domingo, 3 de fevereiro de 2019

.: Lançamento: "Plutão Já Foi Planeta" estreia slap Sessions

Foto: Divulgação

O "Plutão Já Foi Planeta" está prestes a entrar em estúdio para gravar um novo trabalho, mas antes a banda potiguar se desafiou a olhar pelo retrovisor e dar uma nova roupagem a algumas músicas do seu repertório. O resultado está nos aplicativos de música desde sexta-feira, dia 1º de fevereiro, em formato de um EP intitulado Plutão Já Foi Planeta slap Sessions. Trata-se de um novo projeto do slap, selo da Som Livre do qual o conjunto faz parte.

Três faixas foram registradas a partir de uma nova perspectiva: “Viagem Perdida” e “Haverá de Se”, que são parte do EP de estreia Daqui pra Lá (2014); e o single mais recente do grupo, “Estrondo”, de 2018. “A banda mudou muito sonoramente falando desde o lançamento de ‘Viagem Perdida’ e ‘Haverá de Se’, foi uma oportunidade de redescobrir essas canções e entender como elas se encaixam na nossa fase atual”, conta a vocalista Natália Noronha. “Estamos prestes a entrar em estúdio pra fazer um disco novo; e revisitar músicas de outros trabalhos é uma forma de se despedir de um momento e entrar em outro”, completa.

Além dos registros fonográficos, o Plutão, que tem ainda em sua formação Sapulha Campos (voz e guitarra), Gustavo Arruda (voz, guitarra e baixo), Vitória de Santi (baixo e synth) e Renato Lellis (bateria), lançará vídeos ao vivo do slap Sessions. “Viagem Perdida” chega junto com o EP e já está disponível no canal do YouTube do grupo (assista aqui). 

O registro audiovisual de “Haverá de Se” e “Estrondo” serão lançados, respectivamente, nos dias 6 e 8 de fevereiro. Como diz Natália Noronha: “É um Plutão atual dando uma volta no passado, mas sem tirar os pés do agora”.

Sobre o slap: O slap faz parte da vida de quem busca novas experiências musicais e orgulha-se de, desde 2007, fomentar a cena indie e abrir as portas do mercado para novos artistas. Sua missão é potencializar e empoderar a cena musical independente do país, incentivando o midstream e fazendo com que novos sons, originais e arrojados, cheguem a cada vez mais pessoas. O slap carrega em sua história grandes lançamentos de nomes como Maria Gadú e Silva. Seus representantes têm todos a autenticidade como característica, e entre eles estão Céu, Marcelo Jeneci, OutroEu, Scalene, Tiago Iorc e Nina Fernandes. @slapmusica

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.