domingo, 1 de março de 2020

.: "Malditos" estreia no Teatro Cemitério de Automóveis e propõe reflexões


Com peças curtas de Aramyz, Daniela Pereira de Carvalho, Lucas Mayor e Marcos Gomes, "Malditos" estreia no Teatro Cemitério de Automóveis
dia 4 de março. Cenas do espetáculo criam reflexões sobre discursos de ódio e atitudes moralmente reprováveis. Elenco traz Ester Laccava, João Bourbounnais, Marcos Gomes, Mário Bortolotto e Pablo Perosa

O espetáculo "Malditos", composto por peças curtas de Aramyz, Daniela Pereira de Carvalho, Lucas Mayor Marcos Gomes, estreia no dia 4 de março no Teatro Cemitério de Automóveis, onde segue em cartaz até o dia 26 desse mês. As apresentações acontecem às quartas e quintas-feiras, às 21h. O elenco conta com a participação de Ester Laccava, João Bourbounnais, Marcos Gomes, Mário Bortolotto e Pablo Perosa.

Dirigida por Mário Bortolotto, Lucas Mayor e Marcos Gomes, a peça reúne quatro situações independentes unidas apenas pela relação com discursos de ódio e atitudes moralmente reprováveis.“Temos investigado na oficina que conduzimos no Cemitério de Automóveis há algum tempo a questão das formas breves nas narrativas. E nossos trabalhos nesse tempo, por vezes, tem sido convidar outros dramaturgos para escrever conosco cenas ligadas por algum tipo de temática. Pensamos a estrutura do conto para a concepção de uma peça”, esclarece o codiretor Lucas Mayor sobre a linguagem do espetáculo.

Em “Vida Game Over”, de Daniela Pereira de Carvalho, um homem solitário –interpretado por Bortolotto– cheira cocaína, joga videogames violentos e se transforma em uma máquina de matar para fugir da própria vida. “Malditos”, de Marcos Gomes, discute como o “outro” é sempre o inimigo e como as amizades são utilitárias a partir de duas figuras que se encontram em diferentes situações.

Enquanto cuida desajeitadamente de um bebê, um casal troca palavras agressivas em uma discussão sobre como parecer sofisticado diante de uma família finlandesa na peça curta “Grandes Esperanças”, de Lucas Mayor.

Já no texto “Justiça”, de Aramyz, um homem vocifera contra criminosos e defensores dos direitos humanos. Ele defende que todas essas pessoas deveriam ser mortas e terem seus órgãos doados para “cidadãos de bem” que ficam doentes.

Sinopse
"Malditos" reúne peças curtas de Aramyz, Daniela Pereira de Carvalho, Lucas Mayor e Marcos Gomes, que dialogam com o tema discursos de ódio e atitudes moralmente reprováveis. Quatro situações se ligam por esse tema: um homem solitário cheira cocaína, joga games violentos e se transforma em uma máquina de matar; dois amigos falam de forma venenosa sobre outras pessoas fora de seu círculo; um casal tem uma discussão enquanto cuida de um bebê; e um homem fala coisas horríveis ao vociferar contra criminosos e defensores dos “diretos dos manos”.

Ficha técnica
Direção: Lucas Mayor, Marcos Gomes e Mário Bortolotto. Textos: Aramyz, Daniela Pereira de Carvalho, Lucas Mayor e Marcos Gomes. Elenco: Ester Laccava, João Bourbounnais, Marcos Gomes, Mário Bortolotto, Pablo Perosa. Assessoria de imprensa: Pombo Correio.

Serviço
"Malditos", de Aramyz, Daniela Pereira de Carvalho, Lucas Mayor e Marcos Gomes. Teatro Cemitério de Automóveis - Rua Frei Caneca, 384, Consolação. Temporada: 4 a 26 de março. Às quartas e quintas-feiras, às 21h. Ingressos: R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia-entrada). Classificação: 16 anos. Duração: 60 minutos. Capacidade: 35 lugares.

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.