sábado, 31 de março de 2018

.: Astróloga, Maju Canzi explica: "Não existe signo ruim"

Existe signo melhor ou pior? Como entender as reações de atração ou repulsa que as pessoas têm por determinados signos? Você já ouviu alguém dizer que é de um signo específico com uma certa cara de “me desculpe por ser assim”? ou então alguém falar “coitado, é do signo x”

A astróloga Maju Canzi explica: “Ninguém é um só signo, cada pessoa tem características de todo o zodíaco em aspectos da sua vida e podemos aproveitar as vibrações mais altas dos signos e compreender a vibração baixa e como isso nos influencia”.

Ela explica o que é um signo. “A palavra, que vem do latim signum, significa sinal, ou a representação de alguma coisa. Nada melhor para exemplificar o que os signos do zodíaco traduzem em nossa vida”. Maju também lembra que o que geralmente chamamos de “nosso signo” indica por qual constelação o Sol estava passando durante o nascimento de uma pessoa e, por isso, influencia de uma certa maneira na nossa personalidade e na maneira como pensamos o mundo. Ela diz que "uma forma rápida de identificar as vantagens/desvantagens ou seja, os pontos alto e baixos dos signos é compreender o elemento de domínio desse signo", veja:


  • Fogo: Áries, Leão e Sagitário
  • Terra: Touro, Virgem e Capricórnio
  • Ar: Gêmeos, Libra e Aquário
  • Água: Câncer, Escorpião e Peixes

A Astróloga revela: “Cada um desses grupos de signos têm características bem próprias: os signos de fogo normalmente são mais expansivos e ágeis, os de terra, mais calmos, práticos e organizados, os de ar, podem ser mais expressivos e intelectuais, e os de água, profundos e sentimentais. Cada signo é analisado, dentro da Astrologia, com suas vibrações mais altas e mais baixas. Assim, um signo muito impulsivo, o que seria uma vibração baixa, tem seu lado corajoso e desbravador, em uma vibração alta. Um signo muito sensível e altruísta, que seriam vibrações altas, pode também ser muito melancólico e ressentido, uma vibração baixa”.

É preciso analisar o mapa de uma pessoa como um todo, para saber a quantidade de cada elemento ela possui, já que cada pessoa reúne uma infinidade de elementos que são utilizados para fazer a análise profunda da personalidade, características, potencialidades e aspectos da sua alma. Maju explica: “é preciso reunir características de todos os signos, além seus planetas regentes, o local onde os signos e planetas estão no mapa astral, e os aspectos que formam entre si, para ter as vibrações mais altas e as mais baixas de uma pessoa. Reações de atração ou repulsa a determinados signos são fruto de uma análise rasa, superficial, e muito também ligada a previsões que são feitas de forma geral, sem analisar a pessoa em si”.

A Astróloga também lembra que temos uma tendência social a enfatizar o lado negativo das coisas. Assim, Escorpião é descrito como um signo traiçoeiro, pois não esquece facilmente, mas pouco se fala que Escorpião é o signo das transformações e da verdade. Da mesma forma, é mais fácil encontrar um texto falando de Capricórnio como um signo calculista, mas poucos falando da capacidade estratégica e capacidade de fazer as coisas durarem no tempo. Tudo depende de como estamos utilizando o potencial que temos. É uma semente, que pode florescer ou permanecer fechada, cada um faz sua escolha, e isso é livre arbítrio, não destino.

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.