segunda-feira, 27 de agosto de 2018

.: Crônica: Por que prometer se não vai dar?

Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em agosto de 2018


E então recordei até mesmo de quando fui iludida que ganharia de aniversário um exemplar do livro "Harry Potter e a Pedra Filosofal", do publicado pela Rocco com o nome do bruxinho laminada, ainda em 2001. Hoje, tenho um volume exatamente desse comentado mas, não foi presente de quem me iludiu. Promessas. Promessas. Até no meu retorno aos bancos universitários me prometeram algumas de suas Barbies de infância. Essas eu nunca pedi e nunca as tive. 

Difícil entender, não é? A mim é muito! Não sei lidar com esse tipo de blábláblá infundado. Não tem intenção de cumprir o que fala? O mínimo a se fazer é fechar a boca. Não custa nada! Por que lançar promessas ao léu? Apenas para trabalhar a expectativa alheia? Provavelmente! Uma vez que tanto o livro, quanto as bonecas, nunca foram pedidas. 


*Mary Ellen Farias dos Santos é criadora e editora do portal cultural Resenhando.com. É formada em Comunicação Social - Jornalismo, pós-graduada em Literatura e licenciada em Letras pela UniSantos - Universidade Católica de Santos. Twitter: @maryellenfsm

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.