quinta-feira, 8 de novembro de 2018

.: Diário de uma boneca de plástico: 8 de novembro de 2018

Querido diário,


A vida tem dessas coisas. Quais? A mania de jogar e esparramar na cara as injustiças cometidas com os outros. Sim! Quando não se trata de algo correto, espere... Haverá volta... cedo ou tarde!


Há meses ouço um chorinho chato e quase que ininterrupto, quando não é do tipo berro manhoso infinito de bebê. E não é que o som sai justamente do apartamento do meu vizinho debaixo, o mesmo que chegou a jogar indiretas, da janela da área de serviço, para o barulho do serralheiro durante a instalação dos meus novos vitros. 

A nossa movimentação como casal é de entrar e sair. Pouco ficamos aqui. Para tanto, aos vizinhos, damos "Bom dia", "Boa tarde" e "Boa noite". Sem trele lê. Aqui dormimos durante a semana, aos sábados e domingos, quando não trabalhamos, visitamos nossa família ou passamos todo o dia escrevendo e escrevendo.

Contudo, hoje, é ele quem inferniza todo o prédio, com o netinho que vive de berreiro aberto. E ele? De sorriso amarelo!


Beijinhos pink cintilantes e até loguinho,

Donatella Fisherburg


Redes sociais:
facebook.com/Photonovelas
twitter.com/DonaFisherburg
instagram.com/donatellafisherburg

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.