segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

.: Tom Sawyer: editora mantém projeto gráfico de clássico de 1876

Mark Twain, escritor e humorista norte americano, consagrou-se gênio com a obra "As Aventuras de Tom Sawyer", relançada neste mês pela Via Leitura, selo da Edipro. A editora primou pelo cuidado em manter o projeto gráfico com as ilustrações da versão original.

O livro é um despretensioso romance clássico, que revolucionou ao fortalecer a voz das comunidades sulistas dos Estados Unidos com os personagens icônicos Huck, Jim e o próprio Tom.

O autor narra a história de Tom Sawyer, um jovem órfão, que vive com o irmão mais novo, Sid, na casa da tia Polly. A intenção da obra é divertir o leitor com as artimanhas do protagonista que só quer matar aula, fugir do trabalho e ser, um dia, um grande pirata. Castigado pela tia que o obriga a caiar a cerca, Tom engana os colegas para escapar da tarefa. As fugas para se divertir no rio são constantes.

O personagem é extremamente preguiçoso e não quer fazer esforço algum – a não ser para flertar com Becky, menina por quem é apaixonado. Porém, no dia que ele e seu amigo, Huck, presenciam um assassinato, bastante coisa muda. Este fato, além de causar uma reviravolta emocional na dupla, faz com que eles fiquem famosos no vilarejo em que vivem.

Às margens do Mississipi, as aventuras do garoto-problema acontecem um pouco antes da Guerra Civil Americana, no século XIX. Retrata com uma boa dose de humor e romance a realidade nas comunidades escravocratas.

O personagem encara todos os conflitos desta época com um misto de ingenuidade, inerente à infância, e sagacidade de um adolescente que pensa que sabe de tudo.

Por instigar a imaginação e fazê-la parte imprescindível do desenvolvimento do ser humano, As Aventuras de Tom Sawyer desperta em muitas gerações o universo infantil adormecido em todos nós.
Sobre o autor: Mark Twain cresceu na pequena cidade de Hannibal, às margens do rio Missouri.

Críticos apontam que o local e seus habitantes teriam servidor de inspiração para o vilarejo de São Petersburgo, cenário de seus romances "As Aventuras de Tom Sawyer" e "As Aventuras de Huckleberry Finn", que alçaram o autor ao posto patamar de um dos maiores expoentes da literatura norte-americana. Nascido Samuel Langhorne Clemens (em 1835), adotou um termo náutico – mark twain (“marca dois”) – como pseudônimo e chegou a trabalhar como piloto de barco a vapor no Mississippi antes de iniciar carreira como repórter, escritor e palestrante.

Em vida, publicou 28 livros, além de inúmeros contos e histórias curtas. O ano que veio ao mundo foi o mesmo da passagem do cometa Halley pela próximo à Terra, o que voltaria a acontecer só 74 anos depois. Em 1909, escreveu: “Será a maior decepção da minha vida se eu não for embora com o cometa”. O escritor morreria poucos meses depois após o evento, em abril de 1910.
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.