domingo, 2 de julho de 2006

.: Resenha de "O Jardineiro Fiel", John Le Carré

Uma trágica e nebulosa história que acima de tudo é sobre a força do amor
Por: Mary Ellen Farias dos Santos

Em julho de 2006


A obra de John Le Carré é mais do que impecável. Saiba mais!


"A notícia chegou ao Alto Comissariado Britâncio em Nairóbi às nove e meia de uma manhã de segunda-feira. Sandy Woodrow recebeu-a como uma bala, queixo rígido, peito saliente, atravessando direto seu dividido coração inglês. Estava de pé. Lembraria disto depois. Estava de pé e o telefone  interno tocava. Ia pegar alguma coisa, ouviu a campainha e então voltou para se debruçar e fisgar o receptor de mesa e dizar, 'Woodrow'. Ou talvez, 'Aqui é Woodrow'". Caso você tenha perguntando-se: "Isto é o início de "O Jardineiro Fiel"?". A resposta é um sonoro SIM! Uma boa introdução? Não! O livro não fica só nisso, mas a cada frase garante novas e mais novas surpresas.

A obra de John Le Carré é simplesmente impecável e 100% envolvente, não só por contar uma vigorosa história, mas por ser extremamente forte e marcante em cada capítulo. A história é sobre Justin Quayle, um diplomata inglês e jardineiro amador nas horas vagas e sua esposa, Tessa. O casal que vive na África, mostram-se, no decorrer da narrativa, o oposto (Sim! Aqui pode ser perfeitamente aplicada a regrinha de que os opostos se atraem). 

Ela, conhecida como a Princesa Diana dos pobres africanos, é uma uma advogada (sonhadora) que acredita na justiça. Contudo, a história começa com o assassinato da jovem perto do lago Turkana, no norte do Quênia, sendo que seu companheiro de viagem, um médico que trabalha junto a ONGs internacionais, desaparece e não deixa vestígio algum. É então que o pacato jardineiro embarca em uma longa e aparentemente infinita, busca pela verdadeira razão da morte de sua esposa e seus responsáveis.

Quais? As surpresas são muitas e das melhores possíveis. Justin descobre que Tessa estava envolvida em um processo contra uma grande multinacional farmacêutica. Tal "empresa" usava os africanos como cobaias humanas para testar novos medicamentos contra a tuberculose, sendo que os efeitos colaterais dos remédios chegavam a ser fatais.

Em meio a tantas buscas, ele percebe que o pior de tudo que lhe aconteceu foi o fato de ter tido pouco tempo para amar a sua linda e bondosa Tessa. Ela que morre logo nas primeiras linhas do livro é uma personagem tão viva quanto às outras, sendo que por fim, torna-se ainda mais nobre. 

SOBRE O AUTOR: John Le Carré é conhecido por romances de espionagem realistas e por seu estilo preciso e elegante, sua obra é reconhecida pela caracterização sutil dos personagens e pela autenticidade e agilidade de suas tramas. A grandiosidade de sua obra o coloca ao lado de grandes nomes da literatura de espionagem, como Christopher Marlowe, Daniel Defoe e Sommerset Maugham. Autor de 'O Espião que Saiu do Frio', 'O Alfaiate do Panamá' e 'A Casa da Rússia', entre muitos outros.

Livro: O Jardineiro Fiel
Título Original: The Constant Gardener
Autor: John Le Carré
500 páginas
Ano: 2006 - 3ª edição
Tradução: Roberto Muggiati
Editora: Record
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.