quinta-feira, 18 de junho de 2020

.: "Universo ao Meu Redor" fez Marisa Monte perder para si mesma


Lançado em 25 de março de 2006, mesmo dia que o álbum pop “Infinito Particular“, "Universo ao Meu Redor", disco de samba de Marisa Monte, foi o primeiro de Marisa a não alcançar a primeira posição no Brasil, pois o disco "Infinito Particular", estreou na primeira posição e ocupou essa colocação: ou seja, Marisa Monte só perde para ela mesma. 

Sétimo álbum de Marisa Monte, Vendeu 250 mil cópias no Brasil, sendo certificado com duas vezes platina. Ganhou vários prêmios incluindo: Grammy Latino na categoria Melhor Álbum de Samba, Prêmio TIM de Música na categorias Melhor Cantora Samba e Melhor Cantora Voto Popular. Para promover tanto este quanto o álbum “Infinito Particular“, Marisa embarcou na turnê “Universo Particular Tour 2006/2007", que percorreu diversos lugares do mundo entre 2006 e 2007.

O álbum contém tanto faixas novas de autoria da própria Marisa com alguns parceiros, e algumas regravações. A faixa “Statue of Liberty” conta com a participação de Fernandinho Beat Box, David Byrne fazendo as vozes em Inglês e da própria Marisa tocando ukulele. “Meu Cantinho” conta com Marisa tocando kalimba. Os singles de "Universo ao Meu Redor" foram "O Bonde do Dom" e "Universo ao Meu Redor".

Nas palavras de Marisa: "Eu sabia, através do meu contato com o samba carioca e, principalmente, pelo convívio com a Velha Guarda da Portela e pelo trabalho de pesquisa para o disco deles em 99, que havia um repertório incrível, presente apenas na tradição oral, que estava se perdendo pouco a pouco. A curiosidade me fez querer saber mais sobre isso, ampliando o conhecimento para além dos limites da Portela. Comecei a fazer uma série de encontros e entrevistas, orientada por conversas com Monarco, Paulinho da Viola, D. Yvonne Lara e meu pai, entre outros. Ouvi compositores, parentes e parceiros de sambistas antigos em busca não somente da obra deles, como também das referências criativas; da gênese do samba feito por eles. E os sambas de Jaime Silva, Argemiro, Dona Yvonne, Casemiro, Moraes e Galvão, alguns com mais de cinquenta anos, uniram-se à produção contemporânea da Adriana, do Paulinho, do Arnaldo, do Carlinhos e minha, no repertório de “O Universo ao Meu Redor”, esse meu disco focado mais do que no samba, eu diria, na atmosfera do samba, com seus assuntos mais frequentes — o amor, a natureza, a própria música, a condição humana, o canto dos passarinhos, o quintal, o convívio através da arte…"


Tracklist de "Universo ao Meu Redor"
1. "Universo ao Meu Redor" (3:11)
2. "O Bonde do Dom" (4:03)
3. "Meu Canário" (3:13)
4. "Três Letrinhas" (4:10)
5. "Quatro Paredes" (3:14)
6. "Perdoa, Meu Amor" (3:05)
7. "Cantinho Escondido" (3:50)
8. "A Alma e a Matéria" (3:29)
9. "Lágrimas e Tormentos" (4:31)
10. "Satisfeito" (3:09)
11. "Para Mais Ninguém" (3:16)
12. "Vai Saber?" (4:00)
13. "Pétalas Esquecidas" (2:32)


← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

#ResenhandoIndica

20 20 20
Tecnologia do Blogger.