sábado, 5 de setembro de 2020

.: Coletânea em CD mostra parte da rica obra de Ronnie Lane


Por Luiz Gomes Otero, jornalista e crítico musical.

Falecido em 1997, depois de uma longa batalha contra a esclerose múltipla, o músico britânico Ronnie Lane segue sendo uma referência para o rock e o pop produzido entre os anos de 60 e 70. E uma pequena e preciosa amostra de sua produção solo pode ser conferida o CD "Just For A Moment", que reúne canções com forte influência de música folk, música country e Rhythm and Blues.

Para quem não sabe, Ronnie Lane foi um dos integrantes originais do grupo Small Faces nos anos 60, juntamente com Steve Marriott. Depois fundou o The Faces com parte dos músicos do Small Faces e adicionando Rod Stewart no vocal e Ron Wood na guitarra. Só esses dois grupos já serviriam para mostrar a sua importância dentro do rock.

Porém, o fato é que Ronnie Lane continua sendo um enígma na história do rock 'n' roll. Um artista determinado a traçar seu próprio destino e se libertar das demandas do "negócio" da música. Seu senso de desilusão com o estilo de vida do rock 'n' roll o levou a deixar sua banda de enorme sucesso por uma fazenda e uma vida na estrada. Ele criaria uma lendária excursão chamada "The Passing Show", com uma tenda de circo pelo Reino Unido com uma variedade de palhaços, acrobatas e comediantes.

Sua breve carreira solo desperta a atenção, principalmente da crítica. Ele gravou elogiados álbuns em parceria com Pete Townsend (do The Who) e com Ron Wood, além de produzir discos solo acompanhado pelo ótimo grupo Slim Chance.

Essa coletânea foca exatamente na fase pós-bandas (Small Faces e The Faces). Canções doces e densas como a que dá título ao álbum (Just For A Moment), além de The Poacher, Anymore For Anymore, Annie e April Fool atestam que Ronnie Lane foi e continua sendo um dos melhores compositores que o Reino Unido já produziu.

Infelizmente os sintomas da esclerose múltipla começaram a surgir nos anos 80. Seus amigos da música como Eric Clapton, Jeff Beck e Jimmy Page chegaram a promover um concerto beneficente para arrecadar recursos para o tratamento da doença em 1983. Ronnie Lane se mudou para os Estados Unidos em busca de um clima mais favorável para continuar o tratamento. Acabou falecendo em 1997, de uma pneumonia e de complicações provocadas pela doença progressiva.

"Juts For A Moment"

"Tell Everyone"

"How Come"


← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

#ResenhandoIndica

20 20 20
Tecnologia do Blogger.