sexta-feira, 30 de outubro de 2020

.: "Shine: Uma chance de brilhar" mostra bastidores da indústria do K-pop

Em seu romance de estreia, a idol Jessica Jung mergulha nos bastidores da indústria bilionária do K-pop


Em fevereiro de 2020, pela primeira vez um filme não falado em língua inglesa ganhou a categoria mais importante do Oscar. A produção sul-coreana Parasita, de Bong Joon-Ho, levou não só a estatueta de melhor filme, como também outros três prêmios. Mas antes mesmo de o cinema da Coreia do Sul conquistar o mundo, a música do país já era um fenômeno. Com um repertório vibrante e coreografias milimetricamente ensaiadas, os grupos de K-pop movimentam cifras bilionárias e elevam seus membros ao status de idols, isto é, ídolos que têm as vidas acompanhadas de perto não só pela imensa legião de fãs, mas também pelas empresas responsáveis por suas carreiras.

Ex-integrante do Girls’ Generation — um dos maiores grupos femininos de K-pop —, a atriz, cantora e estilista Jessica Jung sabe bem como funciona esse universo. Em Shine: Uma chance de brilhar, romance que a Intrínseca lança no Brasil em outubro, Jessica mergulha nos bastidores da indústria musical sul-coreana e mostra os desafios que alguém que sonha em ser idol precisa enfrentar.

O livro narra a história de Rachel Kim, uma garota asiática-americana que mora na Coreia do Sul com a família e sonha em fazer parte de um girl group. Só que a rotina das trainees de K-pop é intensa e exige dedicação a um exaustivo programa de treinamento, que inclui dietas, ensaios constantes e inúmeros sacrifícios. Na DB Entertainment, empresa responsável por lançar grandes estrelas, as regras são rígidas e claras: treine muito, seja perfeita e não namore. Caso contrário, seu sonho irá por água abaixo.

As trainees estão perto de atingir a data limite para estrear e, com isso, a competição fica ainda mais acirrada. E Rachel sabe que não pode falhar. Em meio a tanta pressão e disputas, a última coisa que ela esperava era se apaixonar. E menos ainda por Jason Lee, o maior astro da DB, que está em busca de uma parceira para um dueto. Mas Rachel vai descobrir que no amor e no K-pop, vale tudo, e vai brigar para garantir seu futuro e sua chance de alcançar o estrelato.

"Shine: Uma chance de brilhar" é a estreia de Jessica Jung na literatura. A aguardada edição brasileira conta com uma sobrecapa exclusiva, com uma ilustração selecionada pela própria autora em um concurso realizado pela Intrínseca. A obra será adaptada para o cinema pela mesma produtora de Para todos os garotos que já amei, ainda sem previsão de estreia.

Jessica Jung é uma cantora, compositora, atriz e estilista americana de ascendência coreana. Nascida em São Francisco, Jessica cresceu na Coreia do Sul, onde treinou para ser cantora de K-pop por sete anos até debutar como membro do lendário grupo feminino Girls’ Generation em 2007. Em 2014, Jessica saiu em carreira solo e lançou sua linha de moda, Blanc & Eclare. Desde então, participa também de projetos no cinema e na televisão. (Foto: Coridel Entertainment)

Livro: Shine: Uma chance de brilhar

Autora: Jessica Jung

Tradução: Giu Alonso

Páginas: 368

Editora: Intrínseca


← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

#ResenhandoIndica

20 20 20
Tecnologia do Blogger.