sexta-feira, 16 de novembro de 2018

.: Disco ao vivo mostra o Deep Purple em 1976 nos Estados Unidos


Por Luiz Gomes Otero*, em novembro de 2018.

Um registro ao vivo da banda Deep Purple nos Estados Unidos, com a formação do final dos anos 70, foi lançado em formato CD. A gravação foi originada de fitas da série King Biscuit Flower Hour, distribuída nos Estados Unidos. Na prática, este é o único registro da turnê de divulgação do álbum "Come Taste The Band", realizada no ano de 1976.

Naquela ocasião a banda contava com David Coverdale (vocal), Glenn Hughes (baixo e vocais), Tomy Bolin (guitarra) e mais Jon Lord (teclados) e Ian Paice (bateria), sendo esses dois últimos os remanescentes da formação original.

Embora haja quem ache a formação com Ian Gillan a definitiva, é fato que com Coverdale a banda também registrou grandes momentos, sendo que alguns podem ser conferidos nesse registro ao vivo.


A banda é unida pelo brilhantismo de Jon Lord e Ian Paice, que juntamente com o estilo mais jazzista do ex-integrante da James Gang, Tommy Bolin, roubam o show. E note que Coverdale e Glenn Hughes estão em plena forma no palco também.

Depois de Burn, que inicia o set list, o Purple toca canções do álbum "Come Taste The Band", além de recriar clássicos como "Smoke On The Water e Lazy". Glenn Hughes ainda encaixa uma versão de "Georgia On My Mind", o clássico soul que ficou famoso com Ray Charles. A versão de "Highway Star" é parecido com a dos disco "Made In Japan".

A qualidade do som está ótima. E realmente Bolin fazia a diferença naquele momento, apesar da sombra do antigo integrante e mentor musical da banda, Richie Blackmore. Mas é fato que a química dos músicos dessa formação funcionava muito bem, especialmente ao vivo.

Parece incrível que, sete meses depois, Tommy Bolin morreria de overdose de drogas, encerrando precocemente uma carreira que parecia que seguiria de forma brilhante. Já o Purple encerraria suas atividades até a volta da formação clássica, em 1984. Mas esta é uma outra história que contaremos em uma outra oportunidade nesse espaço.


"Burn"

"Not Fade Away/HighWay Star"



"Getting Thighter"

*Luiz Gomes Otero é jornalista formado em 1987 pela UniSantos - Universidade Católica de Santos. Trabalhou no jornal A Tribuna de 1996 a 2011 e atualmente é assessor de imprensa e colaborador dos sites Juicy Santos, Lérias e Lixos e Resenhando.com. Criou a página no Facebook Musicalidades, que agrega os textos escritos por ele.
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.