quarta-feira, 17 de julho de 2019

.: Eclipse solar foi visto de um avião no Chile: as fotos são impressionantes


O Chile foi testemunha privilegiada de um eclipse solar total que durou pouco mais de 2 minutos e 30 segundos em toda a sua fase. Quase um milhão de turistas lotaram a região de Coquimbo para testemunhar o espetáculo. A National Geographic ofereceu uma experiência singular com uma visão desobstruída para apreciar o evento astronômico em todo seu esplendor: uma viagem de avião para visualizar o eclipse total e ter um registro que poucos podem repetir. 

Mais de 70 pessoas, além da tripulação, puderam desfrutar deste fenômeno de uma forma única, onde 10 delas embarcaram graças a um concurso realizado pela National Geographic em conjunto ao Samsung Galaxy S10.
                                                    
Dentro do avião, mais de 15 câmeras foram posicionadas em posições diferentes para registrar as diferentes fases do eclipse e a reação dos assistentes, pilotos e tripulação, o que gerou um registro sem precedentes do maravilhoso evento astronômico.

"Nós, da National Geographic, estamos muito animados por termos oferecido esta oportunidade ao público chileno, dando-lhes acesso especial a uma experiência original que nenhum de nós esquecerá. Pudemos compartilhar a admiração e paixão por este fenômeno astronômico, apreciando-o de uma perspectiva diferente! E o acesso exclusivo da mão de especialistas nos ajudou a entender melhor e de forma simples esse fenômeno. Foi um momento maravilhoso, indescritível e que nos deu imagens especiais que queremos compartilhar com o mundo inteiro", comentou Santiago De Cárolis, General Manager da National Geographic Latin America.

“Into the Dark, Viagem ao Eclipse” começou com uma experiência interessante no Planetário de Santiago: o início contou com a exibição do filme "Eclipse, Um Juego de Luz y Sombras", e então levou a uma mesa de conversa da qual participaram Andrea Obaid como moderadora, e grandes expoentes da ciência como Gabriel León, comunicador científico; Gaspar Galaz, doutor em astrofísica; Eduardo Bendek, engenheiro chileno da NASA, e a astrônoma premiada nacionalmente de ciência, María Teresa Ruiz. No final, houve um show de música com a apresentação de "Santiago Sob as Estrelas". Posteriormente, o grupo mudou-se para a base de onde o voo esperado decolou.

"Foi uma experiência sensacional, a atmosfera era incrível. O horizonte começou a escurecer pouco a pouco, ficou vermelho e de repente ficou escuro. Você podia ver a coroa solar, havia estrelas e foi realmente impressionante: houve um grande silêncio no avião. Tenho orgulho de ter vivido essa experiência com a National Geographic", comentou Gabriel León, comunicador científico.

O voo partiu às 15h35 e sobrevoou Coquimbo às 16h30. Por quase três minutos, a 39.000 pés e com uma velocidade de quase 500 km/h, os ocupantes do avião observaram como o céu começava a escurecer e a lua cruzava em frente ao sol, alcançando uma imagem inédita e vendo um dos maiores fenômenos da natureza.

Em pleno eclipse, o avião desacelerou — a velocidade média geralmente é de 800 a 900 km/h — para poder aproveitar todo esse fenômeno, obtendo 10 segundos a mais de visibilidade de todo o eclipse do que o que se via do solo. Em completo silêncio, a emoção de ver o fenômeno se manifestou em todos os participantes, enquanto uma playlist de música de fundo criada por Gabriel Leon e Gepe soava como um momento especial e espacial.

"Fiquei muito entusiasmado durante esta experiência, nunca tinha visto um eclipse total, o sol parecia espetacular e como foi acordado com a lua foi um 'show' que nos moveu a todos. Como a lua era negra, além disso, o eclipse fez a paisagem ver um horizonte iluminado com nuvens negras e o céu cheio de estrelas, foi emocionante ", disse María Teresa Ruiz, astrônoma e vencedora do Prêmio Nacional de Ciência.

Entre os participantes estavam executivos e fotógrafos da National Geographic, uma equipe de mais de 10 pessoas e 15 câmeras para gravar o evento, a imprensa convidada e os sortudos vencedores de um concurso organizado entre a National Geographic e o Samsung Galaxy S10.





← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.