terça-feira, 6 de outubro de 2015

.: A rosa mesclada de Cachinhos Dourados e Chapeuzinho Vermelho

Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em setembro de 2015



Como você já sabe, Maria Eduarda é dona -Exclusiva? Talvez!- do apelido Cachinhos Dourados, além de ser prima de Chapeuzinho Vermelho. As duas garotinhas sempre brincavam juntinhas na casa da vovó Ana Miranda, que é uma grande escritora, conhecida até internacionalmente.

Na manhã de um lindo sábado de primavera, quando as duas pequenas saíram para pular e correr no enorme jardim do casarão em que a Vovó mais fofa do mundo morava, algo muito belo chamou a atenção das duas: uma rosa vermelha e amarela.

Sim! Aquela flor era tão diferente. Como aquelas duas cores tão vibrantes conseguiram serem mescladas perfeitamente numa flor tão especial?

Cachinhos Dourados correu até a roseira e quando estava prestes a arrancá-la, escutou o pedido de Chapeuzinho Vermelho:

- Por favor!! Nem pense nisso!

A loirinha até pausou a ação para encarar a priminha enrodilhando a testa, dando um tom de braveza e dúvida, simultaneamente.

- Por quê? Ela vai morrer de qualquer jeito!, retrucou rapidamente.

Então, Chapeuzinho Vermelho a alertou. Você não conhece a história de "O pequeno príncipe"?

- Ainda não. - respondeu Cachinhos Dourados com uma carinha muito triste.


- É nosso dever cuidar dela! Ela pode até ser exibida, orgulhosa e exigente com a gente, assim como foi com o pequeno Príncipe, mas tem vida. Não é nosso direito matá-la!


* Mary Ellen é editora do site cultural www.resenhando.com, jornalista, professora e roteirista, além de criadora do www.photonovelas.com.br. Twitter:@maryellenfsm 







← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.