terça-feira, 11 de setembro de 2018

.: DarkSide Books lança novas versões do clássico de terror "Drácula"


“De todos os monstros em meu armário, Drácula é o que mais me assusta. E provavelmente sempre será.”
Stephen King, autor de “Creepshow” e “Salem: A Hora do Vampiro”

 “Eu era uma criança quando tentei ler Drácula, mas fiquei apavorada e devolvi o livro à escola. Quando finalmente li, achei incrível.”
Anne Rice, autora de “Entrevista com o Vampiro”

“Sim, eu acredito em vampiros”.
Bela Lugosi, ator que interpretou Drácula em 1931


"Drácula", um clássico que ainda corre quente na veia de inúmeras gerações de leitores por todo o mundo e a mais celebrada narrativa de vampiros, continua a transcender fronteiras de tempo, espaço, história e memória.

Mais de 120 anos após sua primeira publicação, o romance epistolar mobiliza leitores e estudiosos, confirmando o vigor perene de uma árvore cujas sólidas raízes respondem pela vitalidade de suas ramificações. Embora o famoso conde não tenha sido o primeiro vampiro literário, certamente, é o mais popular, sugado e adaptado para inúmeros universos: teatro, cinema, quadrinhos, séries e brinquedos, o semblante é reconhecido até mesmo por aqueles que nunca leram o romance. Ele está em todos os lugares.

A obra atemporal de Bram Stoker narra, por meio de fragmentos de cartas, diários e notícias de jornal, a história de humanos lutando para sobreviver às investidas do vampiro Drácula. O grupo formado por Jonathan Harker, Mina Harker, dr. Van Helsing e dr. Seward tenta impedir que a vil criatura se alimente de sangue humano na Londres da época vitoriana, no final do século XIX.

Um clássico absoluto do terror, Bram Stoker define em Drácula a forma como nós entendemos e pensamos os vampiros atualmente. Mais que isso, ele traz esse monstro para o centro do palco da cultura pop do nosso século e eterniza o vilão de modos refinados e comportamento sanguinário.

Duas edições para um romance único
Não é de agora que os leitores clamam por uma edição de “Drácula” feita pela DarkSide® Books para honrar o legado do mestre Bram Stoker. Uma obra tão grandiosa quanto essa merece uma homenagem à altura, e será publicada em duas versões — para nenhum vampiro colocar defeito: first edition, com a icônica capa amarela da primeira publicação, em 1897, uma edição inédita no mercado brasileiro que eterniza o brilho e o encanto do sol, algo inalcançável diante de toda a dor da eternidade; e a dark edition, dedicada aos leitores trevosos de coração sombrio. Por dentro elas carregam o mesmo conteúdo sangrento; por fora demonstram a vida e a beleza de um clássico imortal.

Para fazer os leitores se arrepiarem, Marcia Heloisa assina a tradução e introdução de "Drácula". E como sangue tem poder, o descendente direto do autor, Dacre Stoker, escreve a preciosa apresentação desta edição.

Carlos Primati e Marcia Heloisa dão suas contribuições para a perpétua criatura. O leitor encontra textos de apoio que contam as relações entre a verdadeira Transilvânia e a aquela eternizada no livro, bem como a influência dos vampiros na cultura pop mundial. E como a DarkSide® Books sabe o que faz o coração dos vivos leitores da editora bater mais forte, apresenta também o conto “O Hóspede de Drácula”, que fazia parte do texto de Stoker, mas foi retirado da primeira publicação.

Todo esse conteúdo, planejado especialmente para os darksiders que sabem que existe uma razão para as coisas serem como são, é ornamentado com as belas e poderosas imagens de Samuel Casal, premiado quadrinista e ilustrador brasileiro, que fez uma releitura deslumbrante de personagens imortais.

A coleção "Medo Clássico" da DarkSide® se consolida a cada mestre que entra em sua casa, fazendo uma homenagem aos grandes nomes da literatura que já causaram pesadelos inenarráveis aos leitores, década após década. Para eternizar a experiência, sempre traz ilustradores convidados e tradutores que respiram e conhecem profundamente as obras originais. De fã para fã. Até o fim.

Sobre o autor
Bram Stoker (1847-1912) foi um autor irlandês que ganhou reconhecimento mundial com sua obra-prima gótica, Drácula. Embora tenha se formado em matemática, atuou como diretor do Lyceum Theatre, de Londres, e depois encontrou nas letras a verdadeira vocação. Drácula tornou-se um marco na literatura e deu origem a várias adaptações no teatro e cinema, incluindo a clássica de 1931 com Bela Lugosi no papel de conde Drácula.

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.