terça-feira, 16 de junho de 2020

.: #ResenhaRápida: Fábio França de "O É da Coisa" responde todas as perguntas


Por Helder Moraes Miranda e Mary Ellen Farias dos Santos, editores do Resenhando. Fotos: redes sociais do entrevistado.

Fábio França resolveu abandonar o jornalismo em novembro de 2010. Ele afirma que foi uma decisão difícil, mas não dava mais para segurar. Na época, a coisa tinha apertado, as economias desaparecido e ele pensava em voltar a ser redator publicitário. Anos antes, havia trabalhado com propaganda. Era o jeito para quem havia tentado de tudo, por anos, mas as chances não apareciam.

A sorte virou quando, no terceiro mês de desemprego, ficou sabendo que a BandNews FM tinha criado uma equipe de esportes. Não pensou que algo poderia acontecer , afinal, estava sem esperanças e não procurava mais emprego no jornalismo. Por insistência de uma amigo, operador de externa que tinha trabalhado com ele anos antes, enviou um currículo sem qualquer expectativa, afinal não conhecia ninguém na rádio.

Duas semanas depois, ninguém menos que Eduardo Barão, um dos grandes nomes do jornalismo contemporâneo, ligou para ele e pediu para que fizesse um piloto. Fez e, em um intervalo de duas semanas até outra ligação, foi contratado. Passaram-se nove anos depois e hoje ele, ao lado de Bob Furuya é um dos apresentadores de "O É da Coisa", uma das maiores audiências da rádio e um dos melhores programas radiofônicos da atualidade.

O programa é comandado por Reinaldo Azevedo - um mestre do jornalismo e uma das grandes mentes da imprensa hoje. Azevedo, por sinal, o apelidou de Fábio Cuba. "O É da Coisa" pode ser visto de segunda a sexta-feira, das 18h às 19h30, na 96,9 FM e no YouTube. Fábio França é um exemplo de que os sonhos se realizam e, nesta entrevista exclusiva, perguntamos tudo o que os ouvintes de "O É da Coisa" querem saber.


#ResenhaRápida com Fábio França


Nome completo: Fábio Luiz França.
Apelido: não tenho.
Data de nascimento: 28 de fevereiro de 1981.
Altura: 1,81m.
Qualidade: perfeccionista.
Defeito: perfeccionista demais.
Signo: peixes.
Ascendente: acho que é leão.
Uma mania: pentear o cabelo.
Religião: umas três.
Time: São Paulo.
Amor: fundamental.
Sexo: gostoso.
Mulher bonita: Sheila.
Homem bonito: tem dia que me acho.
Família é: aconchegante.
Ídolo: Ayrton Senna.
Inspiração: depende da fase.
Arte é: lenitiva.
Brasil: tem jeito.
Fé: necessário.
Deus é: algo ou alguém.
Política é: incompreendida.
Hobby: música.
Lugar: Paris.
O que não pode faltar na geladeira: leite.
Prato predileto: pizza.
Sobremesa: pudim de leite.
Fruta: maçã.
Bebida favorita: limonada.
Cor favorita: cinza.
Medo de: não tentar.
Um show: Skank.
Um ator: José Wilker.
Uma atriz: Glória Pires.
Um cantor: Zeca Baleiro.
Uma cantora: Elis Regina.
Um escritor: Machado de Assis.
Uma escritora: Agatha Christie.
Um filme: "Little Boy - Além do Impossível".
Um livro: "Memórias Póstumas de Brás Cubas", de Machado de Assis (compre aqui).
Uma música: "If I Fell" - The Beatles.
Um disco: "Nevermind" - Nirvana (compre aqui).
Um personagem: Seu Madruga.
Uma novela: "Fera Ferida", de Aguinaldo Silva.
Uma série: "Friends".
Um programa de TV: "Chaves".
Indique um site: estantevirtual.com.br.
Indique um podcast: Tem Método.
Indique um Instagram: CanalMyNews.
Indique um canal no YouTube: Porta dos Fundos.
Uma saudade: meus avós.
Algo que me irrita: barulho exagerado.
Algo que me deixa feliz é: ver criança feliz.
Quem levaria para uma ilha deserta: não iria para uma ilha deserta. Gosto de gente.
Se pudesse ressuscitar qualquer pessoa do mundo, seria: Nelson Mandela. Só queria ouvi-lo para aprender.
Uma pergunta para qualquer pessoa do mundo: Donald Trump: "Quanto mais laranja, mais idiota?".
Não abro mão de: honestidade.
Do que abro mão: fritura.
Se tivesse que ser um bicho, eu seria: cachorro.
O que seria se não fosse jornalista: músico.
Jornalismo em uma palavra: imprescindível.
Televisão em uma palavra: genial.
BandNews FM em uma palavra: humana.
"O É da Coisa" em uma palavra: instigante.
Reinaldo Azevedo em uma palavra: inteligente.
Ser jornalista é: privilégio.
Ser homem, hoje, é: mais fácil do que ser mulher.
Quem é Fábio Cuba? Invenção de Reinaldo.
Fábio França por Fábio França: compreensivo, apaziguador, determinado.



← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

#ResenhandoIndica

20 20 20
Tecnologia do Blogger.