segunda-feira, 9 de outubro de 2017

.: Lulu Santos lançará álbum com releituras surpreendentes de Rita Lee

Na última sexta-feira, a Universal Music lançou um EP com quatro músicas que integram o repertório do novo álbum de Lulu Santos, “Baby Baby”, com releituras inéditas da obra de Rita Lee e seus parceiros, que chega às lojas em 20 de outubro. As canções escolhidas para serem reveladas esta semana são: “Mamãe Natureza”, “Desculpe o Auê”, “Baila Comigo” e “Fuga Nº 2”, que estarão disponíveis em todas as plataformas digitais. 

Fã declarado da música de Rita Lee, Lulu conta como surgiu a ideia de homenagear a obra de sua "Nave-Mãe" em um álbum: “Acabando de ler sua biografia percebi o quanto aquelas canções, cuja concepção ela detalha no livro, eram também a história da minha vida. Rita certamente é a compositora e cantora de música popular brasileira de quem eu sei mais músicas e letras de cor”, disse o cantor.  

Sobre “Mamãe Natureza”, Lulu destrincha: “É uma dessas canções emblemáticas, Rock à paulista por excelência, comecei a tocá-la numa levada de blues, com o violão andando pela casa e botei um solo de gaita. Depois que estava masterizada, percebi que era uma mistura de The Beatles e The Rolling Stones, outra coisa formativa que tenho em comum com a Rita”. Na faixa “Desculpe o Auê”, o cantor frisa o hit: “Todo mundo canta junto, é aquela canção de pedido de desculpas. Não foi muito mistério: foi de novo pegar o violão e cantar”.

Já “Baila Comigo” foi um desafio: “Quando comecei a construí-la em minha cabeça, estava em Montevidéu (Uruguai), e foi onde me deparei com fenômeno ‘Despacito’, porque tocava no rádio o tempo todo.  De cara, logo gostei do fato de uma música hispânica dominando os espaços mundiais e 'Baila Comigo' é uma música hispânica.  Ela tem essa latinidade quase caricatural, assim do jeito que o brasileiro imagina”, diz Lulu.

“Fuga Nº 2” é a canção que fecha este EP. Feita em 1969, é o título mais antigo da coleção, explica Lulu: “Talvez tenha sido a música que me fez singularizar a Rita do grupo, porque era sua música solo no primeiro álbum que eu tive dos Mutantes”, revela o cantor. “Baby, Baby” é uma celebração muito pessoal da obra de uma grande artista por um grande fã.

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.