quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

.: CCBB São Paulo realiza mostra gratuita de cinema com filmes da Dinamarca


Em parceria com o Instituto Cultural da Dinamarca, entre os dias 9 a 21 de janeiro, serão exibidos 16 títulos de premiados diretores e atores dinamarqueses. Entre longas, documentários e infantil o público poderá assistir filmes que abordam temas como: arte, urbanismo, gênero, diversidade, política e sociedade.

Nos primeiros anos em que os filmes de ficção eram de longa-metragem, a Dinamarca foi um dos países mais influentes na Europa. Desde então, e através de seu instituto de cinema, o país seguiu dando forte apoio à produção e com o passar do tempo o país desenvolveu um modelo inovador que tornou sua indústria sustentável em toda a cadeia produtiva.

A partir de 9 de janeiro, o público paulista terá a chance de assistir no CCBB São Paulo a mostra CineKlap - Dinamarca em Foco, uma seleção de 16 títulos selecionados pela curadora Tatiana Groff a convite do Instituto Cultural da Dinamarca. A mostra faz parte das comemorações de 10 anos de presença do ICD no Brasil e busca ampliar o conhecimento do cinema dinamarquês apresentando diversas gerações de cineastas e temas que vão de questões sociais /políticas da atualidade a filmes de arte, diversidade de gênero, arquitetura e urbanismo.

Na programação, há espaço para o documentário “O Show da Guerra”, de Obaidah Zytoon e Andreas Dalsgaard, que trata do conflito na Síria. “O filme captura o destino da Síria através da lente íntima de um pequeno círculo de amigos” observa a curadora.  Outro escalado é Afinal de Contas, que traz a premiada Trine Dyrholm vencedora do Urso de Prata de Melhor Atriz no Festival de Berlim de 2016.

Entre os destaques, o longa-metragem “O Conquistador” - estreia do diretor Milad Alami, que aborda o tema da imigração e questões diplomáticas. O filme saiu vencedor do prêmio New Voices/New Visions do Festival Internacional de Palm Springs, e do Prêmio Silver Hugo do Festival Internacional de Cinema de Chicago. E temas relevantes na atualidade, como arte e design com “Um Homem em Derrocada”, documentário que fala do artista dinamarquês Per Kirkeby, conhecido mundialmente. O filme foca no período de recuperação do artista após um acidente, e as reações em não reconhecer principalmente as cores.

A Dinamarca a uma referência em arquitetura e urbanismo, e a mostra exibe “Design para a Vida”, de Casper Høyberg, sobre a trajetória de Børge Mogensen, um dos principais designers dinamarqueses e aclamado mundialmente por suas criações, em especial seus móveis. E também o filme “Olafur Eliasson Espaço é Processo”, de Jacob Jørgensen e  Henrik Lundøef, que retrata a trajetória e o trabalho de Olafur Eliasson, artista dinamarquês reconhecido no mundo das artes, como alguém inovador e que busca criar instalações que mudem o espaço ao  redor e, assim, a mentalidade das pessoas que vivem nas cidades.

Painel
No dia 17 de janeiro às 19h15, a curadora Tatiana Groff aborda arte, cultura, urbanismo dentro de uma perspectiva internacionalista de equidade e diversidade no audiovisual dinamarquês.

Instituto Cultural da Dinamarca
O Instituto Cultural da Dinamarca foi fundado em 1940 como uma instituição independente, atualmente possui filiais em seis países diferentes e com parcerias no mundo todo. Em 2018, ao completar dez anos de atividades no Brasil o Instituto segue promovendo o diálogo e a compreensão sobre diferenças culturais e fronteiras nacionais. Com escritório no Rio de Janeiro, o trabalho permeia uma plataforma amplamente conceitual, na qual arte, cultura e sociedade são contempladas. Essas áreas unem pessoas de diferentes culturas, promovem a compreensão internacional e facilitam a comunicação intercultural. O Instituto Cultural da Dinamarca alimenta redes para fortalecer a colaboração entre artistas internacionais e dinamarqueses assim como instituições culturais.

“Tendo a cultura como ponto de partida estreitamos o diálogo, a troca de experiências e o intercâmbio de ideias, que culminam em relações culturais fortalecidas e duradouras”, destaca Maibrit Thomsen diretora do ICD no Brasil.

Curadora
Tatiana Groff é produtora cultural e curadora com foco em planejamento e desenvolvimento de projetos internacionais e parcerias no Brasil no segmento audiovisual, em especial festivais e mostras de cinema. Atualmente é consultora para audiovisual do Instituto Cultural da Dinamarca. A linha curatorial do CineKlap Dinamarca em Foco foi pensando em alguns pilares estruturais da cultura dinamarquesa, tanto do ponto de vista da internacionalização quanto características bem fortes na contemporaneidade. É uma programação pautada em arquitetura, urbanismo, arte, cultura e sociedade, dialogando com a trajetória desta década de atuação do ICD no Brasil, e ao mesmo tempo de olho no futuro.

Cineklap - "Dimamarca em Foco"
Local | Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo
Data |  9 a 21 de janeiro de 2019Endereço | Rua Álvares Penteado 112, Centro, tel (11) 3113-3651
Sala de Cinema (70 lugares) – Entrada franca com retirada de ingressos a partir de 1 hora antes da sessão

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.