quinta-feira, 1 de outubro de 2020

.: "(das) tripas (coração)" mostra 20 trabalhos criados durante a pandemia


Estreia nesta sexta-feira, dia 2 de outubro, o espetáculo "(das) tripas (coração)" – mostra solos em confinamento que reúne 20 trabalhos criados na quarentena.

Estreia nesta sexta-feira, dia 2 de outubro, na curta temporada digital de um fim de semana, até dia 5 de outubro, sempre às 21h, o espetáculo "(das) tripas (coração)". Com direção de Nelson Baskerville, 16 atrizes e 4 atores trazem suas questões mais íntimas e urgentes criadas no isolamento de suas casas durante a pandemia em Sistema Pague quanto puder, via Sympla.

No espetáculo, apresentam-se Luisa Arraes, Anna Hartmann, Paula Possani, Estrela Straus, Julia Ianina, Carolina Borelli, Pri Calazans, Letícia Bassit, Erika Puga, Carolina Mânica , Júlia Ribeiro, Ligia Fonseca, Tamara Maria Cardoso, Luiz Campos, Natasha Sonna, Frederico Mendonça,Tales Penteado, Maria Eduarda Pecego e Ricardo Nash.

“O processo mais íntimo com pessoas por uma tela que eu já passei, acompanhar a construção dessas histórias, a maneira que cada uma inventou de contar, foi um aprendizado diário. Muito lindo ver verdade e invenção juntas”, diz Luisa Arraes. Algo de comum parece estar em ebulição entre todos: a vida em seus pequenos detalhes contrasta com a urgência da morte. O resultado discute o mundo atual com suas pendências mais agudas.

A gestação de si mesma, no de Luísa Arraes; a reparação de uma boneca sem sexo no de Paula Possani; Um pedido de conversa com o Papa Francisco no de Júlia Ribeiro; a confissão de um policial no de Luiz Campos, O coração literalmente exposto através de seus batimentos no de Ana Hartmann.  Denúncias, confissões, desejos, em sua forma mais íntima.

Os solos, que acontecem ao vivo via Sympla Streaming, são divididos em quatro salas ou tripas: "Tripa 1 – Denúncias ou Nomes Sobre Mim"; "Tripa 2 – Confissões ou Coração"; "Tripa 3 – Revoluções ou Cuidado: Buracos!" e "Tripa 4 – Gestações ou Remother", que se conectam na intimidade.

O público entra inicialmente em uma antessala comum e, nos 15 minutos anteriores a sessão, escolhe a qual tripa quer assistir. Cada um é redirecionado à sala específica que escolheu e, ao final, todos se juntam novamente para participar de uma mesma conversa. A escolha das salas é sujeita a lotação, por isso a necessidade de acessar o link com antecedência. A duração total é de 1h15 e mais 15 minutos de bate-papo.

Com um grande elenco, a mostra "(das) tripas (coração)" é o resultado da oficina “Solos em Confinamento – Dramaturgia em Pequenos Formatos” criada por Nelson Baskerville especialmente para o projeto de Oficinas de Montagem Inbox Cultural.

Tripa 1: “Denúcias ou Nomes Sobre Mim”
"Barba Azul" - com Ligia Fonseca
"Cabra que Lambe Sal" - com Letícia Bassit
"Maria Velata" - com Maria Eduarda Pecego
"Verme Luiz" - com Campos
"Nomes Sobre Mim" - com Ricardo Nash

Tripa 2: “Confissões ou Coração”
"O Pântano" - com Frederico Mendonça
"O Coração Chega Antes"  - com Carolina Mânica
"Baby Te Amo Nem Sei Se Te Amo"  - com Erika Puga
"Eu Sou Negra?" - com Pri Calazans
"Pulso-coração" - com Anna Hartmann


Tripa 3: “Revolução ou Cuidado: Buracos!”
"Cloro" - com Tales Penteado
"#HolaPapa" - com Júlia Ribeiro
"Cortei o Dedo" - com Tamara Maria Cardoso
"Abuela" - com Natasha Sonna
"A Boneca sem Buceta" - com Paula Possani

 
Tripa 4: “Gestações ou Remother”
"A Vida É Sonho ou o Contrário?"  - com Julia Ianina
"Romã" - com Carolina Borelli
"Mãe, Eu Sobrevivi!!!" - com Estrela Straus
"Nunca Estive Aqui Antes" - com Luisa Arraes
"Cabra que Lambe Sal" - com Letícia Bassit


"(das) tripas (coração)" – Mostra solos em confinamento
Direção:
Nelson Baskerville
Criação: Anna Hartmann, Carolina Borelli, Carolina Mânica, Erika Puga, Estrela Straus, Frederico Mendonça, Julia Ianina, Júlia Ribeiro, Letícia Bassit, Ligia Fonseca, Luisa Arraes, Luiz Campos, Maria Eduarda Pecego, Natasha Sonna, Paula Possani, Pri Calazans, Ricardo Nash, Tamara Maria Cardoso, Tales Penteado.
Direção técnica: Juracy de Oliveira
Operação técnica: Carolina Bellezi, Letícia Crozara, Maurício Lima, Natally do Ó, Ronaldo Fernandes.
Arte Gráfica: Nelson Baskerville, Juliana Poggi e elenco
Comunicação Digital: Juliana Poggi
Montagem do clipe: Tales Penteado
Trilha do clipe: Ricardo Nash
Arte do clipe: Juliana Poggi
Assessoria de imprensa: Adriana Monteiro - Ofício das Letras
Produção: Letícia Crozara, Letícia Rocha
Assistência de produção: Carolina Bellizzi
Direção de Produção: Júlia Ribeiro e Kauê Telolli
Concepção: Nelson Baskerville
Parceria: Pandêmica Coletivo Temporário de Criação
Realização: Inbox Cultural 

Serviço:
"(das) tripas (coração)" – mostra solos em confinamento.
Estreia 2 de outubro, sexta-feira, em curta temporada digital, de um fim de semana, até 5 de outubro, sempre às 21h:
Ingressos: https://www.sympla.com.br/das-tripas-coracao---solos-em-confinamento__995719.
Cada tripa tem duração de 1h15 e mais 15m de conversa. As apresentações são simultâneas no Sistema “Pague quanto puder”. Cada sala comporta 70 pessoas.
Indicação para maiores de 18 anos – nudez e temas como morte, suicídio, sexo, violência




← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

#ResenhandoIndica

20 20 20
Tecnologia do Blogger.