sábado, 29 de dezembro de 2018

.: André Segatti sobre Renato Aragão: "Ele me doutrinou"


Afastado da televisão, o ator André Segatti relembrou seu tempo de " A Turma do Didi" no programa "Sensacional".

Na última edição do quadro "Papo com Dani" do ano, no programa "Sensacional", a apresentadora Daniela Albuquerque entrevistou o galã, que também é empresário e esportista. Na conversa, ele recordou os momentos em que contracenou com Renato Aragão, no extinto dominical  "A Turma do Didi" e agradeceu o humorista por ter sido seu mestre na profissão. “O cara que fez eu me apaixonar ainda mais pelo cinema. Ele me deu minha primeira grande oportunidade, meu primeiro protagonista no cinema. O Renato me ensinou e me doutrinou a sempre ser melhor, a fazer comédia sempre pela graça, sem apelo, sem palavrões, sem ser esdrúxulo. O humor dele é um humor puro”, conta, revelando uma dificuldade curiosa em dividir as cenas com o consagrado Didi. “Eu demorei três meses para parar de rir”.

Estreando na Rede Globo em 1997, André relembra a saída da Oficina de Atores do canal, onde se formou, para o seu primeiro papel na televisão, em "O Amor Está no Ar". “Eu acreditava que iria sair da Oficina (de atores) da Globo e entrar em uma novela, que iria acontecer rápido, que nada. Eu entrei como elenco de apoio, surgiu essa oportunidade e eu quis abraçar. Depois o personagem foi crescendo. Você vira o protagonista, por exemplo: os autores hoje em dia estão escrevendo de uma maneira muito mais inteligente, não é só um casal protagonista, eles têm um leque de opções”.

Pai aos 24 anos, André, hoje com 46, compartilha como foi encarar a paternidade: “Foi um susto, porque não estava programado. Eu já namorava há muitos anos com a mãe dele e quando ela engravidou a gente casou. Falei: 'Vamos casar, vamos fazer tudo bonitinho’. Casei (na igreja) foi bem bacana. E o Kauã foi uma benção”. Hoje, em uma relação de sete anos com a psicóloga Louise Naugel, o ator confessa que deseja ser pai novamente e já arrisca o sexo do futuro bebê: "A gente quer ter um filho para o  ano que vem e, quando a nossa filha nascer, vai se chamar Angel, para significar o amor. Eu não sei porque, mas eu olho para ela e eu acho que será uma menina”.

Em um momento comovente da entrevista, André abre detalhes, pela primeira vez, sobre o diagnostico que sua mãe recebeu no início do ano de um câncer no estômago e questionado se acredita que foi a fé que salvou sua mãe, ele não remedia: “Com toda certeza, minha mãe é um milagre de Deus”.  O programa "Sensacional" vai ao ar nas noites de quinta-feira, na RedeTV!.


← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.