quarta-feira, 3 de outubro de 2018

.: #ResenhandoExplica: O que é redundância?

Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em setembro de 2018



Conforme definição recorrente nos dicionários de Língua Portuguesa, redundância é a qualidade ou a característica do que é redundante, isto é, insistência desnecessária de ideias repetitivas; excesso de palavras, de expressões; prolixidade, abundância.

Esse vício de linguagem é chamado de pleonasmo, pois repete uma ideia já explícita no discurso. Contudo, a leitura frequente é um santo remédio para dar fim a tamanho problema de fala e escrita. Ao surgir um ser leitor, o vocabulário se expande, dando fim ao uso excessivo de sinônimos.


Confira alguns vícios de linguagem:

acabamento final;
acrescentar mais uma;
adiar para depois;
agora já;
amanheceu o dia;
amigo pessoal;
antecipar para antes;
cabeça decapitada;
canja de galinha;
conclusão final;
conviver junto;
decapitar a cabeça;
demente mental;
descer pra baixo;
elo de ligação;
encarar de frente;
entrar para dentro;
exportar para fora;
exultar de alegria;
ganhar grátis;
gelo gelado;
goteira no teto;
há anos atrás;
hemorragia de sangue;
hepatite do fígado;
inaugurar o novo recinto;
introduzi dentro;
labaredas de fogo;
louca da cabeça;
manter o mesmo;
metades iguais;
minha própria autobiografia;
novidade inédita;
panorama geral;
pequenos detalhes;
planos para o futuro; 
protagonista principal;
planejar antecipadamente;
repetir de novo;
sair para fora;
sentir pêsames;
sorriso nos lábios;
subir pra cima;
surpresa inesperada;
todos são unânimes;
viúva do falecido.


*Mary Ellen Farias dos Santos é criadora e editora do portal cultural Resenhando.com. É formada em Comunicação Social - Jornalismo, pós-graduada em Literatura e licenciada em Letras pela UniSantos - Universidade Católica de Santos. Twitter: @maryellenfsm


← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.