segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

.: CCBB São Paulo: Bate-papo com curador da exposição de Amélia Toledo

O encontro com Marcus Lontra é uma homenagem aos 60 anos de carreira de Amelia Toledo, que faleceu no início de novembro, com a retrospectiva “Lembrei que Esqueci” em cartaz no CCBB



Amélia Toledo completaria 91 anos no dia 7 de dezembro. A artista paulistana – que morreu no último dia 7 de novembro, enquanto dormia em sua casa – é tema da exposição “Lembrei que Esqueci”, que o Centro Cultural Banco do Brasil de São Paulo apresenta desde 12 de outubro, em celebração aos seus 60 anos de carreira.

Para prestar mais uma homenagem a Amélia o CCBB São Paulo promove no dia 7 de dezembro, quinta-feira, às 19h, um bate-papo com Marcus Lontra, curador da retrospectiva que segue em cartaz até 08 de janeiro, ocupando os seis andares do edifício com cerca de 60 obras da artista, entre esculturas, objetos de design, desenhos e pinturas. O encontro é gratuito e os ingressos devem ser retirados a partir das 18h.

SOBRE A AMELIA TOLEDO: Nascida em São Paulo, em dezembro de 1926, e contemporânea de artistas como Lygia Pape (1927-2004), Anna Maria Maiolino (1942) e Mira Schendel (1919-1988), Amélia pertence a um grupo célebre por aproximar a arte do cotidiano das pessoas. Em uma época em que se clamava por liberdade e direitos iguais – e o Brasil enfrentava uma longa ditadura militar – ela se consagrava como "grande dama da contracultura no Brasil", segundo Lontra.

Frequentou o ateliê de Anita Malfatti (1889 - 1964) e estudou com Yoshiya Takaoka (1909 - 1978) e Waldemar da Costa (1904 - 1982), além de ter trabalhado com desenho de projetos no escritório Vilanova Artigas (1915 - 1985).

Sua primeira exposição individual aconteceu em 1957, após um período em Londres, Escandinávia, Holanda, Alemanha, França e Portugal. Ao longo de 60 anos de carreira produziu trabalhos com diversos tipos de materiais, como aço inox, espumas, plástico, vidro e cristais. Entre os destaques estão “Espaço Elástico III”, “IV” e “V” e “Caixas I” e “II”, premiados na 9ª Bienal de São Paulo e a instalação “Caleidoscópio”, montada na estação Brás do Metrô de São Paulo.

BATE-PAPO COM MARCUS LONTRA – CURADOR DE “LEMBREI QUE ESQUECI”
Data: 07 de dezembro, quinta, às 19h, no cinema (70 lugares)
Entrada gratuita – Retirar ingressos a partir das 18h

EXPOSIÇÃO “LEMBREI QUE ESQUECI”
Período: 12 de outubro de 2017 a 8 de janeiro de 2018 – Entrada gratuita
Horário: quarta a segunda, das 9h às 21h

Centro Cultural Banco do Brasil de São Paulo
Endereço: Rua Álvares Penteado, 112 – Centro
Telefone: (11) 3113-3651
Acesso e facilidades para pessoas com deficiência | Ar-condicionado | Cafeteria e Restaurante | Loja
Clientes do Banco do Brasil têm 10% de desconto com Cartão Ourocard na cafeteria, restaurante e loja
Estacionamento conveniado: Estapar
Rua Santo Amaro, 272
Traslado gratuito até o CCBB. No trajeto de volta, a van tem parada na estação República do Metrô
Valor: R$ 15 pelo período de 5 horas
É necessário validar o ticket na bilheteria do CCBB
ccbbsp@bb.com.br  |  www.bb.com.br/cultura  |  www.twitter.com/ccbb_sp  |  www.facebook.com/ccbbsp | www.instagram.com/bancodobrasil

Uma publicação compartilhada por Resenhando.com (@portalresenhando) em

Uma publicação compartilhada por Resenhando.com (@portalresenhando) em

Uma publicação compartilhada por Resenhando.com (@portalresenhando) em
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.