sábado, 1 de junho de 2019

.: Sergio Mamberti e Ricardo Gelli em "Visitando o Sr. Green" no Renaissance


Depois de viajar pelo Brasil, do Rio Grande do Sul ao Rio Grande do Norte, "Visitando o Sr. Green" volta à São Paulo para sua quarta temporada.  Na peça, que estreou em abril de 2015 e já foi assistida por mais de 100 mil pessoas, Sergio Mamberti interpreta o Sr. Green, um velho e solitário judeu ortodoxo. 

Mamberti divide o palco com Ricardo Gelli, na pele de Ross Gardner, um jovem executivo de 29 anos, sob direção de Cassio Scapin.  Sucesso de público e crítica, "Visitando o Sr. Green" ficará em cartaz de 31 de maio a 28 de julho no Teatro Renaissance, com uma breve pausa na semana de 27 de junho, quando o espetáculo representará o Brasil no Festival Tchekhov, as apresentações ocorrerão no Teatro Maiakovski, em Moscou, o convite do diretor do festival Valery Chadrin. 

"Visitando o Sr. Green"
Um pequeno acidente de trânsito nas ruas de Nova York acaba provocando a união entre o Sr. Green e Ross Gardner que, acusado de negligência na direção e considerado culpado pela ocorrência, recebe como pena prestar serviço comunitário junto à vítima uma vez por semana, por seis meses. 

A circunstância legal que os uniu involuntariamente, envolve os dois em situações inusitadas, com fino humor e de profunda emoção. Revelando pouco a pouco a personalidade de cada um, suas realizações e suas contradições acabam por constituir a trama central da peça por meio da riqueza da narrativa e dos instigantes diálogos de Jeff Baron. Retratam também, magistralmente, os aspectos mais pitorescos da cultura judaica, bem como os encontros e desencontros de dois habitantes de uma metrópole como Nova York. 

Jeff Baron 
Premiado autor americano, em "Visitando o Sr. Green" Baron transfere para o palco o relacionamento humano, a estupidez dos preconceitos e a importância da compreensão entre as pessoas. Uma comédia hilariante e um drama denso em uma história só. 

O texto estreou em Miami, no Teatro Coconut Grove, com tal sucesso que a produção foi levada para a Broadway, onde o ator Eli Wallach foi premiado por sua interpretação. Desde então a peça de Jeff Baron foi montada em mais de 20 países, em 15 línguas e 200 produções diferentes e premiado em muitos países. 

Sergio Mamberti
Ator, diretor, artista plástico e produtor, homenageado com o Grande Prêmio da Crítica APCA 2018 por sua trajetória no teatro, Mamberti tem participado, ao longo de 63 anos de carreira, de alguns dos mais significativos momentos do teatro brasileiro, como a peça “Navalha na Carne” de Plínio Marcos e “O Balcão“ de Jean Genet. Ao todo são quase 70 peças teatrais, 25 longas - metragens e 16 telenovelas, além de inúmeras participações especiais em programas 

de televisão e atuações fora do país, entre elas a interpretação de DEUS na montagem do Evangelho Segundo Saramago, no teatro São Luiz, em Lisboa, com a presença do autor, com casas lotadas e aplausos de público e crítica. Assinou ainda a direção de cinco peças de teatro, além de ter atuado como produtor em outros eventos.  

Ricardo Gelli 
Prêmio de Melhor Ator Coadjuvante no Festival de cinema de Gramado 2018 por “10 Segundos Para Vencer”, Gelli recebeu os Prêmios R7 Melhores do Teatro 2014 (melhor ator) por “Genet - O Poeta Ladrão”, e Melhor Ator no Festival Art Decó de Cinema por “Boca Fechada” e indicado ao Prêmio APCA 2014 por “Propriedades Condenadas”. Trabalhou com vários diretores de renome no cenário nacional: Sérgio Ferrara, Mário Bortolotto, Ruy Cortez, Ralph Maizza, Lenerson Polonini, Rui Xavier, Elisa Othake e Kléber Montanheiro. Entre as mais de 15 peças em que atuou, destacam-se: “Rosa de Vidro”, de João Fábio Cabral, direção de Ruy Cortez; “Heiner Müller em Repertório” e “Dr. Faustus Liga a Luz”, de Gertrude Stein, direção de Lenerson Polonini; entre outras. 

Cassio Scapin 
Ator formado pela EAD-USP, ficou conhecido das crianças como Nino, do "Castelo Rá-Tim-Bum", da TV Cultura. Já trabalhou em mais de 20 espetáculos, no Brasil e na Itália, tendo trabalhado com os diretores Francesco Zigrino/Itália, Ulisses Cruz, Naum Alves de Souza, Yacov Hillel, Mira Haar e Elias Andreatto, Marília Pêra entre outros. Atuou em Visitando o Sr. Green, de 2000 a 2005, dividindo o palco com Paulo Autran. 

Ficha técnica: 
Autor: Jeff Baron Tradutora: Rachel Ripani. Direção: Cassio Scapin. Assistente de direção: Ando Camargo. Elenco: Sergio Mamberti e Ricardo Gelli. Cenário: Chris Aizner e Nilton Aizner. Figurino: Fabio Namatame. Luz: Wagner Freire. Trilha sonora: Daniel Maia. Adereços: Nilton Araújo. Fotografia: Ale Catan. Programação Visual: Marcelo- Cordeiro Estúdio Bogari. Vídeo: Leandro Goddinho. Produção executiva: Daniel Palmeira. Assistente de Produção: Uli Alcântara. Coordenação Financeira: Cleo Chaves. Direção de produção: Carlos Mamberti. Realização: CD4 Produções e Mamberti Produções. Patrocínio: Porto Seguro. 

Serviço
"Visitando o Sr. Green"
Estreia: 31 de maio, às 21h. Temporada: Até. 28 de julho Local: Teatro Renaissance – Alameda Santos, 2233. Jardim Paulista. Informações:  Ingresso: R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia). Horários: sextas e sábados às 21h e domingos às 18h. Capacidade: censura: 14 anos. Menores acompanhados por pais ou responsáveis. Duração: 90 minutos. Gênero: comédia dramática. Estacionamento no local: R$ 30. Ar-condicionado. Acesso para portadores de necessidades especiais. Informações e compra de ingressos: ingressorapido.com.br. Bilheteria: (11) 3069-2286. Formas de pagamento: aceita todas as bandeiras de cartão de crédito e cartão de débito. 

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.