sexta-feira, 14 de abril de 2017

.: Neil Diamond comemora 50 anos com CD de hits

Por Luiz Gomes Otero*, em abril de 2017.

Coletâneas tendem a ser repetitivas e sem algo que acrescente na carreira do artista. Mas no caso de Neil Diamond, que completou 50 anos de carreira, condensar a sua trajetória em 50 canções foi um desafio bem interessante. O CD "50th Anniversary Collection" é uma boa dica para quem deseja conhecer um pouco da obra desse veterano cantor e compositor.

A carreira de Neil Diamond começou a decolar nos anos 60. Primeiro fornecendo hits para os Monkees ("I´m A Believer" foi um deles). Depois com ele mesmo interpretando as canções de sua própria autoria e de outros autores também. A voz rouca e característica de Diamond é reconhecida facilmente ao tocar na rádio.

Como pontos curiosos, o disco traz as versões originais de "Girl, You'll Be A Woman Soon" (que o cineasta Quentin Tarantino mais tarde usaria com o grupo Urge Overkill cantando no filme "Pulp Fiction") e "Red Red Wine" (que voltaria a ser hit nos anos 80 com a banda UB 40)

O CD parte das canções do início de carreira, como as ótimas "Solitary Man" e "I Got The Feelin", chegando nos anos 70, com os hits "Song Sung Blue" e "Sweet Caroline" (essa última até Elvis Presley gravou). Cito ainda as clássicas "Shilo" e "Cracklin Rosie".

Das menos conhecidas do público brasileiro, destaco as faixas "Street Life" (essa tem o DNA de "Diamond", com certeza) e "Beautiful Noise" (do disco produzido por Robbie Robertson, da The Band, nos anos 70).

Interessante observar que a obra de Diamond passa de forma competente tanto por canções pop mais agitadas e bem construídas, como pelas baladas. Impossível não deixar de citar canções como "Love On The Rocks" e "September Morn", ambas de uma safra mais próxima dos dias atuais. A coletânea fecha com "América", a canção épica que encerra o filme "Cantor de Jazz", que ele estrelou no início dos anos 80, contracenando com o veterano ator Laurence Olivier.

Seria tarefa impossível resumir a obra de um mito como Neil Diamond em um único disco. 

Mesmo assim, a coletânea "50th Anniversary Collection" serve para ter uma noção do que ele fez ao longo de todo esse tempo. 

E que ainda continua fazendo nos dias atuais, por sinal.

"Girl, You'll Be A Woman Soon"

"Sweet Caroline"

"Cracklin Rosie"

"America"

*Luiz Gomes Otero é jornalista formado em 1987 pela UniSantos - Universidade Católica de Santos. Trabalhou no jornal A Tribuna de 1996 a 2011 e atualmente é assessor de imprensa e colaborador dos sites Juicy Santos, Lérias e Lixos e Resenhando.com. Criou a página "Musicalidades", que agrega os textos escritos por ele.



← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.