quarta-feira, 8 de julho de 2020

.: Teuda Bara e Admar Fernandes em live teatral no inédito "Queria Teatro"


Espetáculo inédito traz uma performance original, poética e bem-humorada que provoca reflexões sobre o próprio fazer teatral. Foto: Admar Fernandes

Dentro de apresentações teatrais das lives #EmCasaComSesc, nesta sexta-feira, dia 10, às 21h30, a atriz Teuda Bara, grande nome do teatro brasileiro e uma das fundadoras do Grupo Galpão, compartilha memórias e revisita espetáculos no inédito "Queria Teatro". O trabalho parte, principalmente, de dois espetáculos encenados pela atriz: "Doida" e o recente "Luta". A peça pode ser assistida no YouTube do Sesc São Paulo youtube.com/sescsp -  e no Instagram do Sesc Ao Vivo - @sescaovivo.  

Com participação de Admar Fernandes (seu filho, que está em isolamento com a mãe), "Queria Teatro" é dedicado aos seus colegas de profissão, e traz uma performance original, poética e bem-humorada, que provoca reflexões sobre o próprio fazer teatral. Com dramaturgia de João Santos (autor do perfil biográfico de Teuda), a apresentação reúne trechos de espetáculos anteriores da atriz, além de citações de autores clássicos e contemporâneos e canções. A peça propõe uma abordagem íntima e se baseia nas experiências da própria atriz, brincando com a diversidade de formatos cênicos que ela já vivenciou.

Domingo, dia 12, Hilton Cobra apresenta, no  o monólogo "Traga-me a Cabeça de Lima Barreto"! Escrita pelo diretor e dramaturgo Luiz Marfuz, para comemorar os 40 anos de carreira do ator e com direção de Onissajé (Fernanda Júlia), a peça mostra uma imaginária sessão de autópsia na cabeça de Lima Barreto, conduzida por médicos eugenistas, defensores da higienização racial no Brasil, na década de 1930. 

O propósito seria esclarecer "como um cérebro considerado inferior poderia ter produzido uma obra literária de porte se o privilégio da arte nobre e da boa escrita é das raças tidas como superiores?". A partir desse embate, a peça mostra as várias facetas da personalidade e da genialidade de Lima Barreto, refletindo sobre loucura, racismo e eugenia, a obra não reconhecida do autor e os enfrentamentos políticos e literários de sua época.



Para conferir a programação de teatro, basta acessar as páginas youtube.com/sescsp ou o novo endereço do Sesc São Paulo no Instagram criado especialmente para a série Sesc Ao Vivo instagram.com/sescaovivo, às segundas, quartas, sextas e domingos, sempre às 21h30.

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

#ResenhandoIndica

20 20 20
Tecnologia do Blogger.