quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

.: O Pequeno Príncipe em tradução inédita de Mario Quintana

O poeta gaúcho traduziu o clássico de Antoine de Saint-Exupéry para o português na década de 1940. Os originais da preciosa versão, que agora vem à luz, estavam preservados no acervo da Editora


Um dos principais poetas brasileiros, o gaúcho Mario Quintana (1906-1994), também teve uma atuação marcante como tradutor, ofício que exerceu de 1934 a 1955. Nesse período verteu para o português, a partir do francês e do inglês, grandes obras da literatura universal, de autores como Marcel Proust, Voltaire, Maupassant, Graham Greene, Honoré de Balzac e Virginia Woolf, entre outros. 

Uma joia rara dessa produção de Quintana permaneceu inédita por décadas. A preciosidade em questão é o clássico O Pequeno Príncipe, do escritor francês Antoine de Saint-Exupéry (1900-1944). O trabalho foi feito no final da década de 1940, de acordo com os originais preservados pela Editora Melhoramentos, que agora estão vindo à luz. 

Escrito no início dos anos 1940, O Pequeno Príncipe conquistou milhões de fãs, nos mais de 100 idiomas para os quais foi traduzido. Só no Brasil foram publicadas várias versões, além da de Dom Marcos Barbosa, como a de Carlos Nougué, a de Frei Betto e a de Ferreira Gullar, dentre outras.

No prefácio à tradução de Mario Quintana, Armindo Trevisan destaca que, embora todas essas versões mereçam total respeito, a do poeta gaúcho “pode ser saudada como um acontecimento literário”. Para Trevisan, “Quintana conferiu à sua versão um ‘gosto’ que dificilmente se encontra em obras congêneres e que está associado à sua ‘expressão coloquial’. Isso faz com que sua versão consiga, ao mesmo tempo, ser ‘a linguagem da tribo’ e a linguagem que guarda também ‘algo de seu silêncio’”. 

E Trevisan conclui: “Quintana não ‘traduziu’ apenas O Pequeno Príncipe, com as qualidades de estilo do autor; soube torná-lo tão brasileiro quanto possível. Também o tornou tão ‘pessoal’ quanto lhe permitiu a obra”. 

História eterna: A tradução de Quintana é mais um atrativo de um livro que já encantou e continua encantando gerações de leitores. A fábula narrada por Saint-Exupéry tem como protagonista um pequeno príncipe que migra de um asteroide para a Terra e se encontra com um aviador acidentado no meio do deserto do Saara, a quem narra todas as suas aventuras até chegar ali. Com frases marcantes como “O essencial é invisível aos olhos”, o autor propõe uma série de reflexões sobre valores, amizade, solidão, orgulho e o esquecimento da criança que fomos um dia e que precisamos seguir cultivando dentro de nós. 

Neste lançamento da Melhoramentos, o texto que emociona e faz pensar é ilustrado com as aquarelas do autor, tão conhecidas mundo afora quanto a tocante história de seu menino príncipe. Os elementos da capa brilham no escuro e a icônica raposa acompanha a obra em forma de origami. 

Site: http://editoramelhoramentos.com.br/opequenoprincipe/

Sobre o autor: Terceiro filho do conde Jean Saint-Exupéry e da condessa Marie Foscolombe, Antoine Jean-Baptiste Marie Roger Foscolombe, ou simplesmente Antoine de Saint-Exupéry, como ficou mais conhecido o escritor e ilustrador, também foi piloto. Morreu em um acidente aéreo, em 1944, quando cumpria uma missão de reconhecimento para os Aliados na Segunda Guerra Mundial. Seu corpo nunca foi encontrado e os destroços do avião foram localizados somente em 2004. 

Obra: O Pequeno Príncipe 
Autor: Antoine de Saint-Exupéry 
Tradução: Mario Quintana 
Número de páginas:  128

Sobre a Editora Melhoramentos: Há mais de 125 anos, a Editora Melhoramentos ocupa posição de destaque nas diversas áreas em que atua. É referência no mercado editorial com milhares de títulos publicados. À frente de seu tempo desde a fundação, ela se distingue pelo pioneirismo de suas obras, pelos autores e avanços editoriais aos quais se dedica. www.editoramelhoramentos.com.br

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.