Crítica de "Logan", o melhor filme da franquia Wolverine

Resenha crítica de Mary Ellen F. Santos

Resenha de "A Bela e a Fera", com Emma Watson

Texto de Mary Ellen Farias dos Santos

Neil Diamond comemora 50 anos com CD de hits

Análise do jornalista Luiz Gomes Otero

"Os Smurfs e a Vila Perdida": A animação é um achado

Texto de Mary Ellen Farias dos Santos

domingo, 23 de abril de 2017

.: “Rei das Paródias” Mc Maloka se apresenta em Santos

Conhecido como o “Rei das Paródias”, o humorista Mc Maloka é o destaque no retorno do projeto Humor de Cinema, nessa quinta-feira, dia 27 de abril, às 22h, no Cine Roxy 5, no espetáculo "Risos Extremos".

A noite contará ainda com apresentações de Délio  Macnamara e Daniel Murilo. Euclydes Escames será o mestre de cerimônias. Os ingressos estão à venda. O valor é R$ 30, promocional de meia-entrada para todos válido até quarta-feira, dia 26.

MC Maloka
O paulistano Eden Rodrigues, 28 anos, morador da Zona Leste, criou o personagem “Mc Maloka”, e passou a fazer paródias de músicas famosas no Youtube. O trabalho começou há cinco anos e com o bom momento do sertanejo, as canções desse gênero musical se tornaram o principal alvo do compositor, que se tornou figura popular entre as duplas.

Seu estilo irreverente caiu na graça dos internautas e o parodista virou um fenômeno na internet. O sucesso rendeu oportunidades e ele teve a chance de conhecer e gravar vídeos com grandes nomes da música como Luan Santana, Gustavo Lima, Marcos e Belutti, Fernando e Sorocaba, Lucas Lucco, entre outros.

Ele demostrou sua música e humor em renomados programas de TV, entre eles: Globo ("Encontro com Fátima Bernardes"), SBT ("Eliana"), Rede TV ("Superpop"). Maloka atingiu números expressivos em seu canal no YouTube. Os vídeos postados por ele ultrapassam 50 milhões de visualizações. No Facebook, o parodista superou a marca de 300 mil seguidores. Nos últimos três anos, o talento dele estendeu-se aos palcos com um show interativo de stand-up comedy musical. O repertório do parodista é variado e abrange diversos temas do cotidiano. 

Délio Macnamara
Nascido no Ceará, o maior celeiro de humoristas do país, Délio Macnamara, de 27 anos, nem imaginava que tinha talento suficiente para encarar os palcos, mas sempre soube que tinha o dom de fazer rir. Descobriu há pouco tempo que poderia dominar uma plateia.

Daniel Murilo
Jovem comediante e também um dos mais experientes da nova geração de humoristas no Brasil. Começou sua carreira na cena paulista de stand-up com o grupo Divina Comédia em junho de 2009, espaço esse que deu origem a grandes nomes do humor contemporâneo.

Humor de Cinema Apresenta:  Risos Extremos
Quinta-feira, 27 de abril, 22h
Cine Roxy 5 – Avenida Dona Ana Costa, 443, Gonzaga
R$ 30 (valor promocional de meia-entrada para todos até quarta, 26 de abril). Ingressos à venda pelo site https://cineroxy.com.br/vendas/humor-de-cinema-apresenta-risos-extremos e no local. 
Classificação indicativa: 14 anos.  

.: TV Brasil lança a série "Ernesto, o exterminador de seres monstruosos"

Produção nacional da 3 Tabelas Filmes leva universo lúdico para as telinhas. Protagonista ajuda crianças a enfrentarem seus medos


Com 13 episódios de 26 minutos, a série nacional "Ernesto, o exterminador de seres monstruosos (e outras porcarias)" estreia na TV Brasil na segunda-feira, dia 24 de abril, em dois horários, às 12h e 16h. A produção da 3 Tabelas Filmes vai ao ar pela emissora de segunda a sexta, no mesmo horário.

Ernesto (Augusto Madeira) é um exterminador de seres monstruosos que a cada episódio vai resolver um caso diferente. Com a ajuda de seu fiel escudeiro Bartolomeu (Matheus Costa), usando um método nada convencional, Ernesto ajuda seus clientes a enfrentarem seus "monstros".

Voltada para crianças na faixa etária de 6 a 12 anos, a série em live action conta com intervenções em animação e efeitos especiais. Adaptação do livro homônimo do escritor uruguaio Roy Berocay para o público infanto-juvenil, a atração tem no personagem Ernesto um anti-herói cativante.

Depois de ter aprendido a lidar com Rigoberto (Sergio Medeiros), monstro que morou embaixo de sua cama durante toda sua infância, o protagonista resolveu virar exterminador de monstros quando adulto. Acima do peso, fã de rock pesado e junk food, Ernesto não é politicamente correto, mas tem um enorme coração.

Personagens principais da série brasileira

Trama de aventuras com o sobrinho

No começo da temporada Ernesto está desanimado com a falta de clientes, mas a chegada de seu sobrinho Bartolomeu o ajuda a divulgar seu trabalho nas redes sociais. Cada episódio é uma nova aventura para Ernesto, que terá a missão de resolver um caso ao lado de seu fiel escudeiro.

A dupla pode ser chamada para exterminar um monstro que vive embaixo da cama de um menino. Talvez seja acionada para resgatar uma garota levada para um universo mágico através do armário. Ernesto e Bartolomeu podem até ser convocados para enfrentar um estranhíssimo ser, de aparência repugnante e cheiro suspeito que toda noite assombra os sonhos de um jovem, levando-o a molhar a cama.

Melhor amiga de Ernesto, Martina (Priscila Assum) é uma moça sensível, fofa, sonhadora que participa das aventuras de tio Ernesto e do adolescente Bartolomeu. Professora de ioga e faixa preta de karatê, ela usa as artes marciais para lidar com seu temperamento explosivo.


Diversão para toda família com participação de personalidades:
Aventureira, destemida e ousada, a série trata com humor e delicadeza o universo fantasioso dos medos e sonhos infantis. Usando de muita ironia e referências a cultura pop contemporânea, a produção é promessa de diversão para toda a família.

Primeira coprodução de série de televisão com o Uruguai, "Ernesto, o exterminador de seres monstruosos (e outras porcarias)" aposta em um humor em diversas camadas para encantar toda a família. A nova atração para o publico jovem da TV Brasil tem direção de Gustavo Spolidoro.

O formato de produção com foco no conteúdo contou com o acompanhamento próximo das autoras Ana Pacheco e Izabella Faya. Elas acumularam experiência de escrever para o público infantil e juvenil ao terem escrito as primeiras temporadas de Gaby Estrella, indicada ao Emmy Kids Award e ao Rockie Awards e terem participado da equipe de roteiristas da Serie Juacas para o Disney XD.

Frejat interpreta a música-tema da série, enquanto Anderson Leonardo, vocalista do grupo Molejo, encarna a voz do "Picanhossaurus". Já a atriz Simone Mazzer vive a personagem Griselda e o cantor Sidney Magal é responsável pela música-tema de Rigoberto.

"Ernesto, o exterminador de seres monstruosos (e outras porcarias)" ainda conta com outras participações de convidados como o ator Marcos Breda, o ator uruguaio Cesar Troncoso e a atriz Selma Lopes, que é a dubladora oficial de Marge Simpson.


Episódio de estreia: "Obscurus Valenton"
O primeiro episódio da série "Ernesto, o exterminador de seres monstruosos (e outras porcarias)" apresenta o drama da menina Tati (Carol Murai) que morre de medo e não consegue dormir sozinha no escuro. A mãe da garota (Suzana Nascimento) já não aguenta mais a situação, pois Lola vai fazer 9 anos e já está grandinha para estas coisas.

Em outro lado da cidade, Ernesto está bem triste porque há semanas que não recebe nenhum caso novo. Ele acha que as crianças já não precisam mais de um exterminador de seres monstruosos. Martina tenta animá-lo, sem muito sucesso.

Para piorar a situação, o protagonista ainda vai ter que receber um novo ajudante, Bartolomeu, o filho de sua prima. O rapaz é um adolescente que não vai bem na escola e que a mãe quer que faça um “estágio” com o tio Ernesto. O jovem sugere fazer um vídeo para divulgar o trabalho de Ernesto nas redes sociais.

A mãe de Tati vê o vídeo de Ernesto na internet e resolve chamá-lo para ajudar no caso do medo da filha. Ernesto e Bartolomeu enfrentam o monstro do escuro, o Obscurus Valenton. Eles usam de seus apetrechos especiais: um óculos com visão noturna que os ajuda a exterminar o monstro atacando seu ponto fraco: não dando importância ao que ele fala.


Ficha Técnica:
Produtora: 3 Tabelas Filmes
Roteiro: Ana Pacheco e Izabella Faya
Produção Executiva: Fernanda Reznik, Izabella Faya e Ana Pacheco
Direção: Gustavo Spolidoro
Direção de Fotografia: Alex Araripe
Direção de Arte: André Weller
Edição: Eduardo Nunes
Direção de Produção: Fernanda Reznik
Direção Musical: Maurício Pacheco

Serviço
Ernesto, o exterminador de seres monstruosos (e outras porcarias)

Estreia dia 24 de fevereiro (segunda-feira), às 12 e às 16h, na TV Brasil.
Exibição de segunda a sexta-feira, às 12h e às 16h

sábado, 22 de abril de 2017

.: A voz doce e mágica Evinha está de volta em disco

Por Luiz Gomes Otero*, em abril de 2017.

Radicada há mais de 30 anos na França, Evinha desenvolve uma carreira de sucesso na Europa, com apresentações do Trio Esperança. Mas agora, o público brasileiro poderá matar a saudade de sua voz e de seu poder de interpretação com o lançamento do CD "Uma voz, Um Piano", onde canta acompanhada somente pelo marido e músico, Gerard Gambus.

O disco era um sonho antigo do casal. Afinal, os dois sempre se apresentaram ao vivo e com ótima recepção do público em todas as ocasiões. Então, porque não gravar um disco?

No repertório há canções que se tornaram conhecidas na voz de Evinha como "Teletema", "Cantiga por Luciana" e "Casaco Marrom". E mescla com outras magistrais interpretações, como a da canção "Alguém Cantando" (de Caetano Veloso).

Mas o diferencial do disco está nas composições inéditas. Entre elas, uma homenagem ao falecido compositor Tibério Gaspar, com "Meu Canto", composição feita recentemente que marcou a volta da parceria de sucesso com Antonio Adolfo.

Com melodia de Gerard Gambus e letra de Carlos Colla, a inédita "Uma Ponte Entre Rio e Paris" funciona como uma autobiografia do casal, que sempre dividiu seu tempo entre a França e o Brasil. E em outra inédita, "Aprendendo com o Mar", Evinha proporciona mais um momento bonito no encontro da melodia com a sua voz doce.

Responsável pelo piano e produção musical de todas as faixas do CD, o maestro francês Gerard Gambus, que trabalhou ao lado de Paul Mauriat como pianista e arranjador, criou acompanhamentos com influências diversas, desde o jazz à música erudita, passando pela música brasileira. E com isso, o CD se transformou em um biscoito fino, sem dúvida alguma.

Recomendo a audição desse disco com uma boa taça de vinho ou no final da tarde, depois de um dia cansativo de trabalho. E tomara que Evinha não deixe se lançar novos discos em solo brasileiro. Pelo bem do bom gosto musical em nosso país. 

"Alguém Cantando"


Teaser do CD 

*Luiz Gomes Otero é jornalista formado em 1987 pela UniSantos - Universidade Católica de Santos. Trabalhou no jornal A Tribuna de 1996 a 2011 e atualmente é assessor de imprensa e colaborador dos sites Juicy Santos, Lérias e Lixos e Resenhando.com. Criou a página "Musicalidades", que agrega os textos escritos por ele.





.: Band estreia dois programas na faixa nobre de quinta-feira

“Shark Tank” e “Era Uma Vez Uma História” serão exibidos a partir da próxima semana


Dois novos programas estreiam na faixa nobre da Band na próxima quinta-feira, dia 27. Às 22h10, a emissora exibe com exclusividade na TV aberta Shark Tank Brasil - Negociando com Tubarões, um dos realities de maior sucesso em todo mundo que coloca frente a frente grandes investidores e empreendedores brasileiros que buscam alavancar de vez seus negócios. Em seguida, às 22h50, a Band leva ao ar a série Era Uma Vez Uma História, superprodução apresentada por Dan Stulbach e Lilia Schwarcz que combina dramaturgia, documentário e entretenimento numa maneira nova de olhar para o passado e redescobrir o Brasil. Confira os detalhes das novas atrações da emissora.



“Shark Tank Brasil - Negociando com Tubarões” estreia na Band
Programa será exibido a partir do dia 27 de abril às 22h10


A partir do dia 27 de abril, a Band exibe com exclusividade na TV aberta um dos realities de maior sucesso em todo mundo. Shark Tank Brasil - Negociando com Tubarões coloca frente a frente grandes investidores e empreendedores brasileiros que buscam alavancar de vez seus negócios ou ideias de projetos em andamento, que necessitem de aporte financeiro para crescer. Mas, para convencer os “Tubarões”, os participantes precisarão utilizar as melhores estratégias durante suas apresentações.

Em sua primeira temporada, o programa conta com um time de investidores de peso. Nas famosas poltronas estão o cantor, compositor e empresário Sorocaba; a empresária de sucesso do segmento de moda, beleza e bem-estar Cristiana Arcangeli; João Appolinário, fundador da Polishop e Robinson Shiba, Presidente do China in Box. Camila Farani, um dos principais nomes do investimento-anjo no Brasil, e Carlos Wizard, fundador da rede de escolas de idiomas Wizard e responsável por trazer o Taco Bell ao Brasil, revezam a poltrona rotativa.

Já no primeiro episódio, os empreendedores provam que para ter uma empresa de sucesso, a criatividade é fundamental. Entre um produto de adubo orgânico, um tipo inovador de próteses ortopédicas, uma linha de alimentação saudável para crianças e uma marca de roupas para o ciclista urbano, cada Tubarão terá de tomar a difícil decisão de investir ou não no negócio.

A premiada franquia “Shark Tank” é baseada no reality "Dragons 'Den", criado pela Nippon TV no Japão e distribuída ao redor do mundo pela Sony Pictures Television. O programa oferece a empreendedores a oportunidade de lançar suas ideias de negócios para grandes investidores, conhecidos como “Tubarões", na esperança de conseguir fundos de investimento. “Dragons ‘Den” foi adaptado com êxito e já cativou audiências em mais de 30 territórios em todo o mundo.

Sobre os Tubarões: Conhecido do grande público, além de ser um dos cantores de maior sucesso do Brasil, Sorocaba é responsável pela administração da carreira de diversos artistas, entre eles Thaeme e Thiago, Marcos e Belutti, Milionário e Marciano, Lucas Lucco, Luan Santana e os demais cantores que fazem parte do casting da FS Produções Artísticas, um dos maiores escritórios de gestão de carreira artística no Brasil. A veia empresarial vem de família: Sorocaba cresceu sobre forte influência de familiares gerenciando negócios e inovando o mercado. Hoje, além de cantor, também atua em diferentes áreas de investimento, entre eles rede de fast food, casas noturnas, estúdio de gravação, criação e reprodução animal, gravadora e editora de música, além de seu escritório.

Cristiana Arcangeli atua no ramo de cosméticos desde 1986 e é considerada uma das mulheres que mais influenciou e contribuiu para o desenvolvimento do mercado de moda, beleza e bem-estar no país. Empresária serial, lançou em 2010 sua quinta empresa, a Beauty’in, criando uma nova categoria no segmento de alimentos funcionais: os aliméticos. Além de estar à frente dos seus negócios, Cristiana escreveu três livros, apresenta dois boletins diários na Rádio Alpha FM, possui um portal próprio de conteúdo e ainda assina colunas em várias revistas. A carreira de sucesso rendeu mais de 26 prêmios nacionais e internacionais, entre eles “Personalidade do Ano” pelo Governo do Estado de São Paulo, “Prix Veuve Clicquot de la Femme d’Affaires”, além do “Mulher Mais Influente do País”, da Forbes.

Fundador da Polishop, uma das empresas de varejo mais famosas do Brasil, João Appolinário deu início à carreira de sucesso ainda nas concessionárias de veículos da família. Aos poucos, tornou-se investidor em negócios de diferentes vertentes até que fundou, em 1999, a Polishop. Com mais de 200 estabelecimentos em todo o país, a empresa dispõe de uma grande rede de canais de comunicação que possibilita alcançar hoje mais de 180 milhões de brasileiros, oferecendo produtos inovadores e soluções em segmentos como beleza, casa e boa forma.

Robinson Shiba era apenas um estudante de odontologia quando foi assaltado em uma viagem aos Estados Unidos e precisou trabalhar como lavador de pratos na cozinha de restaurantes da cidade para sobreviver. Aos poucos, começou a enxergar as inúmeras oportunidades oferecidas por esse mercado. Essa é a história por trás da criação da rede fast food chinês China in Box, uma das maiores do Brasil, da qual é Presidente hoje. A primeira loja da marca foi aberta em 1992 e faz parte do grupo Trendfoods, que tem ainda o controle dos restaurantes Gendai, Owan e Gokei, todos eles focados na culinária oriental. Ao todo, os negócios liderados por Robinson somam mais de 215 estabelecimentos espalhados pelo país.

Camila Farani é um dos principais nomes do investimento-anjo no Brasil. Atualmente, é Presidente da Gávea Angels, um dos pioneiros grupos de investidores-anjo no Brasil e que conta com mais de 50 investidores. Além de investir em empresas nascentes de tecnologia em áreas como e-commerce, software e mobile, investe também em setores tradicionais como alimentação e educação. Co-fundou o Mulheres Investidoras Anjo, o MIA, e a Lab22, boutique de investimento em startups no Rio de Janeiro. É sócia do Deal Match, plataforma online e fechada para investimento em empresas tech e da ACE - Rio de Janeiro, aceleradora de startups. Além disso, é embaixadora do Facebook na campanha #ElaFazHistoria, que visa empoderar mulheres. 

Camila atua ainda no setor de alimentação com o Grupo Boxx e é professora convidada do MBA da Fundação Getúlio Vargas. Antes disso, também foi diretora executiva de uma vertical de alimentação saudável do Mundo Verde e fez cursos de especialização e empreendedorismo na Universidade de Stanford e Babson College.

Fundador da Wizard, rede de escolas de idiomas líder do mercado brasileiro, Carlos Wizard tornou-se um dos empresários mais importantes do país. Em 2013, protagonizou a maior negociação da história do setor de educação com a venda do Grupo Multi Educação, detentor de oito grandes franquias - entre elas a Yázigi, Skill e Microlins. Atualmente, o empresário lidera a Mundo Verde - maior rede de lojas de produtos naturais da América Latina - e também é dono das marcas Topper e Rainha. Fundou, junto com o jogador Ronaldo Nazário, a Ronaldo Academy, uma rede de escolas de futebol para crianças e jovens jogadores. No setor de alimentação, foi o responsável por trazer o Taco Bell ao Brasil, conceituado fast-food de comida baseada na culinária mexicana.

Shark Tank Brasil – Negociando com Tubarões é uma produção da Floresta Produções em parceria com o Canal Sony. O programa vai ao ar todas as quintas-feiras, às 22h10, na tela da Band com transmissão simultânea no aplicativo da emissora para smartphones.



“Era Uma Vez Uma História” estreia na tela da Band


Apresentada por Dan Stulbach e Lilia Schwarcz, superprodução reconta a história do Brasil de um jeito diferente


Uma viagem pela fascinante história do Brasil. A partir de 27 de abril, a Band exibe Era Uma Vez Uma História, superprodução que conta como foram os anos que culminaram com o Brasil independente; da chegada da família real ao Rio de Janeiro até a Proclamação da República. 

Exibida em quatro episódios semanais (quintas-feiras às 22h50), a série combina dramaturgia, documentário e entretenimento numa maneira nova de olhar para o passado e redescobrir o Brasil. O programa leva os espectadores para campos de batalha onde aconteceram confrontos épicos pela liberdade até salões de democracia onde pioneiros escreveram constituições. É uma oportunidade também de conhecer como realmente foram os personagens que moldaram a história do Brasil, e não como os livros os descrevem. “Era Uma Vez Uma História tem um maneira divertida de contar um assunto muito interessante e importante: a história do Brasil. Usamos os melhores recursos da dramaturgia e dos documentários, uma pós-produção intensa e ilustrativa e uma edição impecável, além da condução sólida de Dan Stulbach e Lilia Schwarcz, que nos levam nessa viagem maravilhosa”, diz Diego Guebel, diretor-geral de conteúdo da Band.

Inseridos em cenas históricas reconstruídas em ambientes reais ou criadas com a ajuda de animação gráfica, o ator Dan Stulbach e a historiadora Lilia Schwarcz atuam como testemunhas e, ao mesmo tempo, narradores dos fatos que determinaram o destino do país. “Democratizar o acesso a uma história mais plural e que, sem concessões, procura trazer para o público um processo rico, verdadeiro, violento, mas também muito original, é objetivo maior de qualquer cientista social. 

Tomar parte num processo como esse - que inclui discutir roteiro, cenas, dramaturgia, figurino, cenas e tudo o mais - é utopia e sonho dos bons. Fico torcendo para que todos possam se emocionar, rir, chorar, preocupar-se, torcer tanto como fizemos: eu e toda a equipe”, afirma Lilia. O ator Dan Stulbach, que literalmente passeia pela história ao lado de Lilia Schwarcz, muitas vezes assume o papel do público, fazendo perguntas que ajudam a entender melhor o contexto histórico. 

"Foi ótimo aprender com a Lilia sobre o Brasil, esclarecer e aprofundar o entendimento da formação do nosso país. Uma série feita com cuidado e carinho para divertir a todos, sem abrir mão do conhecimento. Fiquei muito feliz de fazer parte do projeto, tomara que provoque curiosidade, que as escolas usem, que todos se divirtam”, diz Dan.

Gravada no Brasil e em Portugal, a série envolveu 150 profissionais. Na atração, atores interpretam passagens importantes de períodos históricos com a ajuda de computação gráfica. Uma equipe de cinco animadores e designers 3D trabalharam durante cinco meses na produção. “As animações foram criadas em cima de documentos e representações da época com o acompanhamento de uma equipe de pesquisa liderada por Lilia Schwarcz, o que garantiu o rigor histórico”, revela Diego Guebel.

Uma coprodução da Cine Group e da Eyeworks, com exibição na Band e no Warner Channel, Era Uma Vez Uma História tem atuações especiais de Luiza Possi, Lenine, Thaide, Oscar Filho, Charles Paraventi, Cris Lago e Magdale Alves. Os jornalistas da Band Ricardo Boechat e Paloma Tocci também fazem uma participação especial na produção.


Sinopses dos episódios
Episódio 1 (1806-1817) - exibição em 27 de abril
Nossa viagem começa em Lisboa com a fuga da corte portuguesa. Dan e Lilia serão testemunhas diretas dessa medida desesperada que a corte tomou pra manter-se no poder. A história não está feita só de fatos, mas também dos seus personagens. Descobriremos que Dom João não foi o “comedor de coxinhas” que a história contou, nem que Carlota Joaquina foi como muitos dizem.  A vinda da família real para o Brasil foi o começo de uma série de mudanças que transformaram e formaram o país. Dan e Lilia percorrem as ruas do Rio de Janeiro, sujas, desorganizadas, cheias de ratos e doenças, fato que chamou a atenção da monarquia recém-chegada mais do que a quantidade de negros e escravizados. Alguns anos mais tarde, vamos acompanhar o velório da Rainha Maria e as consequências que desencadeariam em um dos movimentos emancipatórios mais sangrentos da história brasileira, a Revolução Pernambucana.

Episódio 2 (1818-1831) - exibição em 4 de maio
Depois de viajar no tempo durante quase uma década, Dan e Lilia fazem uma pausa em um bar de Portugal no ano de 1820 e se surpreendem com outra revolta, a Revolução do Porto. Depois de se livrar de uma saia justa no bar, nosso apresentadores voltam ao Brasil para presenciar o dia em que a independência do Brasil começa a ser vislumbrada. Quando D. Pedro recusa-se a obedecer as Cortes Portuguesas, o Dia do Fico. Voltando ao presente, Lilia revela a verdadeira história por trás da famosa pintura do quadro da Independência. Alguns anos depois, D. Pedro I volta para Portugal deixando o país nas mãos de seu filho, Pedro de Alcântara, futuro Pedro II, uma criança de apenas cinco anos.

Episódio 3 (1832-1870) - exibição em 11 de maio
Quase como convidados especiais, Dan e Lilia percorrem as salas do Palácio onde a criança que ficou no trono do Brasil passa seus dias, mostrando sua preparação para assumir o controle do país. Nessas mesmas salas eles são testemunhas de como está se gerando um dos períodos mais repressivos da nossa história e, na rua, presenciam como eram tratados, vendidos, torturados e assassinados os escravos. Finalmente eles descobrem como Dom Pedro II, considerado o patrono das artes e das ciências, iniciaria uma guerra vergonhosa: a guerra da Tríplice Aliança, que acabou sendo um assunto pessoal para o Imperador.

Episódio 4 (1871-1889) - exibição em 18 de maio
No último episódio da série, Dan e Lilia acompanham a abolição da escravidão, testemunham a assinatura da Lei Áurea e revelam quem realmente foram os protagonistas deste grande momento histórico que mudaria o Brasil para sempre. Os apresentadores mostram o fim do império e a Proclamação da República. Ao final, assim como no início, eles vão participar de outra fuga, mas desta vez é Dom Pedro II que, na calada da noite, é expulso do Brasil.

.: Danite e o leão recebe selo Altamente Recomendável da FNLIJ

A obra foi selecionada na categoria Reconto e concorre ao Prêmio FNLIJ, cuja divulgação dos vencedores será em maio deste ano


O livro Danite e o leão – Um conto das montanhas da Etiópia, publicado pela Editora do Brasil, acaba de entrar na lista dos livros Altamente Recomendáveis da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ) 2017. Agraciada na categoria Reconto (que compreende os textos recolhidos da tradição oral e recontados de forma literária), a publicação concorre agora ao Prêmio FNLIJ, premiação que terá a divulgação dos resultados em maio deste ano.

O prêmio, que acontece desde 1974, está em sua 42ª edição. A cada ano a FNLIJ recebe das editoras as primeiras edições dos livros publicados para análise e seleção. As obras consideradas de melhor qualidade são selecionadas para o acervo básico da fundação, com o objetivo de orientar as compras iniciais das Secretarias de Educação, escolas e bibliotecas. Desse acervo básico são classificados os exemplares Altamente Recomendáveis/FNLIJ. São escolhidos dez livros em cada uma das seguintes categorias: Criança; Imagem; Informativo; Jovem; Literatura em Língua Portuguesa; Livro Brinquedo; Melhor Ilustração; Poesia; Projeto Editorial; Reconto; Teatro; Teórico; Tradução/adaptação (criança/jovem/informativo/reconto); Escritor Revelação; Ilustrador Revelação, cujos escritores, ilustradores, tradutores e editores recebem a láurea Altamente Recomendável – um diferencial muito importante para as obras do mercado de literatura infantil e juvenil no Brasil. Graças a essa seleção, educadores, pais e leitores em geral podem escolher livros infanto-juvenis com atestada qualidade literária e editorial, já que a FNLIJ é a principal e a mais respeitada entidade brasileira desse segmento.

Sobre a obra: Em “Danite e o leão – Um conto das montanhas da Etiópia”, lançado pela Editora do Brasil, Rogério Andrade Barbosa e a ilustradora Ciça Fittipaldi recriam um popular conto africano, ambientado nas montanhas da Etiópia, que revela um pouco da cultura da África. Apesar de se passar em um país distante, é uma história que fala de relacionamentos humanos e apresenta ensinamentos universais sobre a importância da persistência e da superação, agradando crianças e inspirando adultos.

Sobre o autor: Rogério Andrade Barbosa, especialista em recontos africanos, é graduado em Letras e pós-graduado em literatura infantil e juvenil. Trabalhou como professor voluntário em Guiné-Bissau, na África, a serviço das Nações Unidas. Pela Editora do Brasil, publicou os livros “Histórias Africanas para Contar e Recontar” e “Contos da Terra do Gelo”. 

Sobre a Editora do Brasil: Fundada em 1943, a Editora do Brasil atua há mais de 70 anos com a missão de mudar o Brasil por meio da educação. Como empresa 100% brasileira, foca a oferta de conteúdos didáticos, paradidáticos e literários direcionados ao público infantojuvenil. Foi fundadora da CBL, SNEL, FNLIJ, IPL e da Abrelivros. Os títulos estão disponíveis para comercialização por meio da loja virtual da Editora Brasil (http://www.editoradobrasil.com.br/lojavirtual/) ou nas lojas físicas, em São Paulo (Rua Conselheiro Nébias, 887 – Campos Elíseos, São Paulo - SP), Rio de Janeiro (Rua do Bispo, 150 - Rio Comprido-RJ) e Natal (Rua dos Caicós, 1533 – Alecrim, Natal- RN). 

.: Alunos da EJA produzem livro de Memórias Literárias

Projeto de leitura e escrita com alunos da EMEF Ercília Nogueira Cobra (Vila Margarida) inclui visita noturna ao Orquidário de Santos nesta terça-feira


Na próxima terça-feira, dia 25 de abril, 40 alunos vicentinos da EJA (Educação de Jovens e Adultos) terão uma experiência inesquecível, quando participam de uma visita noturna monitorada ao Orquidário Municipal de Santos, na qual poderão explorar conceitos de Ciências da Natureza, através do trabalho de conscientização ambiental do espaço e de Língua Portuguesa, mais especificamente de Literatura.

Essa experiência dos estudantes da EMEF Ercília Nogueira Cobra (Vila Margarida) culminará na produção de um livro que tratará das Memórias Literárias do grupo durante todo esse ano de estudos. A Editora Estante abraçou o projeto e já se comprometeu a publicar a obra.

A ideia surgiu a partir de um Projeto de Leitura desenvolvido pelas professoras Lilian Cristina Ferreira Dall Amico e Eliane Aparecida de Oliveira, por perceberem a dificuldade com a leitura e escrita. Pensando em resgatar a autoestima e incentivar a reconstrução de suas próprias histórias, surgiu a proposta do passeio. Para isso, os alunos foram apresentados ao livro “Os bichos que tive - memórias zoológicas”, de Sylvia Orthof. A obra literária serviu como referência para desenvolver a proficiência em escrita através desses parâmetros.

sexta-feira, 21 de abril de 2017

.: Dia do Cão-Guia: Por que existem tão poucos no Brasil?

Por George Harrison*


No dia 26 de abril, é comemorado o Dia Internacional do Cão-Guia, uma data que nos convida à reflexão sobre a realidade desses animais no Brasil. Segundo dados divulgados em 2015 pela Pesquisa Nacional de Saúde (PNS), realizada pelo IBGE em parceria com o Ministério da Saúde, o país possui aproximadamente 7 milhões de habitantes com algum tipo de deficiência visual, sendo que 1 milhão têm limitação intensa ou muito intensa e são impossibilitados de realizar atividades rotineiras.

Apesar da extrema necessidade, a Secretaria Especial de Direitos Humanos, do Ministério da Justiça, estima que existam apenas cerca de cento e sessenta cães-guias espalhados por todo o território nacional. Esse número reduzido se deve à ausência dessa cultura, motivada por fatores como o baixo investimento para o treinamento dos animais e, principalmente, pela falta de famílias voluntárias para recebê-los durante o período de Socialização.

Embora a maioria das pessoas não saiba, a preparação desses pets vai muito além de um simples treinamento temporário: são necessários meses de convivência com as chamadas “famílias socializadoras”. Desde os três meses de vida até por volta de um ano e meio, o animal passa por uma socialização com essas pessoas, que ficam responsáveis por apresentá-lo às mais diversas situações do dia a dia, como lazer, viagens, transporte público e a convivência com crianças.

As famílias acolhedoras precisam seguir uma série de procedimentos e, principalmente, passar grande parte do dia com os cães. Isso é fundamental para que a sociabilização seja feita da maneira correta e o deficiente visual receba um animal capacitado a guiá-lo em todas as situações.

Ao final do período de adaptação, o cão é devolvido para o centro de treinamento, onde aprende os comandos básicos para assumir o seu papel junto ao deficiente visual. A partir daí, ele passa a usar a guia e peitoral com alça rígida, que serve para comunicação com o humano. Dessa forma, o pet vai assimilar que está trabalhando quando usar o acessório e que, quando não estiver, pode brincar à vontade.

Depois de habituado com os novos equipamentos e com os comandos, o fiel amigo já começa a adaptação junto ao seu futuro dono, o deficiente visual, com quem vai conviver muitos e muitos anos – há casos de animais que atuaram como guias até os 12 anos.

* George Harrison é especialista do Instituto Magnus, organização sem fins lucrativos voltada à criação e ao treinamento de cães terapêuticos e cães de assistência.

.: Schwarzenegger em SP para abertura do Arnold Classic South America

Astro desembarcou na manhã desta sexta-feira, dia 21, e vai cumprir extensa agenda no evento que leva seu nome e deve atrair mais de 80 mil pessoas ao Transamérica Expor Center até domingo


Arnold Schwarzenegger já está no Brasil. O Exterminador dos cinemas desembarcou em São Paulo (SP), na manhã desta sexta-feira (21), para ser a grande atração do Arnold Classic South America, que começa nesta sexta e vai até domingo (23), no Transamérica Expo Center, na Capital Paulista. O astro do cinema, lenda do bodybuilding e ex-governador da Califórnia, foi recebido por seus sócios no evento realizado no país: Ana Paula Leal Graziano, diretora da Savaget Promoções, e Luis Felipe Bonilha, diretor da Excalibur Congressos e Eventos.

Arnold vai cumprir uma agenda digna de atleta em São Paulo, com vários compromissos. Além de visitar a Expo, maior feira de nutrição esportiva da América Latina, e conferir de perto as 37 modalidades esportivas em disputa, o astro também atende à imprensa nacional. A entrevista coletiva será nesta sexta-feira, as 17h, no auditório do Hotel Transamérica. No sábado e domingo ele visita a Expo, passando pelos estandes dos expositores e pelas arenas esportivas.

Neste sábado (22), Schwarzenegger participará de um almoço com um seleto grupo de empresários e parceiros convidados. O Arnold Business Lunch será um encontro fechado, voltado para os negócios, em que o ex-governador da Califórnia falará um pouco de sua vida, carreira e experiência no mercado, em conversa mediada pelo medalhista olímpico Gustavo Borges.

Evento Global - O Arnold Classic é hoje um evento de alcance mundial. Além da América do Sul e América do Norte, Schwarzenegger ampliou sua área de atuação nos demais continentes. É realizado também na Europa, Ásia, Oceania e África.

O Arnold Classic South America tem patrocínio diamond de Atlhetica Nutrition, Black Skull, Integralmedica, Max Titanium e Midway, patrocínio gold de Champion e apoios de WW transportes, Água Legítima Lindoia e Stadium. A realização é de Savaget Excalibur Promoções e Eventos.


Serviço Arnold Classic South America
Data: 21 a 23/04/2017
Local: Transamérica Expo Center
Endereço: Av. Dr. Mário Villas Boas Rodrigues, 387 - Santo Amaro

Horário: 
21 e 22 | sexta e sábado
Profissionais do setor: das 10h às 14h
Visitantes: das 14h às 20h
23 (domingo)
Visitantes e Profissionais do setor: das 10h às 18h

Programação do Pro Show - dia 22 
18h: abertura dos portões 
18h30: Prejudging (Bodybuilding e Figure PRO)
20h: Final (Bodybuilding PRO)
22h: Strongman PRO
22h30: Top 10 Arnold Model Search
Premiação entregue por Arnold Schwarzenegger

Confira a programação esportiva do evento no link:
http://zdl.pressroom.com.br/310047989f/arnold-classic-south-america-programacao-esportiva.html

Site oficial do evento: http://arnoldclassicsouthamerica.com.br/pt-br/
Fan page: https://www.facebook.com/arnoldclassicsouthamerica/?fref=ts

.: Roda Viva entrevista o economista e escritor Eduardo Giannetti da Fonseca

Na edição, ele comenta as medidas defendidas pelo governo para solucionar a crise econômica. Vai ao ar ao vivo na próxima segunda-feira (24/4), às 22h15, na TV Cultura
 

Nesta segunda-feira, dia 24 de abril, o Roda Viva entrevista o economista e escritor Eduardo Giannetti da Fonseca. O mineiro radicado em São Paulo responde questões sobre a situação econômica e política do país. O programa inédito, apresentado por Augusto Nunes, vai ao ar ao vivo às 22h15, na TV Cultura.

Eduardo Giannetti da Fonseca lecionou na FEA/USP, no Insper e na Universidade de Cambridge (Inglaterra), é autor de livros que repercutem muito além dos círculos acadêmicos ou econômicos e foi conselheiro da ex-senadora Marina Silva em suas campanhas pela Presidência nos anos de 2010 e 2014.

Nessa edição, Giannetti fala sobre as medidas defendidas pelo governo para a retomada do crescimento econômico no Brasil e os possíveis desdobramentos da crise que tem afetado boa parte da população nacional.

Apresentado por Augusto Nunes, a edição conta com uma bancada de entrevistadores e com o cartunista Paulo Caruso.

quarta-feira, 19 de abril de 2017

.: Com Gilberto Gil, Prudential Concerts celebra a música brasileira

Regido por Carlos Prazeres, projeto estreia no Rio de Janeiro em maio e promete aproximar a música orquestrada do público em geral. Ingressos à venda
  

Um tributo à riqueza e à criatividade da música popular brasileira. Com regência do maestro Carlos Prazeres, o Prudential Concerts – Acordes Brasileiros faz sua estreia no Rio de Janeiro no dia 9 de maio, no Teatro Riachuelo. O projeto, que até o final de agosto passará por Porto Alegre, São Paulo e Belo Horizonte, tem como objetivo explorar a pluralidade dos nossos estilos musicais, sempre apresentando uma camerata formada por músicos locais e com a participação de um solista convidado. Para a única exibição em terras cariocas, o espetáculo contará com a orquestra Johann Sebastian Rio e a presença mais do que especial de Gilberto Gil.

Os ingressos para o concerto estão à venda no site no www.ingressorapido.com.br. No repertório, Carlos Prazeres passeia por ícones e sucessos da música brasileira, levando ao público composições de Villa Lobos, Pixinguinha, Braguinha, Tom Jobim, Chico Buarque, Edu Lobo e Claudinho & Buchecha, entre outros. Os diferentes estilos e ritmos representam o Brasil e sua diversidade cultural, manifestada nas artes, no folclore, na culinária e em toda a riqueza de seu povo.

O carioca, de 41 anos, é curador artístico e regente titular da Orquestra Sinfônica da Bahia (OSBA) desde 2011. É também um dos principais convidados da Orquestra Petrobras Sinfônica (OPES) no Rio de Janeiro, onde foi assistente de Isaac Karabtchevsky até 2012. Prazeres acredita que música clássica é para todos, e aposta na criatividade de seus espetáculos para aproximá-la do público.

Para o Prudential Concerts, o maestro apresenta um repertório de música instrumental inovador e com grande diversidade estética (rítmica, melódica e harmônica). Aliado à participação de um solista convidado, o projeto proporciona uma sonoridade contemporânea, fruto de cruzamentos e experimentações nos planos da composição e improvisação. Ritmos e harmonias encontrarão novos intérpretes, se adequando à linguagem de seu tempo e respeitando a magnífica herança musical brasileira.

No Rio, o maestro regerá a Johann Sebastian Rio, que, criada em novembro de 2014, é uma orquestra barroca pela sua aura leve e dançante, mas também contemporânea. O objetivo do grupo é renovar o público da música de concerto e diversificar as formas de apresentação, produzindo espetáculos sensoriais que integram música e imagem com recursos como video mapping, iluminação, design e interação com outras artes. Prova disso foi o próprio lançamento da orquestra, que se deu com um vídeo publicado no You Tube.




O Prudential Concerts – Acordes Brasileiros tem patrocínio da Prudential, apoio da Aventura Teatros, promoção da NOVO TRAÇO e realização do Ministério da Cultura, Governo Federal, por meio da Lei de Incentivo à Cultura. 

Oficinas para músicos locais
O projeto oferecerá ainda oficinas ministradas pelo maestro Carlos Prazeres a estudantes de música das cidades visitadas. As oficinas têm como objetivo desenvolver e aperfeiçoar a técnica do instrumento de preferência, além de promover a interação dos estudantes na realização musical coletiva e cultivo da consciência das implicações éticas e hierárquicas no que diz respeito à realização musical em grupo. Serão abordados temas como emissão sonora, estudo de excertos orquestrais, postura e comportamento do músico em orquestra sinfônica, entre outros.

A fim de ampliar o acesso, haverá um intérprete de LIBRAS durante as oficinas. No Rio de Janeiro, foram convidados os alunos do Som+Eu e de outras escolas de música.

A Prudential do Brasil
A Prudential do Brasil Seguros de Vida S.A. é uma subsidiária da Prudential Financial, Inc. A companhia tem feito negócios no Brasil desde 1998 e estabeleceu 31 agências e dois escritórios comerciais localizados nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Paraná e no Distrito Federal. A seguradora comercializa seus produtos por meio de Franqueados Life Planner e via empresas parceiras. Para saber mais sobre a Prudential do Brasil, visite www.prudentialdobrasil.com.br.


SERVIÇO
Prudential Concerts – Acordes Brasileiros (Rio de Janeiro*)
Regência: Carlos Prazeres
Orquestra: Johann Sebastian Rio
Solista Convidado: Gilberto Gil
9 de maio, 20h
Teatro Riachuelo, Rua do Passeio, 40
Ingressos a partir de R$ 50 Disponíveis em https://www.ingressorapido.com.br/compra/?id=57369#!/tickets
Cliente Cartão Riachuelo tem 50% de desconto

Ponto de Venda Sem Taxa de Conveniência: Loja Riachuelo Ipanema.
Endereço: Rua Visconde de Pirajá, 321.
Horário de Funcionamento: Segunda à Sábado de 9h às 17h e Feriados 11h às 17h.
Ponto de Venda Sem Taxa de Conveniência: Teatro Riachuelo
Endereço: Rua do Passeio, 38/40. Centro - Rio de Janeiro
Horário de Funcionamento: Terça e quarta de 12h às 20h.
Quarta à Sábado de 12h às 21h.
Domingo e Feriados de 12h às 19h.

*Confira as datas dos espetáculos em outras cidades. Programa e músicos a confirmar

Porto Alegre – 20 de junho, Theatro São Pedro
São Paulo – 29 de agosto, Teatro NET São Paulo
Belo Horizonte – 31 de agosto, Cine Theatro Brasil Vallourec

Postagens mais antigas → Página inicial
Tecnologia do Blogger.