domingo, 19 de fevereiro de 2017

.: Dupla Prettos encontra pluralidade da música brasileira

A dupla Prettos chega em 2017 com mais um marco em sua brilhante trajetória na música brasileira. Cantores, compositores, instrumentistas, atores e produtores, Magnu Sousá e Maurilio de Oliveira integraram por anos o célebre Quinteto em Branco e Preto e fundaram a Comunidade Samba da Vela. 

A carreira de mais de 20 anos dos irmãos culmina em um novo trabalho permeado por influências que vão do samba de roda ao rap, da música latina ao baião, entre outras misturas: "Essência da Origem", de 2016.

O disco, cujo nome também intitula uma de suas 12 faixas, chega às plataformas de streaming e lojas físicas. O  primeiro single divulgado este ano foi “Sem Marcas de Dor”, canção composta em 1994 e até então nunca lançada ao público. O álbum também reserva outras boas surpresas como “Cundum”, que conta com a participação especial do rapper Emicida citando trechos de “Coração (Samba Anatômico)” de Noel Rosa - 1931. Esta parceria, que já havia sido anunciada pelos artistas em um teaser, agora finalmente recebe um espaço para abriga-la merecidamente.

Confiança, superação dos obstáculos e auto-estima são temas de “Alegria e Boa Fé”, canção que abre o disco. A faixa-título “Essência da Origem” é uma baião que traz o romantismo e a simplicidade do homem do campo ao homenagear os vaqueiros, os boiadeiros e todo interior do Brasil. Já “Soul to Soul” traz em seu mote valorizar os negros e suas inúmeras criações em todos os âmbitos da sociedade.

Outro destaque do repertório fica por conta do samba-bossa “Cai Fora”. Mantendo a versatilidade do álbum, a música “Sambolatino” - interpretada em espanhol - é uma mistura de sonoridades latino-americanas e conta com a participação do virtuosíssimo violonista Alessandro Penezzi.

Neste novo projeto, a dupla ressalta sua história e amor pela diversidade musical e cultural brasileira. O resultado desse esforço e paixão é entregue sob uma produção totalmente autoral e rica, nada menos apropriado para contar uma trajetória que colocou os sambistas como expoentes da música no país.

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.