domingo, 9 de setembro de 2018

.: #DOM19: Isabella Santoni fala sobre fama, anonimato e amor sem rótulos


Por Helder Moraes Miranda, em setembro de 2018.

O ano é 2010 e o tema de sua festa de aniversário é... I <3 NI, com toda a identidade visual do famoso slogan de Nova York, mas, no caso, com as iniciais da cidade onde cresceu: Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. “Foi o máximo, todo mundo vestiu a camiseta I <3 NI e teve até um MC para comandar um baile funk na pista”, lembra. “Tenho o maior orgulho da minha origem. Venho de uma família pobre, mas nunca me faltou nada”. 

Corta para agosto de 2018. Bella pede uma água sem gelo em uma tabacaria (que pertence ao ator Thiago Lacerda) em um minishopping na Barra da Tijuca. No andar de baixo, em outro bar, seus colegas de elenco da novela global "Orgulho e Paixão", que chega ao fim este mês, e na qual interpreta Charlotte, comemoram o aniversário de Vera Holtz. Algo impensável para a menina que até poucos anos atrás pegava mototáxi, metrô e dois ônibus para ir de casa ao curso de teatro em Laranjeiras? “Não! Foi para isso que foquei, estudei e fiz tantos sacrifícios”, diz, coberta de razão.  Isabella Santoni é capa da revista Glamour de setembro.

Falar a real, persistir, consumir com consciência (Bella sempre ajudou em casa e, agora, está construindo um apartamento sustentável para a família), ter as redes sociais como parte natural da vida (ela dirige, estrela e produz ensaios específicos para o Instagram) e, sobretudo, não se culpar por não dar conta de tudo fazem da atriz uma legítima representante da geração Z. A True Gen, dos nascidos entre 1995 (ano de Bella) a 2010, acredita na verdade como ferramenta – e sem binarismo. “Tudo pode ser ou pode não ser. Até uma pessoa que age ‘errado’ numa situação tem os motivos dela. A verdade de cada um é muito particular”. Inclusive a sua, né, Bella? Mais sobre ela nos insights corajosos, sobre temas jogados pela revista Glamour.  Vai, garota!  

A hora da escolha 
“Se, no primeiro ano do Ensino Médio, começaram a perguntar o que eu queria fazer e eu já sabia, por que não começar na hora? Ou continuava na minha vidinha tranquila de Nova Iguaçu até os 18 anos, me formava na escola particular em que tinha bolsa (a mãe dela, Ana Cristina Ribeiro, é professora de inglês), ou mudava tudo e corria atrás sem esperar. Optei pela segunda alternativa. Mudei para a escola pública noturna para fazer teatro de manhã, acordei muito cedo, morei com um tio para ficar no Rio, mais perto do teatro, levei muito ‘não’ em testes. Foi um sacrifício enorme, mas valeu. Hoje agradeço minha mãe por ter me dado essa oportunidade de escolha tão nova”.

Revisão de valores
“Quando comecei a estudar teatro tinha um pensamento muito ortodoxo, quadrado. Vinha de uma família tradicional, ia para a igreja católica todo domingo... Não entendia bem por que as pessoas eram homossexuais, recriminava quem bebia muito ou usava drogas. Freud fala que uma hora você ‘mata’ seus pais, né? Brinco com a minha mãe que, quando comecei a fazer teatro, eu os ‘matei’ e passei a ver o mundo pelos meus olhos (os pais de Bella nunca viveram juntos. Ela foi criada pela mãe, mas tem uma boa relação com o pai). Minha mudança de postura refletiu também na minha mãe, que passou a se abrir e a me ouvir. Passei a alertá-la quando ela fazia comentários pequenos, daqueles que a gente não percebe. Tipo vermos um casal gay e ela falar: ‘Coitada da mãe deles’. E eu: ‘Coitada por quê?  Tenho pena de quem não pode ser o que quiser’.  Ela concorda e assim seguimos”.

Redes sociais
“Para mim, é natural e, ao mesmo tempo, pensado, já que tenho responsabilidade sobre o que eu falo.  A 'Malhação', que foi o meu primeiro trabalho na TV (ela interpretou a protagonista Karina, em 2014) trouxe um público que cresce junto comigo. Meninas que estavam na escola e hoje são mulheres cursando faculdade. Então penso o que vou falar e como vou falar. Ultimamente tenho feito uns ensaios meus exclusivos para o Instagram. Escolho tema, fotógrafo, make. Uma amiga me ajuda no styling. Minhas redes sociais são a minha plataforma: onde controlo o que é falado e feito sobre mim e como quero me posicionar em relação aos assuntos. Quando viajei para Bali no ano passado, por exemplo, fiz trancinhas no cabelo e recebi críticas de apropriação cultural. Em momento algum pensei que estava ofendendo alguém e não soube reagir na hora. Hoje pediria desculpas às pessoas que se sentiram ofendidas. Mas na hora, não deu, não sabia.  E tudo bem. Busco a resposta transparente sempre”.

Fama & Anonimato
“Cara, nunca pensei nisso. Ser famosa não era uma vontade. Em 'Malhação' eu era uma menina vivendo um sonho e, quando me dei conta, tinha milhões de seguidores nas redes. No meu dia a dia, a ficha caiu mesmo quando fui a uma festa de rua em Nova Iguaçu, a Festa do Aipim. Não consegui passar do estacionamento. Veio uma multidão, ninguém andava, chamaram os seguranças... Na hora, fiquei meio assustada. Eu era a mesma pessoa indo ao lugar que sempre ia. Não entendia a necessidade de as pessoas de me tocarem e tirarem fotos”.

Amor sem rótulos
“Quando comecei a ficar com Caio (Vaz, o surfista com quem está há dez meses) e nem eu sabia se estava namorando, as notícias já começaram a rolar. Aí, entra o aprender a lidar com a verdade. Quando um jornalista me perguntou sobre isso, respondi que também não sabia e que beijar uma pessoa não significa, necessariamente, estar namorando. Por que essa necessidade de rotular todos os relacionamentos? O que é namorar? É dar bom-dia e boa-noite?  É ficar só com a mesma pessoa? A gente está feliz, e estar feliz é o que importa”.

***


Ciro Gomes ganha apelido de "Sugar Daddy" pelos internautas

O candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes, foi chamado de “Sugar Daddy” nas redes sociais - uma expressão de origem americana, que representa a figura do homem mais velho que banca financeiramente suas companheiras mais jovens. O apelido atribuído ao presidenciável, foi devido à sua principal proposta de campanha batizada como “Projeto Nome Limpo”, que visa ajudar os brasileiros que estão com o ‘nome sujo’, a quitar seus débitos e limpar o nome junto ao SPC.

Alguns dos tuítes em que Ciro Gomes foi chamado de “Sugar Daddy do Brasil” e “Pai dos endividados” foi conferido pelo Universo Sugar, site de Sugar Daddy no Brasil. A propaganda eleitoral gratuita na televisão começou dia 31 de agosto, o plano de quitação de débitos de consumidores no SPC foi apresentado logo nas primeiras inserções. O projeto se tornou a principal bandeira da corrida do pedetista ao Planalto.  Segundo o candidato do PDT, 63 milhões de brasileiros estão hoje com nome sujo no SPC.

A expressão "Sugar Baby", é denomainada para mulher ou homem que recebe o auxílio financeiro do Sugar Daddy no estilo de relacionamento. O projeto“ Nome Limpo” foi apresentado por Ciro durante o primeiro debate presidencial, na Band, e desde então tem sido sempre associada ao candidato de forma bem-humorada, inclusive com apelidos e memes nas redes sociais. As eleições jamais decepcionam, ao menos no quesito criatividade.

***

SBT lança miniaturas oficiais de “Seu Madruga” e “Quico” em Art Scale 
O SBT Licensing e o Grupo Chespirito em parceria com a Iron Studios acabam de disponibilizar oficialmente no Brasil as estátuas de Art Scale 1/10 dos personagens Seu Madruga e Quico do seriado mexicano “Chaves”, um ano após o lançamento mundial da primeira peça Art Scale 1/10 do personagem Chaves através da coleção “Chaves - Piripaque Edition”.

Após diversos pedidos dos fãs de “Chaves”, que através do SBT conquista gerações desde sua chegada ao Brasil há 34 anos (24 de agosto de 1984), a Iron Studios, primeira fabricante brasileira de figuras colecionáveis de alto padrão, lança duas novas peças oficiais colecionáveis. 

Cada uma possui aproximadamente 20 cm de altura e é fabricada em polystone, pintada à mão e com base que representa o chão da vila onde vivem os personagens. O valor de cada peça é R$ 379,99 (ou juntas por R$ 699,99) e podem ser adquiridas exclusivamente nas lojas físicas “Iron Studios Concept Store” em São Paulo e no Rio de Janeiro ou através do site: https://www.ironstudios.com.br/.

E mais, para os próximos meses está prevista a chegada de outras peças da linha, com mais personagens icônicos do universo Chaves, entre eles o do Senhor Barriga e Chapolin Colorado.

***


Lucas Lucco veste Dolce Gabbana em novo DVD
O cantor Lucas Lucco acaba de gravar o segundo DVD da carreira, e mostrou que além do repertório, que foi escolhido a dedo, se preocupa com a imagem quando o assunto é moda. Os quatro looks usados pelo cantor foram escolhidos pelo stylist Thiago Biagi e assinados pela marca italiana Dolce Gabbana.

Stefano Gabbana, designer de moda e co-fundador da marca e luxo, postou em suas redes sociais uma foto de Lucas usando um dos looks no dia da gravação do DVD. A escolha do figurino foi baseada na carreira do cantor, passando por toda sua trajetória musical, que é bem versátil, não se aplicando só ao sertanejo.

Além de Anitta e Maluma, Lucas é um dos queridinhos pela marca no Brasil, que fez questão de marcar presença nesse mega projeto gravado em Goiânia na último dia 28.

***


Ex-BBB's, musas do carnaval e anônimas: 
Brasileiras invadem reality shows em Portugal
Nesta semana, a “mansão do amor” do reality português chamado "Love on Top" ganhou mais uma concorrente. A pernambucana Rebeca Melo, de 28 anos, viajou ao país a trabalho e viu a oportunidade de ficar famosa caso participasse do programa em Lisboa. Para entrar, ela fez uma dieta rígida no intuito de chamar a atenção para o corpo. “Foi um teste muito difícil, nunca imaginaria passar”, conta.

Além da Rebeca, várias modelos brasileiras já tentaram ou continuam tentando um espaço na televisão portuguesa. As Miss Bumbum Erika Canela, Suzy Cortêz, Jéssica Lopes (conhecida como a "Peladona de Congonhas") e até a ex-BBB 2012 Kelly Medeiros participou da edição há dois anos e levou para casa R$ 86 mil reais.

Antes de entrar na casa, Rebeca comentou que a simpatia dos brasileiros é uma chance a mais para ela. “Eles gostam do nosso gingado, forma de fazer amizades e conversas, só assim para dar mais audiência pra eles”...

***


Especialista afirma: "Pare de fazer dieta!" 
Segundo pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Nutrologia em vários consultórios médicos espalhados pelas principais capitais do país, dos 503 pacientes entrevistados, entre agosto e setembro do ano passado, 77% já fizeram algum tipo de dieta por conta própria e 21,6% afirmaram estar em sua quarta tentativa.

Os dados, apesar de ser uma amostra pequena, refletem a dificuldade que milhares de brasileiros, principalmente as mulheres, enfrentam diariamente quando o assunto é emagrecimento. 

De acordo com a psicoterapeuta Sorella Mendes, as dietas só aumentam a compulsão alimentar dos pacientes. “Fazer dieta engorda e a prova disso é ver quantas pessoas passam a vida toda de dieta e nunca conseguem ficar magras”, afirma.

Quando decidimos perder peso, automaticamente nosso cérebro já pensa em quais alimentos devem ser cortados da dieta. Carboidratos, doces e gorduras, considerados os vilões do emagrecimento, são os primeiros a serem removidos. 

Porém, de acordo com Sorella, que também atua como coach de emagrecimento, ao cortar um alimento que se gosta ou que tem algum valor afetivo de forma drástica, a compulsão pode ser despertada e o paciente pode voltar a comer o alimento de forma descontrolada, o que anula todo o esforço da privação e acaba com qualquer dieta.

“Não existe dieta milagrosa, existe alimentação intuitiva. É preciso conhecer o próprio corpo, respeitar suas necessidades, aprender a lidar com as emoções sem associá-las à comida e descobrir novos estímulos de satisfação e prazer. Quando se faz as pazes com os alimentos é possível eliminar peso sem viver uma vida de dieta e privações”, afirma a psicoterapeuta.

As pesquisas existentes sobre alimentação intuitiva ainda estão em crescimento e estão focadas principalmente nas mulheres como público alvo. Até o momento, já existem estudos que mostram a ligação da alimentação intuitiva a atitudes psicológicas mais saudáveis, menor IMC e manutenção do peso.

Criado pelas nutricionistas americanas, Evelyn Tribole e Elyse Resch, o comer intuitivo é um conceito que visa uma relação mais saudável com o alimento e ensina as pessoas a conhecerem seus próprios corpos. Ele tem como objetivo desenvolver uma “sabedoria corporal”, por meio de evidências físicas e emocionais, que permitam as pessoas a reconhecer suas reais necessidades em relação ao alimento e evita o transtorno do comer de forma compulsiva.

Saber reconhecer e distinguir a fome física da emocional é muito importante para aprender a lidar com os alimentos de forma correta e sem compulsão. Entender o quanto um alimento é importante naquele momento para você e para o seu corpo, é a única forma de consumi-lo sem culpa e sem descontrole, o que de fato é responsável para o aumento do peso na balança.

“Não é a ingestão do chocolate ou do pedaço de pizza que te faz engordar, mas sim como, quanto ou quando você faz isso. Sentir prazer em comer uma pizza, uma sexta à noite, na companhia dos amigos é fundamental para o nosso bem-estar. O que não pode é comer de forma descontrolada, e as vezes até escondido, inúmeros pedaços de pizza ou chocolate em um momento de ansiedade ou tristeza sozinha em casa”, declara Sorella.

A alimentação intuitiva tem como foco principal desenvolver o hábito de comer em horários regulares, de forma pensada e programada, buscando encontrar prazer, no lugar da culpa, ao fazer uma refeição. Abandonar dietas restritivas é o primeiro passo para se manter magra, saudável e feliz.

***


MC Cariokinha faz preenchimento labial: "Tudo pela carreira"
MC Cariokinha está querendo mudar totalmente o visual para a nova fase de sua carreira. O primeiro passo foi modificar os lábios. A nova promessa do funk carioca fez preenchimento labial com ácido hialurônico, na última quarta-feira, 5 de setembro, com Cláudia Amaral, que é cirurgiã dentista especialista em harmonização Orofacial, preenchimento de olheiras, preenchimento fácil e botox.

A cantora contou que não se incomodava com os lábios finos, mas fez isto pensando na imagem como artista. "Nem pensava em ter lábios carnudos, mas a boca é uma das partes que mais chamam atenção em uma cantora, por isso é importante estar bem bonita. A doutora Cláudia fez o procedimento na medida exata, para que não ficasse caricato. Tudo pela carreira", disse a jovem. Além da intervenção na boca, a MC fez preenchimentos no sulco nasogeniano, popularmente conhecido como bigode chinês e aplicação de botox na glabela, que fica na testa.

***

Lolla está toda sexy em clipe de "Perigosa"
A cantora Lolla lançou, no último sábado, 8 de setembro, em seu canal do YouTube, o clipe de "Perigosa", em que aparece toda sexy no vídeo gravado no Mirante do Arvrão no Vidigal, local que a artista conheceu e já imaginou fazer alguma produção ali. 

Aliás, a artista inverteu a ordem na concepção do vídeo. Diferente do que normalmente acontece, a cantora primeiro pensou na ambientação do clipe e, posteriormente, na música que combinaria com ele. 

"Eu me encantei pelo lugar. Queria fazer alguma produção lá, só não sabia como. E depois, eu quis algo fosse eu, que representasse meus sentimentos e sensações. Minha inspiração para isto foi 'Dangerous Woman', de Ariana Grande. Fiquei muito orgulhosa do resultado. Estou muito feliz e espero que as pessoas gostem também", disse a cantora. 

Conhecida na comunidade LGBTI, da qual faz parte, Lolla, já se apresentou em diversas boates gays do Rio e São Paulo. Agora, a cantora espera que "Perigosa" lhe abra novos horizontes.

"Nos últimos anos, presenciamos várias drag queens, como Pabllo Vittar, Glória Groove, entre outras, deixarem de ser artistas restritas a nichos e entrarem para o mainstream. O público LGBTI é minha base, mas faço música para todos. Quero levar meu som para todos", disse a artista de 23 anos.

Cursando Pedagogia na UERJ, a ruiva além de ser ativista da diversidade sexual, é engajada com causas sociais, defensora dos animais e de bandeiras do feminismo. Em suas redes sociais, é possível ver o engajamento da jovem, que já foi cover da banda mexicana RBD. 


***


Setembro Amarelo: suicídio é a quarta causa 
de morte entre jovens, no Brasil
Neste mês é celebrado o  Setembro Amarelo, campanha criada pelo Centro de Valorização da Vida em 2015, em parceria com o Conselho de Medicina e a Associação Brasileira de Psiquiatria, com o objetivo de informar as pessoas sobre o suicídio, uma prática que na maioria das vezes, pode estar associada à dificuldade de lidar com frustrações, bullying, pressões sociais, falta de atenção, depressão, ansiedade e questões sobre a sexualidade. 

No Brasil, a cada 45 minutos, um brasileiro tira a própria vida e essa é a quarta causa mais comum de morte entre jovens. Entre adolescentes com idade de 10 a 14 anos, esse tipo de prática cresceu 65%, e 45% entre pessoas de 15 a 19 anos, de 2000 a 2015, de acordo com a pesquisa do sociólogo Julio Jacobo Waiselfisz, da faculdade Latino Americana de Ciências Sociais, com base de dados no Ministério Público. 

O assunto é um tabu para a sociedade, precisa de bastante atenção e, principalmente, de diálogos, para que as pessoas conquistem o equilíbrio emocional com tratamentos especializados, para combater esse tipo de atitude. 

***


Censurado pela Ditadura Militar há 45 anos, 
samba inédito de Gonzaguinha é lançado
Imagine ter de esperar quase meio século para lançar uma música de seu repertório. Difícil vivenciar algo assim atualmente. Mas na época da ditadura, era normal ver muitas composições guardadas na gaveta. 

Gonzaguinha foi um dos principais artistas a sofrer com isso, afinal, documentos da época mostram que, de 72 composições enviadas para a análise do governo militar, 54 foram vetadas, entre elas, “Céu País”. Escrita em 1973, a música nunca foi lançada. Até agora.

Embalada nessa história, a Antarctica abriu inscrições para um grande concurso que quer descobrir talentosos compositores, o "Batuque da BOA". Para incentivar estes personagens a tirarem seus sambas da gaveta, a marca revirou o baú da ditatura e encontrou “Céu País”, que foi recriada e será lançada neste mês, 45 anos após ter sido censurada. Isso na voz do próprio compositor carioca. Mas como é possível, já que o músico faleceu em 1991?

Por meio de uma tecnologia inovadora, a composição está pronta para ganhar o mundo. Foi realizada uma mistura de técnicas na hora de fazer a música, isso tudo com a ajuda de diversos especialistas e conhecedores do músico.  

Ao longo da música, são usadas reconstruções feitas com a voz do próprio compositor e cantor carioca, retiradas de diversos materiais gravados em vida, recortes feitos palavra por palavra, vindas de entrevistas, áudios e outros materiais originais. Assim, a voz de Gonzaguinha foi recriada com o suporte de outro cantor, que possui tom de voz próximo ao dele.

“Nossa intenção é reforçar a importância de se dar voz aos compositores, novos talentos ou até mesmo quem já está na estrada há bastante tempo, mas que nunca encontrou seu espaço. Ter a oportunidade de lançar uma música inédita como 'Céu País', tão carregada de significado, é um grande incentivo para os músicos tirarem suas composições da gaveta”, afirma Bruna Buás, diretora de marketing de Antarctica.

Com inscrições abertas no site www.antarctica.com.br/batuque-da-boa até o dia 15 de setembro, os compositores terão suas músicas avaliadas um júri técnico composto por Nei Lopes como presidente, Paulão 7 Cordas, Marcos Suzano, Rodrigo Campello e Dorina. O público também poderá dar seu voto por meio do site. O vencedor, que ganha R$ 40 mil, será conhecido no dia 3 de novembro em um grande show gratuito aberto ao público no Parque Madureira.

***

*Helder Moraes Miranda escreve desde os seis anos e publicou um livro de poemas, "Fuga", aos 17. É bacharel em jornalismo e licenciado em Letras pela UniSantos - Universidade Católica de Santos, pós-graduado em Mídia, Informação e Cultura, pela USP - Universidade de São Paulo, e graduando em Pedagogia, pela Univesp - Universidade Virtual do Estado de São Paulo. Participou de várias antologias nacionais e internacionais, escreve contos, poemas e romances ainda não publicados. É editor do portal de cultura e entretenimento Resenhando e assina a coluna dominical DOM.

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.