domingo, 19 de abril de 2020

.: #ResenhaRápida com Fran Ferraretto: a atriz em permanente reconstrução


Por Helder Moraes Miranda e Mary Ellen Farias dos Santos, editores do Resenhando. Foto: João Gabriel Hidalgo


Fran Ferrareto, 31 anos, atriz, é um caso de amor à primeira vista. Desde que a vimos pela primeira vez no espetáculo infantil "A Minicostureira", revolucionário por tratar de questões como relacionamento abusivo de uma maneira lúdica para crianças, nós, do Resenhando, fomos arrebatados por essa artista ímpar. 

|
Para o segundo semestre de 2020, ela estreará o espetáculo "Os Estonianos" de Julia Spadaccini, com direção de Cynthia Falabella e Débora Falabella. Mas ela não para. Antes da pandemia, em janeiro deste ano, rodou o filme "Lázaro" no papel de Maria; uma produção Fratura Filmes. Na Mostra Internacional de Cinema 2019, fez parte do longa-metragem "Petit do Mal", premiado em festivais fora do país.

Na televisão, 2019 foi o ano de estreia da atriz, como a personagem Mirella na série "Feras" da MTV.

Foi atriz-pesquisadora da cia. Club Noir por quase cinco anos, onde atuou em mais de 12 espetáculos profissionais e sendo contemplada com prêmios importantes como APCA, Governador do Estado, e indicações ao Shell. Integrou o Núcleo de Artes Cênicas por dois anos, protagonizando a primeira peça de teatro dirigida por Lee Taylor. Professora de teatro e TV, preparadora de elenco, e produtora, você ainda vai ouvir muito falar sobre ela.


#ResenhaRápida com Fran Ferraretto:

Nome completo: Francieli Ferraretto.
Apelido: Fran.
Data de nascimento: 30 de novembro de 1988.
Qualidade: corajosa.
Defeito: ansiosa.
Signo: sagitário, mas me vejo e me sinto mais como meu ascendente.
Ascendente: virgem.
Uma mania: lavar as mãos (isso já era antes do covid).
Religião: meu "Eu Superior".
Time: teatro.
Amor: intimidade.
Sexo: sagrado.
Mulher bonita: mulher Segura.
Homem bonito: homem Consciente.
Família é: colo quente.
Ídolo: putz...
Inspiração: as crianças me inspiram.
Arte é: revolução.
Brasil: está profundamente doente.
Fé: faz milagres.
Deus é: o ser humano.
Política é: UTOPIA.
Hobby: amo cozinhar e estudar astrologia.
Lugar: minha casa.
O que não pode faltar na geladeira: água.
Prato predileto: pizza.
Sobremesa: pizza doce (risos)
Fruta: banana e limão.
Cor favorita: verde.
Medo de: desistir.
Uma peça de teatro: "Jardim" (cia Hiato).
Um show: Nina Simone.
Um ator: Júlio Andrade.
Uma atriz: Cassia Kiss.
Um cantor: Caetano Veloso.
Uma cantora: Elis Regina.
Um escritor: atualmente, Hermann Hesse.
Uma escritora: Patti Smith.
Um filme: ainda louca por "Parasita", não consigo pensar em outro.
Um livro: "Não Temas o Mal", de Eva Pierrakos.
Uma música: "Believer" - Imagine Dragons (veja o clipe clicando neste link).
Um disco: "Ofertório" - Caetano Veloso, Moreno Veloso e Zeca Veloso.
Um personagem: Blanche Dubois, de Um Bonde Chamado Desejo".
Uma novela: "Amor de Mãe", de Manuela Dias.
Uma série: "The Handmaid's Tale".
Um programa de TV: "CineJornal", do Canal Brasil.
Indique um site: Outras Palavras.
Indique um blog: putz...
Indique um podcast: "Mamilos".
Indique um Twitter: não uso.
Indique um canal no YouTube: Nova Acrópole.
Uma saudade: eu e os meus irmãos pequenos.
Algo que me irrita: preguiça.
Algo que me deixa feliz é: viajar com o meu namorado.
Não abro mão de: organização.
Do que abro mão: daquilo que não me merece.
Digo sim a: mais equipes inteiras femininas.
Digo não à: segregação.
Sonho: viver bons personagens no cinema, teatro e TV.
Futuro: É BEM AQUI.
Morte é: transição.
Vida é: agradecer e confiar.
Uma palavra: perdão.
Ser atriz é: ser feliz ao ser atravessada.
Ser dramaturga é: um desejo.
Ser feminista é: resistir e lutar.
Ser mulher hoje é: reconstruir.


← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

#ResenhandoIndica

20 20 20
Tecnologia do Blogger.