quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

.: “Carbono Alterado”, de Richard Morgan, o livro que inspirou a série

Referência no gênero cyberpunk, “Carbono Alterado” retrata a sociedade no século XXV, quando a humanidade avançou para toda a galáxia e morrer se tornou quase impossível. Isso porque os humanos possuem um implante no corpo onde suas memórias podem ser armazenadas. Então, se o indivíduo morrer, é possível fazer o download de tudo o que já viveu em um novo corpo, também chamado de capa. A morte, agora, é apenas um contratempo e grandes corporações cuidam para que este processo aconteça da melhor forma possível.

Takeshi Kovacs já foi reiniciado várias vezes. Ele é um ex-emissário da ONU e, como um “Enviado”, possui habilidades especiais. É por isso que, após sua última morte em um planeta a 186 anos-luz de distância, ele acorda na Terra, inserido em uma nova capa e com uma missão. Kovacs é contratado por um poderoso magnata chamado Laurens Bancroft que quer descobrir quem assassinou o seu último corpo. Apesar do ricaço ter um backup de seus arquivos dos corpos anteriores, ele não consegue acessar como foram seus últimos momentos na vida anterior. A polícia afirma que foi suicídio, mas Laurens garante que nunca se mataria. O magnata tem muitos inimigos.

Kovacs tem seis semanas para solucionar este mistério e durante este tempo, Luarens será responsável por todas as despesas da investigação. Uma vez bem sucedido, o detetive terá sua liberdade e poderá voltar para o seu planeta natal – e com os bolsos cheios. Mas o que ele não sabe é que ao aceitar esta missão, estará no centro de uma conspiração perversa até mesmo para uma sociedade que trata a existência humana como produto.

“Carbono Alterado” é o romance de estreia de Richard Morgan. E a série homônima, que será lançada pela Netflix, tem previsão de estreia para dia 2 de fevereiro. O elenco inclui Joel Kinnaman, de Esquadrão Suicida, no papel do protagonista, James Purefoy, Renee, Elise Goldsberry, Martha Higareda, Ato Essandoh, Chris Conner, Will Yun Lee e Dichen Lachman. A história foi adaptada pela roteirista e produtora Laeta Kalogridis ("Battle Angel Alita") e pelo diretor Miguel Sapochnik (responsável pela “Batalha dos Bastardos” em "Game of Thrones").

Richard Morgan é autor de diversos livros de ficção científica e fantasia. Foi tutor do departamento de língua inglesa na Strathclyde University antes de sua carreira de escritor deslanchar. Fluente em espanhol, já morou em Madrid, Istambul, Ancara, Londres e Glasgow. Atualmente vive no Reino Unido com a esposa e o filho.

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.