terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

.: Resenha crítica de "Trama Fantasma", de Paul Thomas Anderson

Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em fevereiro de 2018



Ambientado na década de 50, "Trama Fantasma", protagonizado pelo talentoso Daniel Day-Lewis é arrastado, embora marque a aposentadoria do ator de diversos sucessos como "Gangues de Nova York" e "Meu Pé Esquerdo", aos 60 anos. No longa dirigido por Paul Thomas Anderson, Reynolds Woodcock é um renomado estilista que tem como braço direito a irmã, Cyril (Lesley Manville). 

Habituado a vestir grandes nomes da realeza e da elite britânica, busca inspiração nas mulheres que, consequentemente, entram e saem da vida dele com agilidade. Entretanto, tudo muda quando a garçonete Alma (Vicky Krieps) encanta o olhar desse homem engolido pelo trabalho e cheio de si.

Inicialmente, a relação de ambos acontece naturalmente sem intermédios. No entanto, ao morar na mesma casa com Woodcock, Alma -demora e muito- a sentir que não é alguém na mansão, apenas um modelo objetificado. Incomodada com esse tratamento, Alma muda a postura após jogar as cartas na mesa. Assim, sem qualquer bajulação, a atual musa inspiradora toma as rédeas da vida de Reynolds Woodcock.



"Trama Fantasma" é interessante por retratar o ambiente da alta-costura e a afetação -em partes. Embora o enquadramento de câmeras seja extremamente trabalhado e a atuação de Daniel Day-Lewis plausível, a trama se desenrola de forma extremamente lenta. O momento em que há uma movimentação, somente acontece por volta de 50 minutos, quando Alma expõe o que sente. Entretanto, após esse clímax a narrativa torna a ficar morna e se arrasta até o final.




Filme: Trama Fantasma (Phantom Thread, EUA)
Gênero: Drama
Duração: 2h 10min
Direção: Paul Thomas Anderson
Roteiro: Paul Thomas Anderson
Elenco: Daniel Day-Lewis, Vicky Krieps, Lesley Manville, Pip Phillips, Camilla Rutherford, Brian Gleeson, Sarah Lamesch, Harriet Sansom Harris, Gina McKee, Julia Davis, Jane Perry
Data de lançamento: 22 de fevereiro de 2018 (Brasil)


*Editora do site cultural www.resenhando.com. É jornalista, professora e roteirista. Twitter: @maryellenfsm




Trailer

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

Um comentário:

  1. Não sei o que esse filme faz na lista dos indicados por melhor filme. Chato e chato!

    ResponderExcluir

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.