quarta-feira, 23 de janeiro de 2019

.: Crítica gastronômica: Bistrô da Vila é um pedaço da Sicília em Morretes


Por Helder Moraes Miranda, em janeiro de 2019.


O restaurante Bistrô da Vila é um pedaço da Sicília no clima tropical de Morretes, no Paraná. Tudo neste ambiente conspira a favor da experiência gastronômica que os visitantes terão, desde as cores vibrantes que refletem a alegria do espaço, ao ambiente familiar que propicia conversas e a audição de músicas em som ambiente, ou com canções aconchegantes do agradável som ao vivo que é oferecido por lá. 


Ao entrar no espaço, um corredor com bonecos grandes e coloridos dá a vista para o lugar em que o restaurante funciona. Nessa visão, clientes e natureza convivem em harmonia. Há uma amoreira centenária que proporciona sombra para aqueles que preferem saborear a comida debaixo dela e as mesas com tampo de vidro são customizadas com peças de um antiquário que funciona por lá. Negócios comandados por mulheres da mesma família que atendem e lideram prestando atenção na delicadeza dos detalhes.



Marília Lima Oliveira, que dirige o Bistrô da Vila com a filha, Gabriella Oliveira, conta que a ideia de criar um espaço que une gastronomia e natureza começou com um curso de fotografia, realizado há pouco mais de três anos. Esse curso precisava de um café que atendesse ao grupo. Pão de queijo, café, expresso, sanduíches... "Eu gostei da ideia e realmente montei um café. Só que apenas como café não se sustentava. Daí chegou minha filha, que tem MBA, curso superior em propaganda, e sugeriu que o café se tornasse um restaurante. Mas Morretes tem muitos e, para competir, seria difícil", explica. 


A solução encontrada foi utilizar alimentos que os outros restaurantes não trabalhavam. "Barreado, sim, porque é tradicional da região e não tínhamos como tirar do cardápio. Mas o nosso barreado tem diferença porque é feito em pequenas porções. Então, tem mais tempero e tudo mais. Começamos a trabalhar com peixes e camarão, que os outros restaurantes não têm. Robalo, por exemplo: nenhum restaurante serve", explica ela, ao salientar que todos os ingredientes são comprados semanalmente para que sejam sempre frescos. Os siris são buscados dos fornecedores de Antonina, a 15 quilômetros de Morretes.


Receita para cativar visitantes

Outras especialidades da casa são os refrescantes sucos oferecidos por lá (não deixe de experimentar o de limão, uma incrível experiência cítrica para despertar os seus sentidos) e as tortas, outras das delícias que são remanescentes do café montado no local, bem como o próprio cafezinho que é passado na mesa. O local é um exemplo de evolução com muito respeito às origens. 

O público que chega vem para almoçar e já fica no ambiente que, de tão aconchegante, convida para fazer as outras refeições. Também há pessoas que vêm para jantar e se apaixonam pelo acolhimento, a porta de entrada para os sabores que são oferecidos pelo local. Em comum, uma característica simples: todos voltam. Geralmente, segundo Marília, as pessoas vêm para passar o dia. "Tem música ao vivo, as pessoas almoçam sossegadas, depois pedem uma sobremesa, um café e vão ficando. Esse é o nosso diferencial em Morretes".


Inspirado em restaurantes italianos, para celebrar a vida

Quando se está no Bistrô da Vila, algumas referências vêm em mente, como o filme "Sob o Sol da Toscana" e o romance "Comer, Rezar, Amar", da escritora norte-americana Liz Gilbert, que rendeu um longa-metragem com Julia Roberts e Javier Bardem.

Algumas características remetem à Itália, como o próprio cardápio que se relaciona com a cozinha mediterrânea, uma gastronomia típica de países banhados pelo mar Mediterrâneo e que é baseada em alimentos mais leves e naturais, que virou mania entre as pessoas que fazem dietas de emagrecimento.


Todas essas referências são facilmente explicadas. O Bistrô da Vila é um lugar solar, que foi projetado a partir da experiência de Marília em restaurantes italianos.
"Eu fui para Sicília e tinha um restaurante que achei o máximo, que era café, livraria, e o restaurante era em cima, com brita. E as mesas... Uma mesa diferente da outra, uma cadeira diferente da outra, eu achei o máximo. Isso a gente não planejou, mas acabou tendo essa inspiração do restaurante da Sicília. Até antes tínhamos livros que as pessoas podiam pegar, ler, mas a gente acabou doando para a biblioteca da prefeitura"

O ambiente é bem familiar. A música ao vivo toca MPB em som ambiente, o que não atrapalha as conversas, mas propicia espaço para o saudosismo. Todos ao redor conversam e se alimentam, em uma autêntica celebração à comida que está sendo servida e também ao ato de se confraternizar. 


O robalo com legumes é a especialidade da casa e o prato mais solicitado pelos frequentadores do restaurante. De sobremesa, as tortas mais apreciadas pela clientela são a banoffee e a morangofee que, sobre uma base de bolacha, leva leite condensado cozido, banana ou morango e nata.



História viva
A casa onde está instalado o Bistrô da Vila tem aproximadamente 160 anos, quando morava a família Malucelli. Depois, foi comprada pela família Trombini há cerca de 12 anos. As famílias são próximas e preservaram o local. Nesse espaço, ao lado do corredor que conduz ao bistrô há uma galeria repleta de quadros de muito bom gosto. 

Há uma foto da família Malucelli de 1920 que a amoreira, que hoje proporciona sombra para alguns frequentadores do bistrô, bem pequenininha. Essa amoreira é podada com muito carinho e preservada, para continuar presenciando a história viva desse espaço que é cativante. 


Robalo com legumes, a especialidade da casa

A equipe do Resenhando.com experimentou a especialidade da casa. O robalo com legumes e a limonada. A salada, generosa, inaugura a experiência de sabores que o visitante está presentes a conhecer. São folhas de diferentes sabores e texturas, tomate e cebola ao vinagre e azeite. Tudo com muito frescor e refrescância, bem como a limonada, natural, que acompanha - e acrescenta ao paladar - tudo o que será oferecido no prato principal.

O robalo com legumes serve duas pessoas em postas generosas de um peixe que, de tão macio e saboroso, conduz o cliente a uma experiência única. Os legumes que acompanham, como a batata, a cenoura, a abobrinha e a couve cozinhadas no azeite. Tanto a pimenta mais suave quanto a mais picante são feitas por lá e servem para balancear os sabores dentro da língua. 

O arroz, suavemente temperado, e a farofa, também são feitos por lá. São exemplos de alimentos feitos com alma para deixar as pessoas que passam por lá mais felizes. Quando passar por Morretes, não deixe de reservar pelo menos um dia (eu recomendaria mais) para conhecer o Bistrô da Vila. Com certeza, você voltará outras vezes.


Bistrô da Vila
Largo Lamenha Lins, 66 
Morretes - Paraná - Brasil
Telefone: +55 41 3462-4016
Segunda a sexta-feira: 10h às 18h 
Sábado e domingo: 10h às 19h

*Helder Moraes Miranda é bacharel em jornalismo e licenciado em Letras pela UniSantos - Universidade Católica de Santos, pós-graduado em Mídia, Informação e Cultura, pela USP - Universidade de São Paulo, e graduando em Pedagogia, pela Univesp - Universidade Virtual do Estado de São Paulo. Participou de várias antologias nacionais e internacionais, escreve contos, poemas e romances ainda não publicados. É editor do portal de cultura e entretenimento Resenhando.

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.