sábado, 26 de janeiro de 2019

.: "São Francisco na Arte de Mestres Italianos" termina dia 3

A exposição “São Francisco na Arte de Mestres Italianos” que apresentou ao público carioca 20 obras da Itália e uma de Nova York, todas baseadas na representação do santo ao longo do século, chega à última semana na Capital Fluminense. A recepção do público no Rio de Janeiro foi extremamente satisfatória, mais de 50 mil pessoas passaram pelo Museu Nacional de Belas Artes para prestigiar um dos santos mais queridos dos brasileiros, Francisco de Assis. A partir do dia 15 de fevereiro, a mostra segue para São Paulo no Museu de Arte Brasileira da Fundação Armando Alvares Penteado (MAB FAAP) ate  12 de abril, com entrada gratuita.

Com curadoria do especialista em História da Arte, Giovanni Morello – que idealizou e curou diversas exposições de arte antiga na Itália, no Vaticano, além de outros países e integra a comissão permanente de tutela dos monumentos históricos e artísticos da Santa Sé – e do professor Stefano Papetti, diretor da Pinacoteca Civica di Ascoli Piceno, a mostra apresenta as fases mais relevantes da representação de São Francisco por meio de obras que se integraram à cultura local de toda uma época e que ainda encontram espaço na cultura ocidental por seus valores artístico, histórico e simbólico. 

A mostra é resultado da colaboração efetiva das instituições brasileiras e italianas para a promoção da arte e da cultura e o estreitamento das relações entre os dois países, numa realização conjunta da Casa Fiat de Cultura e do Museu Nacional de Belas Artes, com patrocínio da Fiat.

Atrações: Entre as obras, o público conhecerá os quadros “San Francesco riceve le stimmate” (1570), de Tiziano Vecellio, “San Francesco sorretto da un Angelo” (primeira metade do séc. XVII), de Orazio Gentileschi, “San Francesco d’Assisisi e quattro disciplinati” (1499), de Perugino, e “San Francesco confortato da un angelo musicante” (1607-1608), de Guido Reni, que também pintou a Bandeira de Procissão “Francesco riceve le stimmate (frente); San Francesco predica ai confratelli (verso)” (séc. XVII), e “San Francesco riceve le stimmate” (1633), de Guercino. A exposição traz acervos de 15 museus de 7 cidades italianas: Galleria Corsini, Palazzo Barberini, Musei Capitolini, Museo di Roma, Museo Francescano dell’Istituto Storico dei Cappuccini (Roma); Pinacoteca Civica, Sacrestia della chiesa di San Francesco, Convento Cappuccini (Ascoli Piceno); Museo Nazionale d'Abruzzo (L'Aquila), Galleria Nazionale dell’Umbria (Perugia); Istituto Campana per l'Istruzione permanente (Osimo); Museo Civico (Rieti), Pinacoteca Nazionale (Bolonha) e Duomo di Novara (Novara). A mostra conta ainda com uma importante obra de Ludovico Cardi (dito Il Cigoli), “St. Francis Contemplating a Skull”, propriedade do colecionador e ator americano Federico Castelluccio. O quadro virá de Nova York para integrar a exposição do Rio de Janeiro.

Proporcionando uma experiência imersiva e única, a mostra também inclui uma sala de Realidade Virtual que vai transportar o visitante para a Basílica Superior de Assis (1228), cidade natal do santo na região da Úmbria, no centro da Itália, com o uso de óculos de tecnologia 3D.  Será possível caminhar por uma das mais importantes e belas basílicas do país e conhecer obras-primas do pintor italiano Giotto (1267-1337), artista símbolo dos períodos medieval e pré-renascentista.
Para diretora do MNBA, Monica Xexéo, “a exposição vai possibilitar a fruição de obras de arte que nunca estiveram antes no Brasil, tesouros culturais da humanidade, e assim contribuir para a democratização e o acesso à cultura”.

Promovida e patrocinada pela Embaixada da Itália, pelo Consulado Geral da Itália no Rio de Janeiro e pelo Instituto Italiano de Cultura do Rio de Janeiro, a exposição será uma oportunidade ímpar do público ter acesso a obras inéditas no Brasil, provenientes de museus cívicos, provinciais e regionais da Itália. “É um imenso prazer oferecer ao público brasileiro essa exposição que traz para o Brasil parte considerável do tesouro da arte e da história italiana nas obras exemplares de autores como Tiziano, Perugino, Guido Reni, Guercino. Surpreende a extraordinária modernidade de Francisco, pela sua mensagem de vida e amor pela natureza em todas as suas formas”, diz o Embaixador da Itália em Brasília, Antonio Bernardini. “É motivo de grande orgulho para nós contribuir para essa iniciativa assim notável” – comenta o Cônsul Geral da Itália no Rio de Janeiro, Paolo Miraglia del Giudice – “A exposição representa um momento importante para divulgar o imenso patrimônio artístico e cultural preservado nos museus cívicos, provinciais e regionais, da Itália”.
A mostra traz ao Brasil uma parte da Itália, incentivando o público a se aprofundar e conhecer mais sobre o país e o rico patrimônio artístico e cultural que possui.
A exposição “São Francisco na Arte de Mestres Italianos” é produzida pela Base7 e contou com o aporte do Instituto Italiano de Cultura de Rio de Janeiro e iniciativa da diretora do MNBA, Monica Xexéo.

Imagens das obras no Youtube

Serviço
Exposição “São Francisco na arte de mestres Italianos”, no MNBA.
Período: 6 de novembro de 2018 até 03 de fevereiro de 2019
Visitação: de terça a sexta, das 10h às 18h; e aos sábados, domingos e feriados, das 13h às 18h.
Ingressos: Todo o mês de janeiro, entrada gratuita. Após - R$ 8,00 inteira, R$ 4,00 meia e ingresso família (para até 4 membros de uma mesma família) a R$ 8,00. Grátis aos domingos. 
Museu Nacional de Belas Artes:  Avenida Rio Branco, 199 – Cinelândia
Tel: (21) 3299-0600.

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.