sexta-feira, 10 de março de 2017

.: Sharon Lewis, uma diva do blues - Por Luiz Gomes Otero

Por Luiz Gomes Otero*, em março de 2017.

Ao surgir para o blues em 1993, em um show promovido pelo lendário Buddy Guy, Sharon Lewis passou a trilhar um caminho seguro dentro do estilo musical. E isso se confirmou com o seu mais recente lançamento, o álbum "Grown Ass Woman", em parceria com a banda Texas  Fire. Um trabalho produzido cuidadosamente e que apresenta uma sonoridade impecável.

Sharon Lewis vem se tornando uma das mais quentes intérpretes do blues de Chicago. Atuou no maior festival de blues do mundo (The Chicago Blues Festival) e vem excursionando pelo mundo afora. No Brasil ainda é pouco conhecida. Mas creio que será somente uma questão de tempo para os admiradores do blues a descobrirem.

A forma de cantar de Sharon foi moldada ouvindo divas do blues, como Koko Taylor e Etta James. Tina Turner é outra referência bem visível em sua forma de interpretar, mesclando soul e o blues de uma forma brilhante.

O disco abre com uma faixa tipo arrasa-quarteirão. "Can't Do It Like We Do" tem o peso e a sensibilidade dosados na medida certa. E a soul music dá o tom mais forte em "They're Lying". Já em "Walk In Me", ela flerta com um arranjo quase jazzístico mas sem perder o bom e velho blues de vista. A animada Hell Yeah é perfeita para levantar o público nos shows.

A faixa que dá título ao disco ("Grown Ass Woman") é um dos melhores momentos desse trabalho, assim como a ótima "Chicago Woman". O vocal de Sharon está afiadíssimo, digno das grandes divas que representam o estilo. E quando você pensa que o melhor já passou, vem as incríveis covers de "Why I Sing de Blues" (do mestre B.B. King, falecido recentemente) e de "Soulshine" (do grupo Allman Brothers). Ambas cantadas com uma firmeza e competência incontestáveis. Que voz essa mulher tem! E que banda de apoio! "Grown Ass Woman" é, desde já, um dos grandes discos desse estilo lançados nos últimos anos. E esperamos que o Brasil consiga ver de perto essa autêntica diva do blues da atualidade.

"Why I Sing The Blues" e "Chicago Woman"

"Walk With Me" 


"Hell Yeah!"

*Luiz Gomes Otero é jornalista formado em 1987 pela UniSantos - Universidade Católica de Santos. Trabalhou no jornal A Tribuna de 1996 a 2011 e atualmente é assessor de imprensa e colaborador dos sites Juicy Santos, Lérias e Lixos e Resenhando.com. Criou a página "Musicalidades", que agrega os textos escritos por ele.




← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.