segunda-feira, 24 de agosto de 2015

.: Museu da Cana expõe fotos na 23ª Fenasucro & Agrocana

‘A História Que Nós Trouxe Até Aqui’ retrata por meio de imagens o desenvolvimento da sucroenergia da região e do Brasil


De 25 a 28 de agosto, o Museu da Cana estará presente na 23ª Fenasucro & Agrocana (Feira Internacional de Tecnologia Sucroenergética), uma das maiores do setor, com a exposição fotográfica “A História Que Nós Trouxe Até Aqui”. A mostra, que apresenta parte do acervo das maquinarias do antigo Engenho Central em Pontal (SP), é uma parceria entre a instituição e a Prefeitura Municipal de Sertãozinho. As imagens foram produzidas pelos fotógrafos Beto Batista e Tania Registro.

Por meio de 10 fotografias, o visitante fará uma viagem pela história da sucroenergia na região e no país. Considerada uma das principais atividades econômicas de Pontal e Sertãozinho, municípios que, ao lado de Ribeirão Preto, são importantes polos sucroalcooleiros e reúnem grande parte da tecnologia e conhecimento em inovação para a manutenção e o crescimento do setor.

O Museu da Cana preserva essa história industrial e a apresenta ao publico do evento. As imagens feitas mostram a edificação da antiga usina de fabricação de açúcar construído em 1905, e o maquinário do século 19, totalmente conservado - o único que se tem notícia no mundo.

 “O Engenho Central foi a primeira usina de açúcar construída na região. Ela preserva toda a linha de produção de açúcar intacta até hoje. Além disso, possui um rico acervo que inclui moldes de madeira para fabricação de peças de reposição das máquinas, construídas pelos funcionários, uma necessidade fundamental para o funcionamento e sustentabilidade, visto que no período o Brasil dependia da importação desses equipamentos", conta a gestora do Museu da Cana, Leila Heck.

A partir da família do imigrante alemão Francisco Schmidt, seguida pelas de origem italiana Biagi, Marchesi, Balbo, Simioni, Carolo e Ometo, entre outras, as pequenas plantações de cana-de-açúcar se transformaram em gigantescos empreendimentos agrícolas e os pequenos engenhos, em grandes usinas produtoras de açúcar e álcool.

"Esses homens e seus descendentes são hoje importantes proprietários de usinas ou fabricantes de equipamentos pesados para o ramo. Portanto, preservar esta memória é reconhecer o Engenho Central como um grande gerador do desenvolvimento tecnológico de nossa região e do fomento econômico do setor açucareiro e energético em nosso país nestes últimos dois séculos”, acrescenta Leila.

A cana-de-açúcar, que foi o principal produto cultivado no Brasil Colônia, principalmente na região Nordeste, ganhou novo fôlego no século 20, na região da Alta Mogiana em São Paulo. A partir das décadas de 1930 e 1940, foi iniciado o novo ciclo canavieiro, cujo produto final não era mais somente o açúcar, mas o álcool carburante. O produto se tornou emblemático no século 21 como um sonho e a realização de um combustível limpo, renovável e autosustentável.

A visitação acontece durante o período da Feira, das 13h às 20h, no estande de Prefeitura de Sertãozinho, no Centro de Eventos Zanini. A Feira acontece no Centro de Eventos Zanini está localizado no Distrito Industrial Maria Lúcia Biagi Americano, em Sertãozinho/SP. Outras informações pelo (16) 3497-5008 ou www.museudacana.org.br.

Sobre o Museu da Cana: Localizado no município de Pontal (SP), o antigo Engenho Central - construído no início do século 20 e preservado em seu conjunto edificação/equipamentos/maquinários - acolhe o Museu da Cana. Sonho antigo da família Biagi, o Museu tem como objetivo resgatar a memória industrial da cana-de-açúcar que tanto influenciou a história da região e o desenvolvimento do Brasil. A manutenção do Museu é viabilizada com recursos da Lei Federal de Incentivo à Cultura e tem como seus apoiadores as marcas Valtra, Massey Ferguson, Sorocaba Refrescos, Uberlândia Refrescos e Usina Uberaba. O Museu está aberto para visita de terça-feira à domingo, com entrada gratuita.

Fenasucro & Agrocana: É a maior feira de negócios (mundial) em tecnologia e intercâmbio comercial para indústrias, usinas e profissionais do setor sucroenergético. A feira recebe mais de 30 mil visitantes por ano e abrange os principais setores: Agrícola, Transporte e Logística, Fornecedores Industriais, Processos Industriais e Geração de Energia.    

Serviço: 
Exposição “A História Que Nós Trouxe Até Aqui”
Período: de 25 a 28/8/2015
Local: Fenasucro & Agrocana – Centro de Eventos Zanini (Distrito Industrial Maria Lúcia Biagi Americano, Sertãozinho/SP) 
Horário: das 13h às 20h
Informações: (16) 3497-5008 / 99628-9322 | www.museudacana.org.br

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.