quarta-feira, 11 de novembro de 2020

.: Fenômeno, "A História de Nós 2" é apresentada gratuitamente na internet


Em primeira apresentação online e gratuita, Alexandra Richter e Mouhamed Harfouch apresentam espetáculo escrito por Lícia Manzo na segunda temporada do projeto Palco Instituto Unimed-BH em Casa. 
Fotos: Crica Richter

Com texto de Lícia Manzo (autora da próxima novela das 21h, “Um Lugar ao Sol”, da TV Globo) e direção de Ernesto Piccolo, comédia traz emoção e romance para retratar as diferentes facetas de um casal recém-separado. Espetáculo será transmitido ao vivo e gratuitamente na quinta-feira, dia 19 de novembro, às 20h30, pelos canais no Youtube do Sesc em Minas (SescemMinasGerais) e do Teatro Claro Rio (TeatroClaroRJ) e pelo Canal 500 da Claro TV

Mais de 850 mil espectadores, turnê por mais de 30 cidades no país, indicação aos Prêmios Shell e APCA de melhor texto, eleita pelo jornal O Globo (voto dos leitores) como a melhor peça em cartaz e indicada ao Prêmio APTR de melhor texto e melhor produção de 2009. É com esse histórico que a comédia “A História de Nós 2” retorna aos palcos para a sua primeira exibição no formato ao vivo e on-line, como parte da segunda edição do Palco Instituto Unimed-BH em Casa, projeto que estreou em junho com o objetivo de manter o teatro vivo durante a pandemia e ainda de arredar doações para os profissionais do teatro que estão impedidos de exercer suas atividades.

"Estamos na expectativa de poder contribuir com a nossa cultura por meio de um projeto como este. A cultura vem perdendo espaço, apoio e patrocínio há algum tempo, mas hoje, com a pandemia, a nossa maior preocupação é com as pessoas que vivem da cultura, não só artistas. Estou falando de todos os profissionais que vivem de arte. Técnicos, produtores, operadores de luz, som, camareiras, contra regras, bilheteiras. A cultura movimenta a economia do país. Tenho esperança de que após a pandemia o público volte a frequentar os teatros, cinemas e casas de show. Que tudo isso passe e que a cultura volte mais forte”, diz Alexandra Richter.

Dirigidos por Ernesto Piccolo, Alexandra Richter e Mouhamed Harfouch interpretam um casal já separado que recapitula a sua história de altos e baixos na noite em que ele retorna ao apartamento para pegar seus pertences. Humor e romance são os ingredientes principais do texto de Lícia Manzo. Edu é um homem dividido entre o desejo de ascender profissionalmente, a vontade de manter um casamento e o sonho de ser eternamente livre. Lena é uma mulher “partida” entre carreira, maternidade e paixão. Dois personagens que, em cena, se transformam literalmente em seis: Edu, Duca, Carlos Eduardo, Lena, Mammy e Maria Helena, dando corpo e voz às diferentes facetas de um mesmo homem e uma mesma mulher.

Mas Alexandra adianta que foram feitas algumas adaptações na peça. "A direção teve que mexer no espetáculo, para a atual realidade, mas sei que o público vai entender. A direção ajustou algumas cenas, como a do beijo e a do abraço, que não serão dados. As cenas em que os personagens ficam próximos também foram adaptadas. Mas vai ser lindo. O texto da Lícia Manzo é sempre riso garantido”, conta a atriz.

“A História de Nós 2” será apresentada no dia 19 de novembro (quinta-feira), às 20h30, gratuitamente e com transmissão simultânea pelos canais no Youtube do Sesc em Minas (SescemMinasGerais) e do Teatro Claro Rio (TeatroClaroRJ) e pelo Canal 500 da Claro TV.

A apresentação do espetáculo contará com tradução em libras e áudio descrição para garantir o acesso das pessoas com deficiências auditivas e visuais. Durante a apresentação o público poderá fazer doações, por meio de QR Code, para o Mesa Brasil Sesc, programa de combate à fome e ao desperdício de alimentos promovido pelo Sesc.  O valor arrecadado será convertido em cestas básicas a serem distribuídas entre os profissionais do teatro afiliados ao Sated MG, que estão impedidos de exercer as suas atividades em função dos protocolos de prevenção da Covid-19.

"A História de Nós 2"
A relação instável do casal tem como ponto de partida os diferentes desejos e perspectivas de vida dos personagens. Enquanto Edu se divide entre a busca pela ascensão profissional, a vontade de manter um casamento e o sonho de ser eternamente livre, Lena tenta se doar igualmente à carreira, maternidade e paixão. Dois personagens, que, em cena, embarcam numa sequência de flashbacks e se transformam literalmente em seis: Edu, Duca, Carlos Eduardo, Lena, Mammy e Maria Helena, dando corpo e voz às diferentes facetas de um mesmo homem e uma mesma mulher.

Também coprodutora do espetáculo, Alexandra Richter foi quem encomendou a peça à autora, que lhe apresentou o texto. “Me apaixonei pela peça e, junto com Lícia, Neco e Gustavo montamos o que chamo de “projeto da minha vida”.” Marcelo Valle e Bruno Garcia também já interpretaram o personagem Edu.

Ficha Técnica
Texto:
Licia Manzo. Direção: Ernesto Piccolo. Elenco: Alexandra Richter e Mouhamed Hafouch. Assistente de direção: Neuza Caribé. Cenógrafo: Clívia Cohen. Figurinista: Cao Albuquerque e Kiara Bianca. Direção de movimento: Marcia Rubin.  Trilha sonora: Rodrigo Penna. Iluminador: Maneco Quinderé. Fotografia: Dalton Valério. Programador visual: Zé Luiz Fonseca. Produção executiva: Glauce Carvalho. Diretor de produção: Gustavo Nunes.  Produção: Turbilhão de Ideias. Realização: Alexandra Richter e Gustavo Nunes. 

Palco Instituto Unimed-BH em Casa
O projeto é uma iniciativa da Pólobh, produtora sediada em Belo Horizonte, MG, tem patrocínio do Instituto Unimed-BH e do Programa Sociocultural Unimed-BH, viabilizado por mais de 5,1 mil médicos cooperados e colaboradores, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura. Tem realização do Ministério do Turismo e Governo Federal, patrocínio da Pottencial Seguradora e apoio cultural do Sesc em Minas e MIP Engenharia, promoção exclusiva da Rádio Alvorada e apoio da Coreto Cultural, Culturadoria, Fredizak, HBA, Jornal O Tempo, JVasconcelos, Medlevensohn, Rádio Super Notícia e SouBH.

Cuidado rigoroso
A produção dos espetáculos seguirá todos os protocolos e recomendações relacionados à prevenção da Covid-19 tais como a restrição do número de profissionais a trabalho nas montagens, o rigor no controle de circulação nas dependências do teatro (apenas pessoas a trabalho) e a medição da temperatura de todos os profissionais antes do acesso. Além disto, as áreas ocupadas serão frequentemente higienizadas, e haverá a disponibilização de álcool gel em diferentes setores, além da distribuição de máscaras para todos os envolvidos. Outras ações são a higienização do material antes de entrar no teatro (cenários, figurinos etc.), e o impedimento do consumo de alimentos e bebidas no local. Haverá, ainda, a presença de um bombeiro brigadista durante as atividades, para assegurar que todas as medidas serão cumpridas.

Instituto Unimed-BH
Associação sem fins lucrativos, o Instituto Unimed-BH, desde 2003, desenvolve projetos visando ampliar o acesso à cultura, estimular o bem-estar e a qualidade de vida das pessoas, valorizar espaços públicos e o meio ambiente. Ao longo de sua história, o Instituto destinou R$120 milhões ao setor cultural, por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura e da Lei Federal de Incentivo à Cultura, viabilizado pelo patrocínio de mais de 5.100 médicos cooperados e colaboradores. No último ano, mais de 850 mil pessoas foram alcançadas por meio de projetos de cinco linhas de atuação: Comunidade, Voluntariado, Meio Ambiente, Adoção de Espaços Públicos e Cultura. Saiba mais em www.institutounimedbh.com.br.

Palco Instituto Unimed-BH em Casa – 2ª temporada
Espetáculo “A História de Nós 2” – 19 de novembro (quinta-feira), às 20h30.
Gratuito | Transmissão ao vivo, pelos canais no Youtube do Sesc em Minas (SescemMinasGerais) e do Teatro Claro RJ (TeatroClaroRJ), e pelo Canal 500 da Claro TV.




← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

#ResenhandoIndica

20 20 20
Tecnologia do Blogger.