terça-feira, 25 de julho de 2017

.: Comédia Desesperados prorroga temporada em Bangu

Marcus Majella, Pablo Sanábio e Pedroca Monteiro prorrogam temporada da comédia Desesperados. Espetáculo fica em cartaz até o dia 6 de agosto no Theatro Bangu Shopping


Devido ao grande sucesso em seu primeiro final de semana, a comédia Desesperados prorrogou sua temporada no Theatro Bangu Shopping até o dia 6 de agosto. A peça se apresenta neste sábado e domingo (29 e 30) às 20h e na próxima semana com sessão extra na sexta-feira, dia 4, também às 20h.

O depoimento de Bia é, no mínimo, impactante. Segundo ela, a peça Desesperados, a salvou de uma tentativa de acabar com a própria vida. Ainda que seja exagero de estrela, a moça, nascida da imaginação do autor Fernando Ceylão, garante que veio com tudo para, junto com seus companheiros de cena, fazer a plateia morrer de rir. No total são mais de 40 personagens que se esbarram e ganham vida em diferentes esquetes.

Com uma carpintaria mais do que elaborada, o espetáculo permite, numa única cena, várias trocas de personagens. Para tanto, o autor lançou mão da criatividade e chegou a um recurso de fácil entendimento: tarjas com nomes dos personagens coladas no peito de cada ator, que podem ser trocadas a qualquer momento.

Com a direção do experiente João Fonseca, Desesperados pode ser vista de duas maneiras: como uma divertida peça de esquetes; mas também como uma única peça. Isso porque ao assistir o espetáculo, você vai entendendo que o personagem de um esquete aparece em outros esquetes e, assim vamos acompanhando a trajetória deles. Cada um desses esquetes tem início, meio e fim e poderia ser apresentado isoladamente. Porém, a costura do espetáculo os transforma num quebra cabeças elaborado que resulta em uma trama maior. O texto fala de solidão, de encontros, desencontros e vida no mundo moderno, mas tudo de uma maneira bem divertida.

O elenco conta com Marcos Majella, Pablo Sanábio e Pedroca Monteiro, três atores com longa  trajetória em comédia, o que só pode dar num resultado realmente engraçado.

Sobre a produtora Brain+: Depois de conquistar diferencial em sua área, a Brain+ - que nasceu Brainstorming Entretenimento - hoje comemora sete anos e movimenta o setor da economia criativa no Brasil, a partir de São Paulo e Rio de Janeiro, com a operação consolidada de dois teatros.

Por meio de contratos de naming right/patrocínio com a empresa de serviços de telecomunicações e entretenimento via cabo Net, viabiliza a operação dos Theatro Net Rio e Theatro Net São Paulo.

Conduzindo diretamente todos os seus negócios, Fred Reder comemora cada crescimento e novas conquistas profissionais. Seu nome é sinônimo de ousadia no cenário cultural do eixo Rio/São Paulo e sua ambição ultrapassa essas fronteiras. Ainda este ano, sua empresa tem a expectativa de crescer cada vez mais nesse mercado de entretenimento cultural, com a abertura de novos teatros.

Em paralelo aos gerenciamentos das casas, a Brain+ traz ainda em seu catálogo a produção de espetáculos, que são sucesso de público e crítica. Tango, Bolero e Cha Cha Cha; O Pacto das 3 Meninas; Romeu e Julieta; e, Avenida Q são alguns deles. Além dos mais recentes: Qualquer Gato Vira-Lata Tem a Vida Sexual Mais Sadia Que a Nossa; E Aí, Comeu?; Constellation, O Musical; O Último Lutador; Ou Tudo Ou Nada.

Ficha Técnica
Concepção e autoria: Fernando Ceylão
Direção: João Fonseca
Elenco: Marcus Majella, Pablo Sanábio e Pedroca Monteiro
Cenário: Daniel de Jesus
Luz: Dani Sanchez
Figurino: Reserva
Trilha Sonora: Carol Portes
Produção Geral: Sandro Chaim
Produtor Executivo: Arthur Monteiro
Fotos de Divulgação: Jorge Bispo
Realização: Gargalho Produções e Chaim Produções


SERVIÇO: 
DESESPERADOS
Theatro Bangu Shopping – Rua Fonseca nº 240 Shopping Bangu, Bangu
Temporada: 29 e 30 de julho / 4, 5 e 6 de agosto de 2017.
Horário: Sexta, Sábado e Domingo às 20h.
Classificação: 14 anos.
Duração: 80 minutos.
Ingresso: R$ 80,00 (plateia, frisas e balcão).
Capacidade do Teatro: 574 lugares.
Telefone do teatro: 21 2401 3631
Mais informações: https://www.facebook.com/TheatroBanguShopping
Horário de funcionamento da bilheteria: De segunda a domingo, das 10 às 22h, inclusive feriados.
Reservas para grupos: Guilherme Romeu - guilhermeromeu@brainmais.com / (21) 96629 - 0012
Horário de atendimento: De Segunda a Sábado de 14h às 21h.Horário de atendimento - De Segunda a Sábado de 14h às 21h.
Acessibilidade: Elevadores, rampas de acesso e assentos especiais
Estacionamento no Bangu Shopping

.: ABBA Mamma Mia é atração deste sábado no Teatro Bradesco SP

Crédito: Eduardo Alexandre

As luzes se apagam, os primeiros acordes chegam aos ouvidos da plateia, lentamente os integrantes preenchem o palco, os holofotes se acendem e a mágica acontece: o teatro se transforma em uma grande discoteca. Este é o espetáculo argentino ABBA Mamma Mia – The Tribute Show, uma das mais incríveis homenagens já criadas ao grupo ABBA. Prepare-se para uma verdadeira viagem no tempo. As apresentações ocorrem nos dias 28 de julho, no Teatro Bradesco (São Paulo) e 04 de agosto, no Teatro Bradesco Rio (Rio de Janeiro). Confira o serviço completo abaixo.
 
Este show capta a imagem, a música e a personalidade do grupo sueco ABBA, uma das bandas de maior sucesso na história da música pop e uma das grandes líderes da disco music, fenômeno musical que contagiou o mundo no final dos anos 70. O público vai ser convidado a relembrar o passado, com direito a botas de couro, figurinos gritantes, indumentárias cobertas de pedras brilhantes e todo o glamour de uma época de ouro que, infelizmente, não existe mais.

“Abba Mamma Mia – The Tribute Show” é protagonizado pelas atrizes e cantoras Gwendolyne Moore (como Agnetha) e Florencia Róvere (como Frida), esta ex-protagonista do musical “Les Miserables” (“Os Miseráveis”) no México e na Inglaterra. Na parte masculina estão dois músicos de extrema experiência. Na voz e na guitarra Nicolás Salvador (como Björn) e nos vocais e pianos Sergio Gutierrez (como Benny). A banda está desenhada para reproduzir fielmente a formação vocal e instrumental do quarteto original.

A qualidade e a exigência dos espetáculos produzidos em Buenos Aires – a capital latino-americana do entretenimento – faz com que as bandas de tributo argentinas sejam reconhecidas em todo o mundo, sobretudo no Brasil. Músicos experientes se dedicam a copiar todos os mínimos detalhes possíveis para recriarem grupos que só existem no imaginário do público, respeitando sempre os arranjos originais e a concepção musical da época.

Venha cantar, dançar e se emocionar com canções que marcaram gerações em uma noite para ficar na sua memória! Dos mesmos criadores de Geminis Bee Gees.

Classificação: Livre
Duração: 95min.

ZAFFARI e TRAMONTINA apresentam
Realização: Trilha Entretenimento, Branco Produções e Opus Promoções
 
ABBA MAMMA MIA TRIBUTE SHOW
Dia 28 de julho, no Teatro Bradesco (São Paulo/SP)
Dia 04 de agosto, no Teatro Bradesco Rio (Rio de Janeiro/RJ)
 
SÃO PAULO (SP)
Dia 28 de julho
Sexta-feira, às 21h
Teatro Bradesco 
(Rua Palestra Itália, 500 / 3º piso – Bourbon Shopping São Paulo)
 
 INGRESSOS
Setor
Inteira
 Meia-Entrada
Frisas 2º e 3º andares
R$ 80,00
 R$ 40,00
Frisa 1º andar
R$ 90,00
 R$ 45,00
Balcão Nobre
R$ 100,00
 R$ 50,00
Plateia (O a W)
R$ 140,00
 R$ 70,00
Camarote
R$ 150,00
 R$ 75,00
Plateia (A a N)
R$ 160,00
 R$ 80,00
 
- 50% de desconto para Clientes Bradesco e guichê exclusivo na bilheteria do Teatro. Desconto limitado a quatro ingressos por sessão para titulares dos cartões de crédito e débito (exceto cartão pessoa jurídica Bradescard). Limitado a quatro ingressos por sessão para o titular e cota de 240 ingressos por sessão; 
- 40% de desconto para cartões Zaffari Card e Bourbon Card, na compra de até dois ingressos por titular. Vendas apenas na bilheteria do Teatro.
 
* Descontos não cumulativos com meia entrada e outras promoções, limitado até 200 ingressos de cada sessão/espetáculo.
** Política de venda de ingressos com desconto: as compras poderão ser realizadas nos canais de vendas oficiais físicos, mediante apresentação de documentos que comprovem a condição de beneficiário. Nas compras realizadas pelo site e/ou call center, a comprovação deverá ser feita no ato da retirada do ingresso na bilheteria e no acesso à casa de espetáculo.
*** A lei da meia-entrada mudou: agora o benefício é destinado a 40% dos ingressos disponíveis para venda por apresentação. Veja abaixo quem têm direito a meia-entrada e ostipos de comprovações oficiais em São Paulo:
- IDOSOS (com idade igual ou superior a 60 anos) mediante apresentação de documento de identidade oficial com foto.
- ESTUDANTES mediante apresentação da Carteira de Identificação Estudantil (CIE) nacionalmente padronizada, em modelo único, emitida pela ANPG, UNE, UBES, entidades estaduais e municipais, Diretórios Centrais dos Estudantes, Centros e Diretórios Acadêmicos. Mais informações: www.documentodoestudante.com.br 
- PESSOAS COM DEFICIÊNCIA E ACOMPANHANTES mediante apresentação do cartão de Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social da Pessoa com Deficiência ou de documento emitido pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), que ateste a aposentadoria de acordo com os critérios estabelecidos na Lei Complementar nº 142, de 8 de maio de 2013. No momento de apresentação, esses documentos deverão estar acompanhados de documento de identidade oficial com foto.
- JOVENS PERTENCENTES A FAMÍLIAS DE BAIXA RENDA (com idades entre 15 e 29 anos) mediante apresentação da Carteira de Identidade Jovem que será emitida pela Secretaria Nacional de Juventude a partir de 31 de março de 2016, acompanhada de documento de identidade oficial com foto.
- JOVENS COM ATÉ 15 ANOS mediante apresentação de documento de identidade oficial com foto.
DIRETORES, COORDENADORES PEDAGÓGICOS, SUPERVISORES E TITULARES DE CARGOS DO QUADRO DE APOIO DAS ESCOLAS DAS REDES ESTADUAL E MUNICIPAIS mediante apresentação de carteira funcional emitida pela Secretaria da Educação de São Paulo ou holerite acompanhado de documento oficial com foto.
PROFESSORES DA REDE PÚBLICA ESTADUAL E DAS REDES MUNICIPAIS DE ENSINO mediante apresentação de carteira funcional emitida pela Secretaria da Educação de São Paulo ou holerite acompanhado de documento oficial com foto.
**** Caso os documentos necessários não sejam apresentados ou não comprovem a condição
do beneficiário no momento da compra e retirada dos ingressos ou acesso ao teatro, será exigido o pagamento do complemento do valor do ingresso.
 
ATENÇÃO: Não será permitida a entrada após o início do espetáculo.
 
Capacidade: 1457 pessoas
Acesso para deficientes
 
Estacionamento:
Isento até 15 minutos
Compras no Záffari acima de R$ 40,00 = 3h de isenção
Self: Primeiras 2 horas = R$ 12,00
Hora adicional = R$ 2,00
Valet Parking: 1ª hora = R$ 16,00
Hora adicional = R$ 10,00
Motos: Primeiras 2 horas = R$ 10,00
Hora adicional = R$ 2,00
 
CANAIS DE VENDAS OFICIAIS:
Ingresso Rápido: 4003-1212
www.ingressorapido.com.br
Bilheteria Teatro Bradesco: Rua Palestra Itália, 500 / 3º piso – Bourbon Shopping São PauloHorário de funcionamento: Domingo a Quinta das 12h às 20h, Sexta e Sábado das 12h às 22h.
 
 
RIO DE JANEIRO (RJ)
Dia 04 de agosto
Sexta-feira, às 21h
Teatro Bradesco Rio (Avenida das Américas, 3900 – loja 160 do Shopping VillageMall – Barra da Tijuca)
 
INGRESSOS
Setor
Valor
Meia-Entrada
Frisas
R$ 100,00
R$ 50,00
Balcão Nobre
R$ 120,00
R$ 60,00
Camarote
R$ 140,00
R$ 70,00
Plateia Alta
R$ 150,00
R$ 75,00
Plateia Baixa
R$ 160,00
R$ 80,00
 
- 50% de desconto para Clientes Bradesco e guichê exclusivo na bilheteria do Teatro. Desconto limitado a quatro ingressos por sessão para titulares dos cartões de crédito e débito (exceto cartão pessoa jurídica Bradescard). Limitado a quatro ingressos por sessão para o titular e cota de 240 ingressos por sessão;
- 20% de desconto para assinante O Globo. Desconto limitado a dois ingressos por sessão para o titular do cartão. Venda limitada de 200 ingressos por sessão e disponível apenas para compras efetuadas na bilheteria do Teatro Bradesco Rio;
- 20% de desconto Passaporte de Benefícios VillageMall em até dois ingressos. Limitado a 100 ingressos por sessão. Vendas apenas na Bilheteria do teatro.
 
*Crianças até 24 meses que fiquem sentadas no colo não pagam
** Política de venda de ingressos com desconto: as compras poderão ser realizadas nos canais de vendas oficiais físicos, mediante apresentação de documentos que comprovem a condição de beneficiário. Nas compras realizadas pelo site e/ou call center, a comprovação deverá ser feita no ato da retirada do ingresso na bilheteria e no acesso à casa de espetáculo;
******A lei da meia-entrada mudou: agora o benefício é destinado a 40% dos ingressos disponíveis para venda por apresentação. Veja abaixo quem têm direito a meia-entrada e ostipos de comprovações oficiais no Rio de Janeiro:
- IDOSOS (com idade igual ou superior a 60 anos) mediante apresentação de documento de identidade oficial com foto.
- ESTUDANTES mediante apresentação da Carteira de Identificação Estudantil (CIE) nacionalmente padronizada, em modelo único, emitida pela ANPG, UNE, UBES, FNEL, entidades estaduais e municipais, Diretórios Centrais dos Estudantes, Centros e Diretórios Acadêmicos. Mais informações: www.documentodoestudante.com.br 
- PESSOAS COM DEFICIÊNCIA E ACOMPANHANTES mediante apresentação do cartão de Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social da Pessoa com Deficiência ou de documento emitido pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), que ateste a aposentadoria de acordo com os critérios estabelecidos na Lei Complementar nº 142, de 8 de maio de 2013. No momento de apresentação, esses documentos deverão estar acompanhados de documento de identidade oficial com foto.
- JOVENS PERTENCENTES A FAMÍLIAS DE BAIXA RENDA (com idades entre 15 e 29 anos) mediante apresentação da Carteira de Identidade Jovem que será emitida pela Secretaria Nacional de Juventude a partir de 31 de março de 2016, acompanhada de documento de identidade oficial com foto.
- MENORES DE 21 ANOS mediante apresentação de carteira de identidade ou documento com foto válido.
- PROFESSORES E PROFISSIONAIS DA REDE PÚBLICA MUNICIPAL DE ENSINO (apenas aqueles que atuam no município do Rio de Janeiro) mediante de carteira funcional emitida pela Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro
**** Caso os documentos necessários não sejam apresentados ou não comprovem a condição do beneficiário no momento da compra e retirada dos ingressos ou acesso ao teatro, será exigido o pagamento do complemento do valor do ingresso.
*****Descontos não cumulativos.
 
Capacidade: 1000 lugares
 
CANAIS DE VENDAS OFICIAIS:
Bilheteria Teatro Bradesco Rio: Av. das Américas, 3.900/Lj 160- Tel: 3431-0100 (diariamente, das 13h às 21h.)
Sujeito à taxa de conveniência:
Site: www.ingressorapido.com.br (a compra pode ser feita até duas horas antes do evento)
Call Center: 4003-1212 (de segunda a sábado, das 9h às 22h, e domingo, das 12h às 18h)
FNAC Barra Shopping: Av. das Américas, 4.666 Loja B 101/114 (Segunda a sábado, das 10h às 20h, domingo, das 13h às 18h, e feriado, das 15h às 18h).
Formas de pagamento: Amex, Aura, Diners, dinheiro, Hipercard, Mastercard, Redeshop, Visa e Visa Electron. (Neste ponto de venda não é possível fazer a retirada de ingressos adquiridos pela internet e call center)
Centro 021 Turismo: Avenida Rio Branco, 181 Sala 704 - Centro (Segunda a sexta, das 10h às 19h). Formas de Pagamento: somente em dinheiro. (Neste ponto de venda não é possível fazer a retirada de ingressos adquiridos pela internet e call center)
Theatro Net Rio: Rua Siqueira Campos, 143 (Segunda a domingo das 10h às 18h). Formas de pagamento: Amex, Aura, Diners, Dinheiro, Hipercard, Mastercard, Redeshop, Visa e Visa Electron.
Rio De Janeiro Barra da Tijuca PDV Teatro Nathalia Tiimberg: Avenida das Américas, 2000 - Barra da Tijuca (Segunda a quinta, das 10h às 19h e sexta a domingo, das 12h às 21h). Formas de pagamento: Amex, Aura, Diners, Dinheiro, Hipercard, Mastercard, Redeshop, Visa e Visa Electron.
JUQUINHA  Juquinha: Av. Cesário de Melo, 3643 - Campo Grande (segunda a domingo, das 09h às 17h). Formas de pagamento: Amex, Aura, Credicard, Diners, Hipercard, Mastercard, Redeshop, Visa e Visa Electron.
Posto BR Piraquê: Av. Borges de Medeiros, s/nº (Todos os dias, das 9h às 20h). Formas de pagamento: Amex, Aura, Credicard, Diners, Dinheiro, Hipercard, Mastercard, Redeshop, Visa e Visa Electron. (Neste ponto de venda não é possível fazer a retirada de ingressos adquiridos pela internet e call center)
Posto Burgão: Estrada dos Bandeirantes, 3300 (Segunda a sábado, das 8h às 18h). Formas de pagamento: Amex, Aura, Diners, dinheiro, Hipercard, Mastercard, Redeshop, Visa e Visa Electron. (Neste ponto de venda não é possível fazer a retirada de ingressos adquiridos pela internet e call center)
Posto BR Bougainville: Rua Uruguai esquina com a Rua Maxell (Segunda a sábado, das 9h às 20h, domingo e feriado, das 9h às 16h). Formas de pagamento: somente em dinheiro.
Multipoint Leblon: Rua General Urquiza, 67 Loja B (Segunda a sexta, das 9h às 18h e sábado, das 10h às 14h. Não há funcionamento aos domingos e feriados). Formas de pagamento: Amex, Aura, Diners, dinheiro, Hipercard, Mastercard, Redeshop, Visa e Visa Electron. (Neste ponto de venda não é possível fazer a retirada de ingressos adquiridos pela internet e call center).
Cidade das Artes - Barra da Tijuca: Avenida da Américas, 5300 (Terça a quinta, das 13h às 19h e sexta a domingo, das 13h às 17h). Formas de pagamento: Amex, Diners, Dinheiro, Mastercard, Redeshop, Visa e Visa Electron.

segunda-feira, 24 de julho de 2017

.: Salão do livro no Canadá abre inscrições para escritores

Mais do que vender livros, os escritores buscam levar seu conceito, sua arte e sua maneira de ver o mundo para o universo de leitores. Pensando nisso, o I Salão do Livro do Canadá está com inscrições abertas para autores brasileiros. Organizado pela ZL Editora, o evento acontecerá nos dias 9 e 10 de setembro em Montreal. Os interessados precisam se inscrever, até dia 30 de agosto, pelo e-mail zlcomunicacao8@gmail.com.

Além de disseminar a literatura brasileira para fora de nossas fronteiras, haverá palestras com escritores que irão destacar sobre os desafios do mercado editorial, a importância do trabalho coletivo, como definir objetivos quando se decide editar uma obra entre outros assuntos.

Segundo Jô Ramos, idealizadora do projeto, o salão vai reunir também artistas plásticos, estudantes e professores. “O principal objetivo é promover propostas inovadoras para a literatura brasileira, como um aliado no aprofundamento e extensão das feiras internacionais”.

Ela diz que os escritores independentes precisam construir novas pontes para acessar o mercado editorial que hoje se fecha em apenas alguns nomes. “Por isso, queremos instigar a geração de intercâmbios mais eficazes entre os dois países”, ressalta.

- A ideia é fazer com que o autor leve seu trabalho a um público maior conquistando novos leitores, além de acessar novas formas de divulgação da sua obra - conclui.

Serviço:
I Salão do Livro do Canadá
Inscrições pelo e-mail: zlcomunicacao8@gmail.com
Prazo: até 30 de agosto
Data do evento: 9 e 10 de setembro
Cidade: Montreal (Canadá)
Local: Padoca Pâtisserie Brésilienne
Endereço: 1440, rue Amherst H2L, 3L3.

.: Férias: Pátio Higienópolis recebe Ecoparque Discovery Kids

Ecoparque Discovery Kids traz circuito de atividades inspiradas em sustentabilidade e no contato com a natureza


Entre 26 de Julho e 6 de agosto, o Pátio Higienópolis dará as boas-vindas para um evento com o tema sustentabilidade e ecologia para as crianças. O Ecoparque Discovery Kids, nova atração itinerante do canal infantil, leva as crianças a interagir, de forma lúdica, com a importância da natureza e da preservação do planeta, proporcionando novas descobertas, individualmente e em grupo, passando por diferentes paisagens do mundo no circuito.

Os protagonistas dos desenhos Floogals, O Zoo da Zu, Miss Moon, Super Wings e Doki, atrações das telinhas, se transformam em áreas temáticas do Ecoparque. O trajeto é organizado em torno de uma grande árvore, envolvida por surpresas e desafios que exigem cooperação entre os participantes.

Os Floogals, alienígenas que investigam o mundo dos humanos, comandam a primeira área do Ecoparque Discovery Kids. Nela, os participantes encontram um labirinto com objetos recicláveis espalhados, que deverão ser recolhidos e depositados na cesta coletora apropriada.

Na próxima etapa, Jett, o protagonista de Super Wings que viaja o mundo, precisa descobrir qual será seu próximo destino. Para isso, juntas, as crianças montam um grande quebra-cabeça que desvenda este mistério.

O circuito continua na área do programa O Zoo da Zu, onde os participantes ficam responsáveis pela refeição de alguns animais do zoológico. Chegando perto da grande árvore, eles descobrem que há uma entrada escondida que dá acesso ao interior do tronco. Para irem adiante, todos precisam encontrar os óculos da Miss Moon, que os perdeu em sua última aventura.

Para finalizar, dentro do tronco, Doki conduz os participantes por uma aventura radical inspirada no arvorismo. Seguindo o personagem símbolo do Discovery Kids pelos obstáculos, as crianças exploram o interior da árvore até a saída.

O Ecoparque Discovery Kids também disponibiliza uma área para crianças de até três anos, a “Baby Wissper”, com piscina de bolinhas e escorregador.  O evento é realizado pelo canal Discovery Kids, com execução da agência Nova Performance Eventos e parceria da rede Iguatemi.

SERVIÇO: ECOPARQUE DISCOVERY KIDS
Indicado para crianças de 0 a 8 anos, acompanhadas de um adulto responsável.
Local: Vão Central, Shopping Pátio Higienópolis, piso Veiga Filho
www.pátiohigienópolis.com.br
Endereço: Av Higienópolis, 618
Data: 26 de julho a 6 de agosto
Horários: 12h às 20h
Capacidade: 8 crianças a cada 5 minutos
Duração: aproximadamente 25 minutos

Evento Gratuito: A retirada de ingressos é feita na bilheteria, localizada no piso Veiga Filho, de segunda a domingo, a partir das 11h30.

Importante: Os ingressos são limitados e válidos somente para o mesmo dia. Não é possível retirar ingressos para dias futuros na bilheteria do evento. A bilheteria abre 30 minutos antes do início do evento. O serviço de reservas está disponível através da área de “Eventos” no site discoverykidsbrasil.com

Sobre o Pátio Higienópolis: Construído em outubro de 1999, o Pátio Higienópolis é um dos principais shoppings da cidade de São Paulo. Ao longo dos anos, o empreendimento impulsionou o desenvolvimento do seu entorno e se tornou uma extensão da casa dos moradores da região. Com mais 300 lojas, seu projeto arquitetônico segue um estilo moderno que convive em harmonia com o clássico e oferece um espaço único com as melhores marcas nacionais e internacionais de moda, diversas opções de gastronomia e serviços. Além disso, proporciona atividades de lazer, entretenimento e cultura para toda a família. O shopping, que hoje faz parte do portfólio da Iguatemi Empresa de Shopping Centers e é administrado pela companhia, está localizado na Avenida Higienópolis, 618, com entradas alternativas pela Rua. Dr. Veiga Filho 133 e R. Dr. Albuquerque Lins. Para mais informações, acesse www.patiohigienopolis.com.br ou http://iguatemi.com.br/patiohigienopolis 

Sobre o Discovery Kids: O Discovery Kids é o canal pioneiro em programação infantil da América Latina, com conteúdo dedicado 24 horas por dia às crianças pequenas. Com personagens e histórias cativantes, o canal permite que as crianças se identifiquem com as experiências da vida real e oferece um ambiente que nutre a curiosidade. Para mais informações, acesse: www.discoverykidsbrasil.com.

.: Autora americana escreve romance sobre racismo para jovens

“O ódio que você semeia” ficou na lista de mais vendidos no New York Times e teve leitura recomendada para escolas e bibliotecas. No livro, menina negra testemunha morte de seu melhor amigo por um policial e vive os dilemas de morar num gueto e estudar numa escola onde a maioria dos alunos é branca


Trayvon Martin, Philando Castile, Tamir Rice, Alton Sterling, Oscar Grant, nos Estados Unidos. Roberto Silva de Souza, Wilton Esteves Domingos Júnior, Carlos Eduardo Silva de Souza, Wesley Castro Rodrigues, Cleiton Correa de Souza, no Brasil. O que essas pessoas têm em comum? Todas são negras. Todas viraram notícia depois de serem mortas pela polícia. Nenhuma delas estava armada. Os assassinatos de jovens negros inspiram movimentos como o Jovem Negro Vivo, aqui, e o Black Lives Matter (Vidas Negras Importam), lá. Provocam reação, protestos e também arte, música, cinema e literatura.

Foi depois de saber da morte de Oscar Grant, em 2009,  que a americana Angie Thomas começou a pensar em escrever um livro. Outros conterrâneos negros foram morrendo e, da raiva e da vontade de gritar, surgiu “O ódio que você semeia”, um romance sobre Starr, moradora de um gueto nos Estados Unidos que, ainda na adolescência, testemunha a morte por arma de fogo de dois de seus melhores amigos. Um deles, Khalil, foi assassinado por um policial, numa blitz.

Antes de morrer, Khalil e Starr estão ouvindo Tupac, um rapper americano que fez sucesso com seu ativismo nas décadas de 80 e 90. Ele canta Thug life (vida bandida) e Khalil explica a Starr que Thug é a abreviação de “The hate u give little infants fucks everybody”, ou “O ódio que você passa pras criancinhas fode com todo mundo”. O diálogo sobre a música, que inspirou o nome do livro de Angie Thomas, que foi rapper na adolescência, volta no capítulo Dez. Nele, Starr conversa com o pai, um simpatizante dos Panteras Negras, ex-traficante e atual dono de mercado, sobre a violência no bairro. O assunto é racismo, falta de oportunidades e um sistema feito para ferrar os negros. “É mais fácil conseguir crack do que uma boa escola por aqui”, desabafa o pai.

Três dos documentários que concorreram ao Oscar deste ano discutiram o sistema racista americano. Um deles, “13ª Emenda”, mostra como a criminalização das drogas multiplicou a comunidade carcerária, em sua grande maioria negra, nos Estados Unidos, nas últimas décadas. “Eu não sou seu negro” é sobre o escritor negro James Baldwin e seu ensaio sobre três líderes que lutaram contra o racismo: Martin Luther King, Malcolm X e Medgar Evers. 

E o vencedor “O.J.: Made in America” reconta a história de como o julgamento do jogador negro suspeito de matar a ex-mulher e um amigo foi influenciado pela discussão racista e o ódio da comunidade negra contra a polícia violenta de Los Angeles. O filme vencedor, Moonlight, também tem protagonistas negros e é sobre um menino filho de uma viciada em crack que vira traficante para se defender da violência em seu bairro.

O livro mostra também os dilemas de Starr, que, com os irmãos, estuda numa escola de elite, em outro bairro, onde a maioria dos alunos é branca. Suas duas melhores amigas de lá são brancas. Ela também tem um namorado branco. Quando está com eles, tenta ser uma outra Starr, evita os palavrões, qualquer gíria que possa associá-la ao gueto e qualquer gesto que possa parecer violento. Os negros como Starr, ensinam seus pais, têm que aprender desde cedo a se defender. Inclusive da polícia. Não reagir, não reagir, não reagir. Para não ser morta.

Mas nem tudo é simples. Starr identifica racismo nas falas de uma de suas amigas. Depois da morte de Khalil, ela está mais sensível. Com a insistência de seu tio policial, vai depor na delegacia. Conhece uma advogada, Ofrah, que trabalha numa instituição de defesa dos negros. Mas não quer contar para todo mundo que ela é a testemunha-chave do caso. Nem para seu namorado, que não entende suas reações. Starr quer ser só uma adolescente que curte (ama, pra dizer a verdade) Harry Potter e os jogos de basquete da NBA. Mas, de onde vem e o que viu, nada disso pode ser ignorado.

“Papai me disse uma vez que tem uma fúria que é passada para todos os negros pelos ancestrais, gerada no momento em que eles não conseguiram impedir que os donos de escravos machucassem suas famílias. Papai também disse que não tem nada mais perigoso do que a hora em que essa fúria é ativada”, diz Starr, depois de ver o pai sendo abordado violentamente por um policial em frente ao mercado. O que ela vai fazer? Protestar? Dar entrevistas contando a sua versão? Vai se desnudar para os amigos e o namorado da escola branca? Ou vai se calar e desonrar a vida de seu melhor amigo, que está sendo acusado de ser traficante e culpado pela própria morte?

“O ódio que você semeia” é um livro escrito para jovens. As cenas da ficção, narradas em forma de diálogos, são inspiradas na vida real e, guardadas as devidas diferenças de cultura entre os Estados Unidos e o Brasil, poderiam se passar em qualquer comunidade brasileira. Como aconteceu com os meninos Roberto, Wilton, Carlos, Wesley e Cleiton, mortos com mais de cem tiros, por policiais, em Costa Barros, zona oeste do Rio de Janeiro. 

SOBRE A AUTORA: Angie Thomas nasceu, foi criada e ainda vive em Jackson, no Mississipi, o que se percebe pelo sotaque. Quando adolescente, era rapper e sua maior conquista foi ter escrito um artigo sobre si mesma na Right-On Magazine (com foto). É bacharel em Creative Writing pela Belhaven University e possui um diploma não oficial em Hip Hop. Ela ainda sabe fazer rap, se for preciso. Seu livro de estreia, O ódio que você semeia (The hate U give), foi o primeiro a vencer o Walter Dean Meyers Grant, em 2015, na categoria We Need Diverse Books. O romance será adaptado para o cinema, pela Fox, e chegou ao primeiro lugar da lista do New York Times na semana do seu lançamento.

Leia no blog trechos da obra: http://bit.ly/2gXZTqr


“Maravilhoso. Um clássico de nosso tempo.” — John Green (A culpa é das estrelas)

“Essa história é necessária. Essa história é importante.” — Kirkus Review

“Um livro que é um tapa na sua cara.” — The Horn Book


Livro: O ódeio que você semeia
Autora: Angie Thomas
Tradução: Regiane Winarski
Páginas: 378
Editora: Galera / Grupo Editorial Record


.: Crônica: João, o maestro, de Luiz Gonzaga Bertelli

por: Luiz Gonzaga Bertelli


Sem música, a vida seria um erro, enfatizou o filósofo Nietzsche. Para o pensador Schopenhauer, ela exprime a mais alta filosofia, em uma linguagem que a razão não compreende. Na verdade, não há como negar a importância da música na vida das pessoas. Serve de refúgio da realidade para uns, de expressão de sentimentos para outros. Promove equilíbrio, proporcionando um estado agradável de bem-estar.

Muitos brasileiros destacaram-se como expoentes da música: Carlos Gomes e Villa-Lobos, entre os clássicos; Luiz Gonzaga, João Gilberto, Dorival Caymmi, Roberto Carlos e tantos outros, sob o viés popular, transformaram-se em ícones. Assim como o maestro João Carlos Martins, considerado pelos críticos internacionais um dos maiores intérpretes de Bach do século 20. Seu domínio do piano era tal que, aos 21 anos, já despontava no mundo da música clássica. Não demorou para uma carreira consolidada no exterior. Como exemplo, basta citar seus concertos memoráveis no Carnegie Hall, em Nova York.

Por problemas físicos nas mãos, João Carlos Martins foi obrigado a abandonar o piano em 2002, mas não largou a música. Passou a estudar regência e, como maestro, fundou a Orquestra Bachiana Filarmônica, para músicos profissionais do mais alto gabarito; e a Bachiana Jovem, uma orquestra pré-profissional, constituída por jovens músicos, em processo de formação e amadurecimento.

Com a vocação de divulgar eventos culturais e música de qualidade, o CIEE abriu suas portas à Bachiana Jovem – que mais tarde se fundiu com a Filarmônica, sob o patrocínio do Sesi. Por essa proximidade de ideias, o CIEE foi escolhido para sediar uma sessão especial – espécie de avant première – do filme João, o Maestro, de Mauro Lima (Meu nome não é Johnny/Tim Maia), que estreia no mês que vem em circuito nacional. O filme conta a trajetória de João Carlos Martins desde criança até os dias atuais.

Nas palavras de Paula Barreto, produtora do filme, o Brasil tem poucos heróis e o maestro é, sem dúvida, um deles. Temos, então, de nos espelhar nesses heróis para continuar a ter esperanças em um futuro melhor. 


*Luiz Gonzaga Bertelli é presidente do Conselho de Administração do CIEE, do Conselho Diretor do CIEE Nacional e da Academia Paulista de História (APH).


Postagens mais antigas → Página inicial
Tecnologia do Blogger.