quinta-feira, 30 de julho de 2020

.: Alice Caymmi apresenta nesta sexta o show "Electra" em live


Alice Caymmi apresenta o espetáculo dividido em três atos nomeados como "Tragédia", "Revolução" e "Futuro". Foto: Gustavo Zylbersztajn

Dentro da programação de junho do #EmCasaComSesc, na próxima sexta-feira, dia 21,  às 19h, Alice Caymmi apresenta na sexta-feira dia 31 o show "Electra", acompanhada do piano de Itamar Assiere e da percussão de Filipe Castro. Electra, na mitologia grega, é persona movida pela fúria, e essa intensidade permeia todo o espetáculo, dividido em três atos nomeados como "Tragédia", "Revolução" e "Futuro". O Sesc São Paulo vem promovendo uma série de shows diários com transmissões pelo Instagram @sescaovivo e YouTube do Sesc São Paulo - youtube.com/sescsp

Dirigido por Paulo Borges e com figurinos de Alexandre Herchcovitch, o show de Alice Caymmi traz as canções que a cantora garimpou em obras de antigos compositores para seu novo álbum, além de revisitar músicas de seus três álbuns anteriores, como "Agora" (Christiano Malgioglio / Gian Pietro Felisatti), "A Estação" (Carlinhos Rufino), "Iansã" (Gilberto Gil / Caetano Veloso), "Meu Recado" (Alice Caymmi / Michael Sullivan) e "Como Vês" (Domenico Netto Lancellotti / Bruno Briones Di Lullo).

O final de semana chega com a apresentação de Erasmo Carlos, um dos maiores ícones do rock brasileiro, no sábado, 1º de agosto. O músico leva para o público um pouco do que faz nos palcos nos seus mais de 60 anos de carreira. De forma intimista, somente com voz e piano, o Tremendão contará clássicas histórias de sua carreira e cantará alguns de seus sucessos, da Jovem Guarda até suas recentes parcerias.

No domingo, dia 2, a cantora Larissa Luz traz show com as músicas do seu novo disco "Trovão!!", no qual constrói um "ritual baile", que propõe uma conexão do sublime com o terreno, atualizando mitos yorubás e conduzindo um encontro entre som e movimento na pista. Músicas inéditas que soam como pontos cantados, para rezar dançando. O disco, lançado em 2019, conta com a participação de Luedji Luna, Lazzo Matumbi e Ellen Oléria. 

Cantora, compositora e atriz soteropolitana, Larissa Luz vem se tornando uma grande representante da música negra contemporânea da Bahia. Ela representou Elza Soares no musical ELZA, que estreou em 2018, e já dividiu palco com Otto, Paula Lima, Baiana System, Mariene de Castro e Gabi Amarantos. A série Música #EmCasacomSesc também tem sido uma oportunidade para promover o Mesa Brasil, programa que conecta empresas doadoras e instituições sociais para o complemento de refeições de pessoas em situação de vulnerabilidade social. 

Criado há 25 anos pelo Sesc São Paulo e hoje em operação em diversos estados do país, a iniciativa está com uma campanha para expandir sua rede de parceiros doadores e ampliar a distribuição de alimentos, produtos de higiene e limpeza em meio à crise causada pelo novo coronavírus. Também engajados pela causa, os artistas têm aproveitado as transmissões online para convocar as pessoas, principalmente empresários e gestores, a integrarem a rede de solidariedade. Para saber como ser um doador, basta acessar o site mesabrasil.sescsp.org.br.

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

#ResenhandoIndica

20 20 20
Tecnologia do Blogger.