sexta-feira, 13 de novembro de 2015

.: Músico africano Bombino se apresenta domingo em São Paulo

Neste domingo, 15 de novembro, o Sesc Pinheiros recebe o guitarrista e compositor Bombino, para única apresentação em São Paulo. Os ingressos vão de R$ 9 (credencial plena) a R$ 30 (inteira). No show, apresenta canções de seus dois álbuns lançados internacionalmente: Agadez, de 2011, e Nomad, de 2013.

Omara “Bombino” Moctarin é um músico tuaregue, povo nômade descendente dos berberes do norte de África, de Agadez, no Níger. Conhecido como “Hendrix do deserto”, suas composições evidenciam suas influências sonoras, desde cantos tuaregues à música ocidental, mais notadamente Jimi Hendrix e Mark Knopfler, do Dire Straits.

A sonoridade assouf (definido como "blues tuaregue") o levou ao circuito dos mais prestigiados festivais internacionais, tais como o "South by Southwest" (SxSW) e "Coachell"a. A participação neste último rendeu, pela mídia especializada, o reconhecimento como um dos grandes destaques de 2014, ao lado de nomes como Arcade Fire, The Knife e Queens of The Stone Age. A banda de apoio de Bombino é formada pelos estadunidenses Avi Salloway na guitarra e Corey Wilhelm na bateria e percussão e pelo belga Djakrave Dia no baixo. 

O músico de 35 anos teve contato com a guitarra pela primeira vez nos anos 90, graças a seu tio Rissa Ixa, um reconhecido pintor tuaregue, que lhe deu uma guitarra. Após ter aulas do instrumento com um guitarrista local, foi convidado pelo próprio a se juntar a sua banda. Como era o mais novo membro da banda, ganhou o apelido "Bombino", uma corruptela de bambino.

Após relutância de seu pai diante da possibilidade de se tornar músico, Bombino foi temporariamente para a Líbia, onde permaneceu estudando vídeos de Hendrix e Dire Straits e praticando guitarra enquanto trabalhava de pastor, observando e cuidando de animais. 

Em 2009, já de volta ao Níger, Bombino conheceu o cineasta Ron Wyman, que estava produzindo um documentário sobre os tuaregues. O músico não apenas se tornou figura essencial do filme "Agadez, the Music and the Rebellion" como teve seu primeiro álbum internacional, "Agadez", produzido por ele e lançado em abril de 2011. Exatos dois anos depois, o guitarrista teve seu segundo álbum lançado, "Nomad", dessa vez produzido por Dan Auerbach, do The Black Keys. O reconhecimento de sua música o levou a comparações a Jimi Hendrix e Carlos Santana.

Serviço
Show de Bombino
Local:
 
Sesc Pinheiros / Teatro Paulo Autran (1.010 lugares)
Endereço: Rua Paes Leme, 195. 
Dia: 15 de novembro, domingo, às 18h
Duração: 90 minutos
Classificação: não recomendado para menores de 10 anos.
Ingressos: R$ 30 (inteira). R$ 15 (meia: estudante, servidor de escola pública, + 60 anos, aposentados e pessoas com deficiência). R$ 9 (credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes). 
Ingressos à venda pelo portal www.sescsp.org.br, e nas bilheterias do SescSP. Venda limitada a quatro ingressos por pessoa. Não é permitida a entrada após o início do espetáculo.
Bilheteria: Terça a sábado das 10h às 21h. Domingos e feriados das 10h às 18h.
Telefone: 11 3095.9400.
Estacionamento com manobrista: terça a sexta, das 7h às 22h; Sábado, domingo, feriado, das 10h às 19h. Taxas / veículos e motos: Matriculados no Sesc: R$ 7,50 nas três primeiras horas e R$ 1,50 a cada hora adicional. Não matriculados no Sesc: R$ 10,00 nas três primeiras horas e R$ 2,50 a cada hora adicional. Para atividades no Teatro Paulo Autran, preço único: R$ 7,50.

Bombino - Azamane Tiliade 



← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.