quinta-feira, 21 de maio de 2020

.: Intrínseca lança "Inimigo Mortal: Nossa Guerra Contra os Germes Assassinos"


Com histórias da linha de frente da guerra contra diversas doenças infecciosas, "Inimigo Mortal" ajuda a entender a atual pandemia de Covid-19.

O novo coronavírus, responsável pela Covid-19, pegou a maior parte da população mundial de surpresa e deixou a vida no planeta em suspenso, enquanto cientistas buscam incessantemente tratamentos e vacinas contra esse inimigo invisível. 

Poderia ter sido diferente. Em "Inimigo Mortal: Nossa Guerra Contra os Germes Assassinos", Michael T. Osterholm, um dos grandes nomes da epidemiologia internacional, mostra como poderíamos estar muito mais bem preparados para essa pandemia e analisa diversos outros surtos e epidemias de doenças infecciosas, como Sars, Aids e Ebola, suas causas e desdobramentos. Escrito com Mark Olshaker, coautor de outro grande sucesso de não ficção, Mindhunter, o livro chega ao Brasil pela Intrínseca em maio e certamente dará ferramentas para compreendermos a pandemia que estamos vivendo.

Males como câncer e cardiopatias têm efeitos arrasadores, em grande parte das vezes restritos aos indivíduos e seus familiares. Desastres naturais provocam destruição, geralmente em uma área limitada e por um período mais curto. Nada, no entanto, se compara às doenças infecciosas, que têm o terrível poder de impactar o cotidiano das pessoas em escala global, consumindo de forma avassaladora recursos públicos e privados, interrompendo o comércio e o transporte. Como as explosões de Covid-19, Ebola, Mers e Zika demonstraram, estamos lamentavelmente despreparados para lidar com o colapso mundial. Então o que pode - e deve - ser feito para nos proteger do inimigo mais mortal dos seres humanos? 

Com base no que há de mais recente nas ciências médicas, estudos de caso, pesquisas e lições epidemiológicas aprendidas a duras penas, Inimigo mortal explora os recursos e programas que precisamos desenvolver para nos manter a salvo de doenças infecciosas. Os autores mostram como devemos enfrentar essa nova realidade em que muitos antibióticos não curam mais, o bioterrorismo é uma certeza e a ameaça de outra pandemia desastrosa só aumenta a cada dia. Apenas entendendo os desafios que estamos enfrentando seremos capazes de impedir que o impensável se torne inevitável.

“Este livro vai mudar a maneira como você pensa. Claro, bem escrito, com uma narrativa digna de Stephen King. Se todas as pessoas – sobretudo as pessoas certas – tiverem acesso a esse livro, ele terá o potencial de fazer o que poucos livros podem: salvar muitas vidas.”
John M. Barry, autor de "A Grande Gripe"



Sobre os autores
Dr. Michael T. Osterholm é professor e diretor fundador do Centro de Pesquisa e Formulação de Políticas sobre Doenças Infecciosas (Cidrap) da Universidade de Minnesota. Epidemiologista renomado, esteve na vanguarda dos protocolos de preparação da saúde pública, liderou muitas investigações de surtos de importância internacional e aconselha governos sobre como lidar com a lista cada vez maior de ameaças microbianas. 

Mark Olshaker é documentarista premiado com o Emmy e autor de cinco romances e dez livros de não ficção best-sellers do The New York Times. "Mindhunter", seu livro com John Douglas, pioneiro em criação de perfis do FBI, publicado no Brasil pela Intrínseca, vendeu milhões de cópias, inspirou a série homônima da Netflix e oferece uma perspectiva única e intrigante da ciência comportamental e da análise de investigações criminais. (Foto: Chantal Lavine)

"Inimigo Mortal: Nossa Guerra Contra os Germes Assassinos"
Tradução: Ana Rodrigues, Bruno Casotti, Jaime Biaggio e Marina Vargas. Páginas: 304. Editora: Intrínseca. Livro impresso: R$ 49,90. E-book: R$ 34,90.


← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

#ResenhandoIndica

20 20 20
Tecnologia do Blogger.