segunda-feira, 14 de março de 2016

.: Estreia: Palavras Cruzadas na TV Brasil comandado por Paulo Markun

No centro do debate, uma palavra basta para iniciar uma conversa desafiadora entre um convidado de peso e quatro entrevistadores. 


Quem nunca matou o tempo com uma cruzadinha que atire a primeira letra! Mais que um passatempo, ela é um jogo de palavras pensado para quem gosta de treinar o raciocínio e os seus conhecimentos sobre os mais diversos assuntos. Um ofício em que se aventura gente de todas as áreas, garantindo diversidade de temas.

Essa também é a lógica do Palavras Cruzadas, programa de entrevistas que a TV Brasil estreia nesta quarta, dia 16 de março, às 22h, que vai usar a pluralidade de opiniões para garantir uma receita equilibrada de assuntos. No comando da atração, um mediador experiente nesse ramo, o jornalista Paulo Markun. Debatendo com cada convidado, quatro jornalistas, entre eles Tereza Cruvinel.

Com uma hora e meia de duração, Palavras Cruzadas vai trazer para o debate temas que movimentam o Brasil e o mundo na economia, política, esportes, comportamento, ciências e cultura. No centro da conversa, um convidado de relevância num desses cenários, brasileiro ou não, instigado pelo time de Markun. Pode ser um líder político ou um juiz, um escritor ou um esportista, um filósofo ou um artista, um acadêmico ou qualquer personalidade que seja notória em sua área de atuação.

Segundo o diretor de Jornalismo da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Ricardo Melo, a estreia do Palavras Cruzadas tendo Markun à frente da atração faz parte de um esforço para qualificar a programação da TV Pública. “Promover a volta de Paulo Markun à televisão é motivo de satisfação para a TV Brasil. Sua credibilidade e capacidade como jornalista e entrevistador são indiscutíveis. Tenho certeza de que teremos um palco de debates de altíssimo nível, relevante e capaz de contribuir para uma reflexão construtiva neste momento de efervescência da sociedade brasileira”, diz.

Palavras Cruzadas também é um novo desafio para Paulo Markun nessa volta à televisão. "Não são muitos os espaços para entrevistas em profundidade na TV aberta. Construir mais um, que obedeça aos princípios inscritos no Manual de Jornalismo da EBC - honestidade, fidelidade, precisão, responsabilidade, imparcialidade e pluralismo - é uma tarefa e tanto. Demanda empenho, paciência e persistência. Fico feliz de ter sido convidado para essa empreitada", conta o jornalista.

Tereza Cruvinel é entrevistadora fixa do programaPara a jornalista Tereza Cruvinel, que presidiu a EBC e ajudou a implantar a empresa e seus canais, poder atuar no jornalismo, agora, é motivo de satisfação. “Foi com muita alegria que cinco anos depois aceitei o convite para o Palavras Cruzadas. Participar da programação da emissora pública que ajudei a criar foi um estímulo. Outro foi atuar novamente num programa ancorado por Paulo Markun, o que fiz durante muitos anos como convidada do Roda Viva, nos bons tempos em que ele era o apresentador”, comenta.

Primeira entrevista: No programa de estreia, Palavras Cruzadas recebe a ministra e futura presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia Antunes Rocha. Mineira de Montes Claros, a ministra é vice-presidente do órgão de cúpula do Poder Judiciário, ao qual compete a guarda da Constituição.

Na pauta, a trajetória profissional da ministra, suas ideias para o comando do STF, o papel da mulher na sociedade, julgamento dos planos econômicos dos anos 1980 e 1990 (o pai da ministra, de 97 anos, desistiu de uma ação para que ela pudesse participar do julgamento), a situação dos presídios, planos para o Conselho Nacional de Justiça, o processo que liberou as biografias não autorizadas, entre outros assuntos.

Somam-se a Markun e Tereza Cruvinel na entrevista o diretor da Revista Eletrônica Consultor Jurídico, Márcio Chaer; a colunista da Folha de S. Paulo, Mônica Bérgamo e a diretora da sucursal do Valor Econômico em Brasília, Claudia Safatle.

Paulo Markun: Jornalista, escritor e diretor de séries e documentários, Markun tem 63 anos. Como apresentador de TV, comandou os programas SPTV 2a edição, da Rede Globo, Oito e Meia, da Rede Bandeirantes, Imprensa na TV, Fogo Cruzado e Questão de Ordem, na TV Gazeta, Noite e Dia e Jornal da Manchete, na Rede Manchete, e Jornal da Record e São Paulo à tarde, na Rede Record. Foi por dez anos âncora e diretor do Roda Viva, da TV Cultura. Também presidiu a Fundação Padre Anchieta (2007 a 2010).

Vencedor do prêmio Jabuti de não-ficção em 2015, é autor de 13 livros nessa categoria. Atuou como repórter, editor, colunista, chefe de reportagem e diretor de redação em grandes veículos de comunicação da mídia impressa: DCI, O Estado de S. Paulo, Folha de S. Paulo, O Globo, Jornal da República, Opinião, Jornal da Tarde. Como publisher e executivo de comunicação criou as revistas Imprensa e Radar, a edição paulista do jornal O Pasquim, a newsletter Deadline – sobre negócios da comunicação, o Jornal do Norte de Manaus e o site JD. Como produtor independente ou nas emissoras em que trabalhou, concebeu e dirigiu 61 documentários, além da série Retrovisor.

Tereza Cruvinel: Com graduação e mestrado pela UnB, atua no jornalismo político há mais de 30 anos. Trabalhou para diferentes veículos (Jornal de Brasília, Correio Braziliense, Jornal do Brasil e O Globo) atuando como repórter na cobertura dos fatos que marcaram o fim da ditadura militar e a transição democrática, como a campanha das diretas, a eleição de Tancredo Neves e a Constituinte. Entre 1986 e 2007 escreveu a coluna Panorama Político no jornal O Globo, participou de vários programas de televisão e foi comentarista da Globonews.

Em 2007 aceitou o desafio de implantar a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) e a TV Brasil, tornando-se a primeira presidente da empresa. Entre 2011 e 2013 foi colunista do Correio Brasiliense e entre 2013 e 2015 foi comentarista política da RedeTV. É também colunista do portal Brasil247. Retorna agora à EBC como entrevistadora permanente do programa Palavras Cruzadas e comentarista do telejornal Repórter Brasil.

Serviço
Palavras Cruzadas, com Paulo Markun
Toda quarta, das 22h às 23h30 – TV Brasil e TV Brasil Internacional
Reapresentação no domingo, à meia-noite
Ao vivo na web, pelo site www.tvbrasil.ebc.com.br

Rádios Nacional de Brasília AM, Nacional da Amazônia e Nacional do Alto Solimões
Toda quarta, a partir das 23h04
Rádio Nacional do Rio de Janeiro
Toda quinta, às 21h04 (após a edição do Nacional Informa)

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.