sábado, 11 de julho de 2020

.: Graziela Medori presta tributo à mãe, Claudya, em novo EP nas plataformas


Por Luiz Gomes Otero, jornalista e crítico musical.

Nos férteis anos 70, a cantora Claudya lançou dois discos essenciais em sua carreira ("Você Claudia Você" e "Deixa Eu Dizer"). E coube agora à sua filha, Graziela Medori, a missão de resgatar algumas canções desses álbuns em um EP de três faixas que está disponível para audição nas plataformas digitais.

Graziela já vem despontando com trabalhos com foco na nossa boa MPB. Seus dois primeiros discos com arranjos e produção do pai, o experiente músico Chico Medori, já mostravam uma tendência para uma música com qualidade. No segundo disco, aliás, ela já tinha regravado de forma competente a canção "Radical", de autoria da mãe, composta também dos anos 70.

Agora Graziela traz de volta as canções "Vai e Vem"(Dal/Tom e Lilito); "Agora Quem Ri Sou Eu" (Claudia e Cristiê) e "Garra" (Marcos e Paulo Sérgio Valle). Todas elas com arranjos que conservam e até renovam o balanço e a malemolência das gravações originais da mãe.

Para conseguir isso, Graziela se juntou com um time de músicos que tocam na Capital Paulista: Alexandre Vianna (Piano), Gustavo Rocha (Bateria), Anderson Quevedo (Sax) e Glecio Nascimento (Baixo). Foram gravados três vídeos no estúdio Drum Village, com captação de Thadeu Lenza e edição de Amanda For. Meses mais tarde, os áudios foram disponibilizados pelo produtor Thiago Marques Luiz nas plataformas digitais, virando assim um EP de três faixas, com uma bela capa assinada também por Amanda For.

Essas regravações celebram um repertório atemporal de uma das maiores intérpretes que o Brasil já produziu. Que recentemente foi resgatada pelo cantor Marcelo D2, por meio de um sampler da música "Deixa eu Dizer", de Ivan Lins e Ronaldo Monteiro de Souza com a voz de Claudya.

Como legítima herdeira de pais músicos, Graziela Medori consegue cumprir com exatidão o seu papel de dar continuidade ao trabalho que eles fizeram no passado. E assim, vivenciando o presente, temos uma visão positiva para o futuro da nossa boa música popular.


"Garra"

"Agora quem Ri Sou Eu"

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

#ResenhandoIndica

20 20 20
Tecnologia do Blogger.