sábado, 16 de setembro de 2017

.: Grupo Oba! apresenta primeira peça de projeto sobre o universo feminino


O Grupo Oba! de Teatro estará em cartaz com o espetáculo “Por Ser Mulher: Substantivo Feminino”, aos sábados e domingos, até 24 de setembro, sempre às 20h. As apresentações acontecem no Espaço Cia. Do Pássaro, na região central de São Paulo.

A peça, que fez sua estreia em abril desse ano, no Festival de Teatro de Curitiba, faz parte do projeto "Por Ser Mulher", iniciado em janeiro de 2016 e que se propõe a investigar o que é ser mulher, com suas dificuldades e suas alegrias. “Tivemos um processo diferente. Normalmente, partimos de um texto já pronto e construímos em cima. Essa peça foi construída a partir de muitas experimentações e experiências que culminaram nesse texto”, diz Letícia Junqueira, atriz e pesquisadora do projeto.

O ponto de partida para o "Por Ser Mulher" foi uma situação de assédio vivida por uma atriz que fez parte do grupo. A situação foi comentada nos ensaios, gerando um debate sobre o quanto mulheres tinham que lidar com situações machistas no teatro e, ampliando esse debate, no mundo.

Ao compartilhar o caso em redes sociais, em um desabafo sobre o quanto a mulher é julgada e inferiorizada no teatro, Tally Mendonça – diretora, dramaturga e produtora do espetáculo – percebeu que as angústias vividas pelas atrizes do grupo eram semelhantes às de diversas mulheres. “Estou à frente de todos os nossos projetos, como diretora e produtora, e canso de me pedirem para falar com meu diretor ou meu produtor, como se eu, por ser mulher, não fosse capaz de liderar um projeto ou até mesmo um grupo”, fala.

Além de diversas pesquisas e leituras e das experimentações cênicas, as atrizes compartilharam relatos pessoais e mediaram três encontros sobre temas que apareciam com maior frequência na pesquisa: "Eros Volusia e as Mulheres que a História Esqueceu" (com a participação de Bia Varanis, criadora da página "As Mina na História"), "Maria Lenk e as Mulheres no Esporte" e "Nina Simone e a Força da Mulher Negra".

O grupo realizou quatro apresentações da peça, em abril e maio de 2017, como uma pré-temporada, para avaliar o retorno do público. “Foi emocionante ver que o texto toca a todas as mulheres, que elas se sentem identificadas. Recebemos um retorno incrível, que nos motiva a continuar a pesquisa. Estamos ansiosas para mostrar as mudanças que fizemos e para ouvir outras pessoas, outros públicos”, diz a atriz e pesquisadora Evelyn Cristina. O grupo já iniciou a pesquisa para a segunda peça do "Por Ser Mulher", investigando outros temas, dentro desse universo.

"Por Ser Mulher: Substantivo Feminino"
Duração: 70 minutos | Recomendado para maiores de 14 anos.
De 2 a 24 de setembro, sábados e domingos, às 20h.
Local: Espaço Cia. Do Pássaro (R. Álvaro de Carvalho, 177 – Centro). Ingressos: R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia) – Pagamento apenas em dinheiro.
Dramaturgia, direção e produção: Tally Mendonça
Elenco: Audrey Cristina, Esmeralda Lemes, Evelyn Cristina, Letícia Junqueira, Pâmella Lopes e Patrícia Rossetti.
Música original de: Patrícia Rossetti
www.facebook.com/grupoobadeteatro

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.