sexta-feira, 31 de julho de 2020

.: Katherine Jenkins recria canções clássicas do cinema



Por Luiz Gomes Otero, jornalista e crítico musical.

A mezzo soprano britânica Katherine Jenkins vem se tornando uma das cantoras clássicas de maior sucesso nos últimos anos. E seu mais recente trabalho, Cinema Paradiso, ela recria canções que foram temas de filmes de cinema de várias épocas, mostrando uma versatilidade para o som pop convencional.

Nascida em Gales do Sul, no Reino Unido, Katherine aprendeu a cantar no coral da Igreja de St. David, Neath. Seu amor pela música foi bem nutrido nos Vales do País de Gales, onde ela teve a oportunidade de se juntar a grupos de corais, se apresentar com corais de voz masculina galeses e participar de eventos musicais. Ela sempre acreditou em sua natureza pé no chão com suas raízes galesas e sua família.

Ela gravou 13 álbuns em 12 anos desde que assinou com a Gravadora Universal Classics aos 23 anos de idade. Depois, entrou no cenário musical em 2003, quando se apresentou na Catedral de Westminster em homenagem ao Jubileu de Prata do Papa João Paulo II.



Seguiram performances e gravações com Placido Domingo, Andrea Bocelli, Jose Carreras, David Foster, Dame Kiri te Kanawa, Bryn Terfyl, Rolando Villazon, Juan Diego Florez e o grupo vocal Il Divo. Ela já se apresentou em todo o mundo e é uma das favoritas da Família Real Britânica, tendo sido convidada para cantar 'God Save The Queen' no Jubileu de Diamante de Sua Majestade, a rainha Elizabeth.

Sem medo de sair de sua zona de conforto, apareceu como mentora no "Popstar to Operastar" da ITV. E em "Cinema Paradiso", ela sai novamente da zona clássica investindo em um material com foco em trilhas do cinema, ou seja, mais próximo do pop convencional. Não que ela tenha deixado de lado o vocal com formação clássica. Mas é fato que ela conseguiu unir sua técnica com as belas melodias escolhidas, entre elas a canção "The Rose" (do filme homônimo estrelado por Bette Midler no final dos anos 70) e "I´ll Never Love Again" (da versão mais recente de "Nasce Uma Estrela", com Lady Gaga), além de "Singing In The Rain" (do filme "Cantando na Chuva" com Gene Kelly), entre outras.

O resultado final de "Cinema Paradiso" mostra um trabalho de extremo bom gosto, com arranjos bem elaborados que valorizam a bela voz de Katherine e as canções escolhidas.

"Cinema Paradiso"


"May It Be"

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

#ResenhandoIndica

20 20 20
Tecnologia do Blogger.