô 2015 realizaram nesta semana o projeto "Geladeiras Literárias", levando arte, cinema e literatura para diferentes comunidades dos morros da Baixada Santista.

Todos os anos, os jovens são estimulados a realizarem uma Ação Social na região. Pensando não somente no universo audiovisual, mas também na transformação humana, a intenção da turma de 2015 foi a de levar mais cultura às comunidades, tendo a literatura como ferramenta. Foram quatro geladeiras doadas por moradores das cidades da Baixada Santista foram customizadas e transformadas em bibliotecas.

Para isso, houve uma mobilização regional, de diferentes formas. O artista Leandro Shesko ministrou aos jovens uma aula prática sobre pintura em grafite e customizou uma das geladeiras. As outras três foram pintadas pelos próprios jovens, desde a criação do desenho até a aplicação na geladeira.

Cerca de 300 livros foram doados por moradores e empresas da região, em campanha realizada online, via redes sociais e aplicativos no celular e as tintas foram doadas pela empresa Tintas e Tintas. Após essa união, foi possível realizar a entrega das Geladeiras Literárias em quatro comunidades da região: Vila Progresso, Morro do Tetéu, Morro do José Menino, em Santos, e Vila Charms, em São Vicente.

No Morro do Tetéu, por exemplo, a Geladeira Literária ficou no H&D Infinity, espaço criado pela moradora Nani, onde realizam atividades com cerca de 20 crianças, oferecendo aulas de canto, dança e show de talentos. “Acho a cultura importante pra criança se desenvolver e aprender, por isso tivemos essa ideia de criar um espaço para que as crianças saíssem das ruas”. Sobre as geladeiras, Nani agradeceu por mais esta atividade com as crianças. “Achei a ideia da geladeira ótima pois aqui nada acontece sem união. Agora temos um ponto de pesquisa e leitura para a criançada”.

Todo o processo de captação dos materiais, pintura das geladeiras e a entrega nas comunidades foi registrado em um documentário, com direção dos jovens Lucas Camargo e Danielle Gonçalves. “Foi emocionante ver a reação das pessoas ao receberem as geladeiras. Adoramos colocar em prática esse documentário e ver o quanto livros que pareciam tão comuns no nosso dia a dia foram tão importantes para os moradores”, comenta o jovem Lucas.

As Oficinas Querô tem patrocínio do Banco Votorantim. O filme poderá ser visto na sessão de estreia dos curtas das Oficinas Querô 2015, marcado para o dia 15 de dezembro, no Cine Roxy 5 , no Gonzaga.

Projeto foi realizado em diferentes cidades A ação foi inspirada em intervenção realizada por artistas em Brasília, televisionada recentemente em rede nacional e que ganhando espaço pelas cidades brasileiras. A intenção de trazer a ideia para a Baixada Santista, incentivando a união das artes regionais e a troca de experiências das comunidades com artistas e jovens do Querô foi do profissional Rubens de Farias, educador das aulas de Coletivo das Oficinas Querô.

“Dessa forma, os jovens do Querô deixam um legado às comunidades da região, contribuindo para a troca de experiências entre comunidade e juventude”, comenta o educador. A articulação com as comunidades se tornou possível devido à parceria com o Instituto Elos, que realiza atividades nas comunidades da região por meio do programa Comunidades Empreendedoras.
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.