sexta-feira, 11 de setembro de 2015

.: O disco esquecido de Cher, por Luiz Gomes Otero

Por Luiz Gomes Otero
Em setembro de 2015

Cher é muito conhecida pela sua carreira consagrada na música e no cinema. O interessante é que, quando surgiu nos anos 60, em dupla com Sonny Bono, sua linha de trabalho era bem inocente na área pop. E são poucos os que se lembram que, em 1969, em um momento de transição da carreira, ela lançou o disco 3614 Jackson Highway, no qual se mostrava uma intérprete extremamente madura e um repertório que girava em torno das canções de protesto e pacifistas que estavam em evidência na época.

O disco conseguiu a aclamação da crítica, mas não foi bem nas vendas com o público, um fato que desmotivou a gravadora na época, a ATCO. Foi o último disco dela por esse selo. O título remete ao endereço do mítico "Muscle Shoals Sound Studio", em Sheffield, no Alabama, onde o disco foi gravado. A produção ficou a cargo de Jerry Wexler, Tom Dowd e Arif Mardin, que investiram em uma sonoridade com bastante identificação com os anos 60, incluindo toques de soul music.

Há canções de Bob Dylan, como "I Threw It All Away", "Tonight I'll Be Staying Here With You" e "Lay Baby Lay" (versão de "Lay Lady Lay" sob a ótica feminina), além de standards da soul music como "The Dock Of The Bay" (um hit póstumo de Otis Redding, que foi lançado em 1968) e "Do Right Woman Do Right Man" (hit de Aretha Franklin) e "You've Made Me So Very Happy" (da banda Blood Sweet And Tears). Para mim, a surpresa maior foi a inclusão de "For What It's Worth", da banda Buffalo Springfield, que ganhou uma versão à altura da original, na minha opinião. 

Quem está acostumado a ver e ouvir Cher em hits dançantes recentes como "Believe", pode se surpreender ao ouvir uma intérprete incrivelmente madura em "3614 Jackson Highway". Ela não fica nada a dever para as cantoras da época. A sonoridade conta com metais se sopro característicos da soul music. As guitarras soam folk music e rock de uma forma discreta, sempre valorizando a ótima voz de Cher, que estava cantando como nunca naquela época. Resumindo: o disco é uma pérola musical que merece ser descoberta pelo grande público.





"For What It's Worth"


"Tonight I'll Be Staying Here With You"


"Chastity's Song (Band of Thieves)"


← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

Um comentário:

  1. Eu tenho esse álbum é está no meu top 10 ...
    E devo dizer quer os 2 primeiros álbuns dela tbm estão nessa pegada folk, country, rock.

    ResponderExcluir

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.